World Surf League fecha parceria com Grupo Globo até 2024

Publicado por AdrenaNews 0

A partir de 2022, o SporTv volta a ser a casa do surfe no Brasil. A parceria firmada entre o Grupo Globo e a World Surf League (WSL) é válida de 2022 ao final de 2024.

Gabriel Medina em ação. Foto: Matt Dumbar – WSL

O grupo prevê uma cobertura multiplataforma, com desdobramentos na TV Globo, Globoplay, Ge e Canal OFF, para acompanhar os melhores tubos, aéreos e baterias da modalidade, que tem atletas brasileiros entre os melhores do mundo.

Filipe Toledo em ação. Foto: Matt Dumbar – WSL

Além do Championship Tour (CT), o acordo inclui também os direitos exclusivos no Brasil de outras três competições – o WSL Challenger Series (CS), categoria de acesso; o WSL Big Wave Tour (BWT); e o WSL Longboard Tour (LT) –, bem como a exibição de séries e documentários produzidos pelo WSL Studios.

Samuel Pupo em ação. Foto: Brent Bielmann – WSL

Mesmo com a parceria, a WSL continuará a exibir as competições em suas plataformas digitais próprias. Além de dar visibilidade às competições na TV aberta, por assinatura, na internet e no streaming, a Globo vai usar toda a sua experiência em uma ampla cobertura em todas as plataformas, trazendo uma visibilidade e um alcance únicos para o esporte e para os atletas brasileiros, que hoje fazem parte da elite mundial do surfe.

João Chianca em ação. Foto: Tony Heff – WSL

“Estamos muito felizes em ter a WSL de volta ao portfólio Globo. Temos parcerias de sucesso nos principais esportes – como futebol, vôlei, basquete – e o surfe não poderia ficar de fora por estar atrelado aos nossos objetivos estratégicos. É um esporte democrático, que tem nos atletas brasileiros os principais ídolos mundiais e vem conquistando ainda mais fãs no país depois dos recentes feitos: o ouro de Ítalo Ferreira na estreia da modalidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o tricampeonato mundial de Gabriel Medina e o vice-campeonato mundial de Tatiana Weston-Webb. Nossa cobertura multiplataforma vai trazer mais visibilidade para o esporte, oferecendo conteúdo relevante aos milhares de fãs do surfe espalhados pelo país, além de atrair novos consumidores para a modalidade”, ressalta Eduardo Gabbay, diretor de canais de esporte da Globo.

Italo Ferreira em ação. Foto: Matt Dumbar – WSL

Todas as etapas do CT terão transmissão gratuita no Globoplay até as oitavas de final e o sportv transmite com exclusividade as baterias a partir das quartas de final. Quando um atleta brasileiro vencer uma etapa, a TV Globo exibe flashes em sua programação. A etapa de Saquarema, no Rio de Janeiro, que estará de volta ao calendário em 2022, tem garantida uma cobertura especial de todos os canais.

Filipe Toledo em ação. Foto: Damien Poullenot – WSL

O Ge acompanha as competições em tempo real, com vídeos das principais manobras e dos melhores momentos. E o Canal OFF continua a acompanhar o dia a dia de alguns ídolos brasileiros do surfe, como Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, Tatiana Weston-Webb e Filipe Toledo.

Gabriel Medina em ação. Foto: Pat Nolan – WSL

“Para a WSL e o surfe, de maneira geral, fazer parte da cobertura multiplataforma da Globo, que fala com milhões de pessoas todos os dias, é algo que vai mudar esse esporte de patamar. Tanto na disponibilidade de conteúdo sobre surfe como no conhecimento sobre todos os atletas que fazem parte da atual geração vencedora e das próximas gerações, muito promissoras”, afirma Ivan Martinho, CEO da WSL para a América Latina. O executivo aponta que o surfe já se posiciona entre os esportes mais amados e com maior número de praticantes no Brasil e o fato de agora estar entre a seleção de modalidades esportivas que a Globo escolhe como propriedade é motivo de muito orgulho para a WSL. “Estou certo de que a potencialização da visibilidade do surfe será muito importante para a construção dos ídolos do esporte de hoje e também dos ídolos do amanhã”, finaliza.

Tatiana Weston-Webb em ação. Foto: Laurent Masurel – WSL

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE: Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surf do mundo. Uma empresa global de esportes, mídia e entretenimento, a WSL supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, empresa que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo.

Com sede em Santa Monica, Califórnia, a WSL possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surf profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave.

Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de televisão sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo da WSL, são distribuídos na televisão linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídia digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System.

A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo.

Mais informações sobre o surfe mundial no www.worldsurfleague.com e notícias em português no www.wsllatinamerica.com 

Reportagem: Mércia Suzuki – Casa do Bom Conteúdo

Edição Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas