WSL Championship Tour – Vejam o calendário e os atletas, que vão disputar os títulos da temporada 2022.

Publicado por AdrenaNews 0

Vejam o calendário e os atletas que vão disputar o WSL Championship Tour de 2022. A próxima temporada começa agora final de janeiro no Havaí, com 14 estreantes disputando vagas no Rip Curl WSL Finals e na elite de 2023.

Billabong Pipe Masters 2019. Foto: Kelly Cestari – WSL

A World Surf League (WSL) anunciou a relação oficial dos surfistas que vão competir na temporada de 2022 do WSL Championship Tour (CT). O novo grupo de concorrentes aos títulos mundiais foi determinado pelo ranking final do CT 2021 e pelo Challenger Series 2021, encerrado agora em dezembro em Haleiwa Beach, no Havaí.

Samuel Pupo em ação. Foto: Brent Bielmann – WSL

A WSL também confirmou quem serão os wildcards (convidados) selecionados pela sua “Equipe de Circuitos e Competições” para toda a temporada 2022. Um deles foi Owen Wright e com isso, a Austrália iguala o número de nove surfistas do Brasil, que era maioria no grupo dos top-34 no CT em 2022.

Owen Wright em ação. Foto: Matt Dumbar – WSL

As novidades na Seleção brasileira da WSL Championship Tour 2022, são os jovens Samuel Pupo e João “Chumbinho” Chianca, ambos com 21 anos de idade, que se classificaram pelo WSLChallenger Series.

João “Chumbinho” Chianca em ação. Foto: Keoki Saguibo – WSL

Os outros já estavam na elite de 2021, os campeões mundiais Gabriel Medina e Italo Ferreira, o vice-campeão Filipe Toledo e Yago Dora, Deivid Silva, Jadson André e Miguel Pupo, além de Tatiana Weston-Webb no feminino.

Gabriel Medina em ação. Foto: Thiago Diz – WSL

O World Surf League Championship Tour 2022 começa em janeiro com uma estrutura totalmente redesenhada. Pela primeira vez, todas as etapas serão disputadas por homens e mulheres, em um mesmo calendário e com o princípio da igualdade na premiação. O novo formato apresentará um corte no número de participantes no meio da temporada e os cobiçados títulos mundiais serão novamente decididos no Rip Curl WSL Finals, pelos top-5 e pelas top-5 dos rankings finais do CT 2022.

Filipe Toledo em ação. Foto: Pat Nolan – WSL

“Estamos muito entusiasmados em anunciar todos os atletas do Championship Tour de 2022”, disse Jessi Miley-Dyer, vice-presidente de Circuitos e Competições da WSL. “Estamos felizes em ver os melhores surfistas do mundo competindo em um novo formato, lutando por uma vaga no Rip Curl WSL Finals. Será uma temporada histórica, cheia de estreias, a primeira com homens e mulheres participando de todas as etapas, inclusive a primeira do CT feminino em Pipeline, além do retorno de G-Land ao calendário após 24 anos e, ainda, o corte no meio da temporada. Esta será, sem dúvidas, uma temporada memorável e mal podemos esperar para que nossos fãs se juntem a nós nessa jornada”.

Um total de 14 surfistas disputará o WSL Championship Tour pela primeira vez em 2022. A lista de estreantes classificados pelo Challenger Series, tem os brasileiros Samuel Pupo e João Chianca, os australianos Liam O´Brien, Callum Robson e Jackson Baker, o norte-americano Jake Marshall, o havaiano Imaikalani Devault e dois representantes de países que nunca tiveram surfistas na elite masculina, Lucca Mesinas do Peru e Carlos Munoz da Costa Rica. Na categoria feminina, serão cinco novatas, as havaianas Gabriela Bryan, Bettylou Sakura Johnson e Luana Silva, a americana Caitlin Simmers e a australiana India Robinson.

Lucca Mesinas em ação. Foto: Brent Bielmann – WSL

36 surfistas vão disputar as etapas do WSL Championship Tour 2022:

• os Top 20 do ranking do CT de 2021
• os 12 classificados pelo ranking do Challenger Series de 2021
• 2 Wildcards da WSL para toda a temporada
• 2 Wildcards por cada evento

18 surfistas vão disputar as etapas femininas do WSL Championship Tour:

• as Top 9 do ranking do CT de 2021
• as 6 classificadas pelo ranking do Challenger Series de 2021
• 2 Wildcards da WSL para toda a temporada
• 1 Wildcard por cada evento

Além dos wildcards (convidados) da WSL anunciados para toda a temporada, a equipe do WSL Tours e Competição já está indicando a australiana Bronte Macaulay e o sul-africano Matthew McGillivray como os substitutos para entrarem na vaga de algum atleta que se contundir, ou não puder participar de alguma etapa. A vaga de substituição da WSL, estará disponível apenas para as cinco primeiras etapas, antes do corte do meio da temporada.

Bronte Macaulay em ação. Foto: Tom Bennett – WSL

Com uma estrutura de tour renovada, o CT de 2022 começará com 36 homens e 18 mulheres participando de cada etapa. No meio da temporada, este número de competidores será reduzido para 24 homens e 12 mulheres a partir da sexta etapa. Os Top-20 do ranking masculino e as 10 melhores do feminino, já estarão classificados para o CT 2023 e disputarão as cinco últimas etapas com dois wildcards em cada categoria (um indicado pela WSL e outro pelo evento).

