WSL anuncia cancelamento do Rip Curl Pro Bells Beach em 2021 – Assistam aos Vídeos.

Publicado por AdrenaNews 0

As previsões se confirmaram com a WSL, anunciando nesta quinta-feira oficialmente o cancelamento do Rip Curl Pro Bells Beach 2021, a etapa mais antiga da elite do circuito mundial.

O sino mais famoso do surf mundial, não será badalado em 2021. Foto: Divulgação – Rip Curl

Um dos mais tradicionais e antigos campeonatos, que sempre era realizado nas semanas próximos a páscoa e que inicialmente estava previsto para acontecer a partir de 01 de abril, como a prova de abertura da perna australiana do WSL Championship Tour 2021, acabou cancelado após divergências com o governo do estado de Victoria. Porém, a WSL anunciou ainda que a prova regressa em 2022 e que tem contrato por mais três anos com o Governo local.

Ítalo Ferreira e Mick Fanning. Foto: Kelly Cestari – WSL

Em 1959 foi realizado pela primeira vez, o evento em Bells Beach permanecendo sempre no circuito mundial, com exceção do ano passado que também foi cancelado em virtude da pandemia do covid 19. As divergências iniciaram com o protocolo elaborado pela WSL da forma como seria feita a quarentena dos surfistas e do staff.

Bells Beach em ação. Foto: Ed Sloane – WSL

A seguir a WSL demonstrou uma certa insatisfação com o governo local de estar muito ocupado com os tenistas e o Australian Open, trazendo mais desconforto entre as partes, culminando no cancelamento de uma das etapas mais icônicas e históricas da elite do surf mundial. Outro fator determinante no cancelamento foi a divulgação da WSL, com uma nova etapa em Newcastle, Nova Gales do Sul, para o início de abril, na mesma data em que o Rip Curl Pro Bells Beach seria disputado que sempre foi no fim de semana da Páscoa.

Bells Beach em ação. Foto: Kirstin Scholtz – WSL

A WSL anunciou que agora os surfistas internacionais irão, viajar num avião fretado de Los Angeles para Sidney, cumprindo lá a quarentena obrigatória, e viajando depois para Newcastle. “Foi uma decisão extremamente difícil cancelar uma das etapas mais icônicas do circuito mundial”, comentou Andrew Stark, diretor geral da WSL Ásia e Pacífico. “No entanto, estamos muito entusiasmados por garantir a continuidade deste evento histórico por mais três anos, a partir de 2022. No próximo ano, existe a perspectiva de a pandemia não afetar mais o calendário e tudo deverá regressar a normalidade em termos de datas”.

Apesar das divergências, a WSL agradeceu a compreensão do governo de Victoria como todo processo assegurando um novo compromisso de 2022 até 2024, onde o sino mais famoso do surf mundial, voltará a ser badalado pelos campeões.

Filipe Toledo, John John Florence, Courtney Conlogue e Malia Manuel. Foto: Kelly Cestari – WSL

Com a etapa de Newcastle confirmada e a de Bells Beach cancelada a WSL está planejando em encontrar soluções para a duas etapas da perna australiana que estão ainda em negociações.  Restam no calendário provisório as etapas australianas em Margaret River, no Oeste australiano, e Snapper Rocks, na Gold Coast, porém ambas, ainda estão em fase de negociações, com os governos de cada estado. Estaremos na torcida pela realizações de ambas as etapas.

Line Up de Margaret River em ação Foto: Peter Joli Wilson – WSL

ASSISTAM AOS VÍDEOS NOS PLAYERS ABAIXO:

John John Florence x Filipe Toledo – FINAL – Rip Curl Pro Bells Beach 2019:

Mick Fanning x Italo Ferreira – FINAL – Rip Curl Pro Bells Beach 2018:

Caio Ibelli x Jordy Smith – FINAL – Rip Curl Pro Bells Beach 2017:

Jordy Smith x Matt Wilkinson – FINAL – Rip Curl Pro Bells Beach 2016:

Mick Fanning x Adriano de Souza – FINAL – Rip Curl Pro Bells Beach 2015:

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surf do mundo. Uma empresa global de esportes, mídia e entretenimento, a WSL supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, empresa que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo.

Com sede em Santa Monica, Califórnia, a WSL possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surf profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave.

Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de televisão sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo da WSL, são distribuídos na televisão linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídia digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System.

A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com

Reportagem: Edson “Adrena” Andrade (Fonte: WSL)

Edição: Edson “Adrena” Andrade

 

Tenha lindas artes exclusivas
mag72