WSL anunciou mudanças e novidades no WSL Championship Tour 2021

Publicado por AdrenaNews 0

WSL confirmou mudanças e novidades no Championship Tour 2021. Saquarema será em agosto e o México, volta a sediar uma etapa do CT.

Line Up de Barra de La Cruz, Mexico. Foto: Sean Rowland – WSL

O Oi Rio Pro apresentado pela Corona em Saquarema foi transferido para os dias 11 a 16 de agosto e o Jeep Surf Ranch Pro passa a ser a próxima etapa depois da “perna australiana” no mês de junho. Já a grande novidade é a volta do México ao calendário depois de 15 anos, com o Corona Open Mexico apresentado pela Quiksilver nos dias 05 a 15 de julho em Barra de La Cruz, em Oaxaca.

Line Up da Barrinha em ação. Foto: Divulgação / WSL

Veja os próximos eventos após as etapas da Austrália:

• Rip Curl Narrabeen Classic apresentado pela Corona: 16-26 de abril
• Boost Mobile Margaret River Pro apresentado pela Corona: 02-12 de maio
• Rip Curl Rottnest Search apresentado pela Corona: 16-26 de maio

• 6.a: etapa: Jeep Surf Ranch Pro: 25 a 27 de junho no Surf Ranch, Califórnia, Estados Unidos
• 7.a: Corona Open Mexico apresentado pela Quiksilver: 05 a 15 de julho em Barra de La Cruz, Oaxaca, México
• 8.a: Oi Rio Pro apresentado pela Corona: 11 a 16 de agosto em Saquarema, Rio de Janeiro, Brasil
• 9.a: Outerknown Tahiti Pro: 22 de agosto a 01 de setembro em Teahupoo, Tahiti

• Rip Curl WSL Finals 2021: 08 a 17 de setembro em Lower Trestles, Califórnia, EUA

O calendário do WSL Championship Tour 2021, definará os classificados para a decisão dos títulos mundiais no Rip Curl WSL Finals em setembro.

* Todos os eventos e datas ainda estão sujeitos a alterações devido à possíveis restrições relacionadas ao COVID-19, inclusive para viagens internacionais.

“Desde o cancelamento do Circuito Mundial no início de 2020, a equipe da WSL tem trabalhado intensamente para retomar o CT e estamos orgulhosos de poder oferecer um calendário global em 2021”, disse o CEO da WSL, Erik Logan. “É uma prova do tremendo apoio dos nossos atletas, parceiros do governo, comunidades locais e do trabalho árduo e comprometido da nossa equipe, que somos capazes de realizar com segurança os eventos para a decisão dos títulos mundiais no WSL Rip Curl Finals, que vai estrear em setembro”.

“É muito bom ver os atletas de volta às competições, vestindo a lycra de novo na Austrália”, disse Jessi Miley-Dyer, SVP of Tours and Head of Competition. “Estou animada por podermos confirmar o restante do Tour e já ansiosa para os próximos eventos, especialmente para ver as mulheres surfando ao lado dos homens em Teahupoo depois de 15 anos”.

Teahupoo em ação. Foto: Kelly Cestari – WSL

AMÉRICA LATINA – Outra novidade é o Corona Open Mexico apresentado pela Quiksilver para substituir o Santa Cruz Pro na Califórnia, que estava marcado para fevereiro e foi cancelado devido ao COVID-19. Além do retorno do México ao calendário, a América Latina volta a sediar duas etapas do World Surf League Championship Tour, o que não acontecia desde 2007, quando também teve um evento em Arica no Chile. O Oi Rio Pro apresentado pela Corona inicialmente agendado para junho, foi transferido para agosto, na reta final para definir os cinco homens e cinco mulheres para o Rip Curl WSL Finals.

Curiosamente, as duas únicas etapas que aconteceram na América Latina, fora do Brasil, foram vencidas pelo tricampeão mundial Andy Irons (in memoriam). O havaiano ganhou a do Chile em 2007 nos tubos de El Gringo, em Arica, bem como a da última vez que os melhores surfistas do mundo competiram no México em 2006. O evento aconteceu na mesma cidade de Oaxaca, onde fica Barra De La Cruz, praia paradisíaca já conhecida pelos longos tubos que foi escolhida para receber o Corona Open Mexico apresentado pela Quiksilver.

O evento foi confirmado como a sexta etapa do World Surf League Championship Tour e será disputado entre os dias 05 e 15 de julho. Já o Corona Open J-Bay, originalmente programado para acontecer de 25 de junho a 9 de julho na África do Sul, bem como o MEO Pro Portugal em Ericeira que também estava no calendário, foram oficialmente cancelados para esse ano. A WSL está trabalhando para que estes tradicionais eventos retornem em 2022.

Challenger Series:

O Challenger Series é o novo campo de batalha para os surfistas mostrarem seus talentos na batalha pelas vagas para a elite do World Surf League Championship Tour. Nesta temporada reduzida, a WSL está confirmando quatro eventos para as categorias masculina e feminina, na Califórnia (EUA), Portugal, França e Havaí. As datas ainda serão divulgadas.

O Sydney Surf Pro e o Piha Pro New Zealand Challenger Series, que também estavam previstos, foram adiados para 2022 devido ao COVID-19. A WSL espera que esses importantes eventos retornem ao calendário do Challenger Series no próximo ano.

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surf do mundo. Uma empresa global de esportes, mídia e entretenimento, a WSL supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, empresa que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo.

Com sede em Santa Monica, Califórnia, a WSL possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surf profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave.

Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de televisão sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo da WSL, são distribuídos na televisão linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídia digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System.

A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo.

Para atualizações e mais informações sobre o calendário das etapas regionais do Qualifying Series, visite o WorldSurfLeague.com

Reportagem: João Carvalho – WSL Latin America

Edição Texto e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72