Elite das Top-17 do WSL Championship Tour 2022:

As Top 9 do ranking do CT 2021:

1: Carissa Moore (HAV)
2: Tatiana Weston-Webb (BRA)
3: Sally Fitzgibbons (AUS)
4: Stephanie Gilmore (AUS)
5: Johanne Defay (FRA)
6: Caroline Marks (EUA)
7: Tyler Wright (AUS)
8: Isabella Nichols (AUS)
9: Courtney Conlogue (EUA)

As 06 classificadas pelo Challenger Series 2021:

1: Gabriela Bryan (HAV)
2: Brisa Hennessy (CRI)
3: Bettylou Sakura Johnson (HAV)
4: Caitlin Simmers (EUA)
5: India Robinson (AUS)
6: Luana Silva (HAV)

Wildcards da WSL para o CT 2022:

1: Lakey Peterson (EUA)
2: Malia Manuel (HAV)

Substituta da WSL:

1: Bronte Macaulay (AUS)

Elite dos Top-34 do WSL Championship Tour 2022:

Os Top 20 do ranking do CT 2021:

01: Gabriel Medina (BRA)
02: Filipe Toledo (BRA)
03: Italo Ferreira (BRA)
04: Conner Coffin (EUA)
05: Morgan Cibilic (AUS)
06: Griffin Colapinto (EUA)
07: Jordy Smith (AFR)
08: Kanoa Igarashi (JPN)
09: Yago Dora (BRA)
10: Frederico Morais (PRT)
11: John John Florence (HAV)
12: Jack Robinson (AUS)
13: Leonardo Fioravanti (ITA)
14: Deivid Silva (BRA)
15: Ryan Callinan (AUS)
16: Ethan Ewing (AUS)
17: Kelly Slater (EUA)
18: Jadson André (BRA)
19: Miguel Pupo (BRA)
20: Seth Moniz (HAV)

Os 12 classificados pelo ranking do Challenger Series 2021:

01: Ezekiel Lau (HAV)
02: Liam O’Brien (AUS)
03: Connor O’Leary (AUS)
04: Jake Marshall (EUA)
05: Callum Robson (AUS)
06: Samuel Pupo (BRA)
07: Nat Young (EUA)
08: Imaikalani Devault (HAW)
09: Lucca Mesinas (PER)
10: João Chianca (BRA)
11: Jackson Baker (AUS)
12: Carlos Munoz (CRI)

Wildcards da WSL para o CT 2021:

1: Kolohe Andino (EUA)
2: Owen Wright (AUS)

Substituto da WSL:

Matthew McGillivray (AFR)

Para saber mais informações sobre os competidores, acesse o perfil dos atletas no link:

WorldSurfLeague.com/athletes.

Calendário: A primeira etapa do WSL Championship Tour 2022 será o Billabong Pro Pipeline, começando no dia 29 de janeiro com prazo até 10 de fevereiro para ser encerrado. Pela primeira vez, as mulheres terão uma etapa completa do CT feminino para competir nos tubos de Banzai Pipeline. O evento será AO VIVO pelo WorldSurfLeague.com, pelo aplicativo da WSL e pelo canal da WSL no YouTube. transmitido AO VIVO pelo WorldSurfLeague.com, pelo aplicativo da WSL e pelo canal da WSL no YouTube.

Billabong Pipe Masters 2020. Foto: Brent Bielmann – WSL

Calendário WSL Championship Tour 2022:

De: 29/01 a 10/02 – Billabong Pro Pipeline – Local: Banzai Pipeline, Oahu, Hawaii

De: 11/02 a 23/02 – Hurley Pro Sunset Beach apresentado por Shiseido – Local: Sunset Beach, Oahu, Hawaii

De: 03/03 a 13/03 – MEO Portugal Pro – Local: Peniche, Portugal

De: 10/04 a 20/04 – Rip Curl Pro Bells Beach – Local: Bells Beach, Victoria, Austrália

De: 24/04 a 04/05 – Margaret River Pro – Local: Margaret River, Western Austrália, Austrália

De: 28/05 a 06/06 – Quiksilver Pro G-Land – Local: G-Land, Banyuwangi, Indonésia

De: 15/06 a 22/06 – Trestles Pro – Local: Lower Trestles, San Clemente, Califórnia, Estados Unidos

De: 27/06 a 04/07 – Oi Rio Pro – Local: Itaúna, Saquarema, Rio de Janeiro, Brasil

De: 09/07 a 18/07 – Jeffreys Bay Pro – Local: Jeffreys Bay, Eastern Cape, África do Sul

De: 11/08 a 21/08 – Teahupo’o Pro – Local: Teahupoʻo, Tahiti, French Polynesia

De 07 a 18/09 – Rip Curl WSL Finals – Local: A definir

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE: Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surf do mundo. Uma empresa global de esportes, mídia e entretenimento, a WSL supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, empresa que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo.

Com sede em Santa Monica, Califórnia, a WSL possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surf profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave.

Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de televisão sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo da WSL, são distribuídos na televisão linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídia digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System.

A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo.

Mais informações sobre o surfe mundial no www.worldsurfleague.com e notícias em português no www.wsllatinamerica.com 

Reportagem: João Carvalho – WSL Latin America

Edição Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas