World Surf League divulgou o calendário do WSL Challenger Series 2021

Publicado por AdrenaNews 0

A WSL anunciou o calendário do WSL Challenger Series de 2021 na disputa pelas vagas que vão completar a elite mundial do WSL Championship Tour 2022.

Line Up de Huntington Beach em ação. Foto: Sean Rowland – WSL

O novo campo de batalha para os surfistas mostrarem seus talentos nesta temporada reduzida, de quatro etapas com as categorias masculina e feminina, na Califórnia, Portugal, França e Havaí. “Estamos muito entusiasmados em anunciar o calendário do Challenger Series de 2021”, disse o CEO da WSL, Erik Logan. “Esses quatro eventos irão fornecer uma vitrine para apresentar os talentos dos surfistas emergentes, mas também permitirão que os atletas que não conseguirem confirmar suas permanências pelo ranking do CT, tenham a oportunidade de nesse ano ainda, buscarem sua requalificação para o Championship Tour de 2022”.

Line Up de Haleiwa Beach em ação. Foto: Divulgação – WSL

O Challenger Series 2021 vai começar depois da decisão dos títulos mundiais no Rip Curl WSL Finals, em Trestles, na Califórnia. O primeiro desafio será no US Open of Surfing, de 20 a 26 de setembro em Huntington Beach, na Califórnia. Depois, o campo de batalha muda para a Europa, com o MEO Pro Ericeira nos dias 02 a 10 de outubro em Portugal, seguido pelo Quiksilver e Roxy Pro France, de 16 a 24 do mesmo mês na costa sudoeste da França. A relação dos 12 classificados para o CT 2022 e das 6 mulheres, será finalizada no Havaí, no Haleiwa Challenger, de 25 de novembro a 7 de dezembro.

Line Up de Ericeira em ação. Foto: Divulgação – WSL

“Este novo nível de competição proporcionará uma maior oportunidade para a qualificação do CT, bem como dará mais visibilidade à próxima geração de surfistas”, disse Jessi Miley-Dyer, SVP of Tours and Head of Competition. “Mal posso esperar para ver quem se qualificará para o Tour de 2022”.

O calendário do Challenger Series 2021*:

– US Open of Surfing em Huntington Beach, California, EUA
20 a 26 de setembro

– MEO Pro Ericeira em Ericeira, Portugal
02 a 10 de outubro

– Quiksilver/ROXY Pro France em Capbreton/Hossegor/Seignosse, Landes
16 a 24 de outubro

– Haleiwa Challenger em Haleiwa Beach, Havaí, EUA
25 de novembro a 07 de dezembro

*Todos os eventos e datas do Tour estão sujeitos a alterações, devido às possíveis restrições relacionadas ao COVID-19, incluindo para viagens internacionais.

FORMATO CHALLENGER – Cada etapa do Challenger Series será disputada por 96 surfistas na categoria masculina e 64 na feminina. Os 34 tops do CT 2021 e as 17 tops da elite feminina têm participação garantida. Mais 58 homens e 44 mulheres são indicados pelos sete escritórios regionais da WSL no mundo. Além deles, também terão a chance de brigar por vagas no CT, dois surfistas e duas surfistas do Mundial Pro Junior, um deles o atual campeão, o brasileiro Lucas Vicente, com a WSL completando a lista com dois convidados para a categoria masculina e uma para a feminina. Qualquer vaga não utilizada por atletas do CT, será preenchida por convidados da WSL.

Line Up de Capbreton, Hossegor em ação. Foto: Laurent Masurel – WSL

A lista dos classificados pelo escritório regional da WSL Latin America, foi definida nas duas etapas que marcaram a volta do Equador ao WSL Qualifying Series, nas últimas semanas de junho em Montañita e em Salinas, na Península de Santa Elena. Os dez indicados pelo ranking masculino são os brasileiros Wiggolly Dantas, Ian Gouveia, Thiago Camarão, João Chianca, Weslley Dantas, Edgard Groggia, Samuel Pupo, Rafael Teixeira, o peruano Alonso Correa e o uruguaio Marco Giorgi. As cinco mulheres são as peruanas Daniella Rosas e Sol Aguirre, a brasileira Silvana Lima, a argentina Josefina Ané e a equatoriana Dominic Barona.

Wiggolly Dantas em ação. Foto: Daniel Smorigo – WSL

Os rankings que vão definir as vagas para o CT 2022 nas duas categorias, computarão os três melhores resultados conquistados nas quatro etapas do Challenger Series 2021. Além disso, excepcionalmente esse ano, cada atleta irá registrar também a maior pontuação conseguida nas etapas do WSL Qualifying Series de 2020, devido ao cancelamento do Circuito Mundial por causa da pandemia do Covid-19 no mês de março.

PROTOCOLOS COVID-19 – A saúde e a segurança dos nossos atletas, staff e comunidade local são de extrema importância e a WSL possui um protocolo robusto de procedimentos para manter a segurança de todos. Esses protocolos são exclusivos para cada evento do Tour e incluem medidas como testes para atletas e equipe essencial, uso de máscaras, medidas rígidas de distanciamento social, verificações de temperatura e staff mínimo no local.

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surf do mundo. Uma empresa global de esportes, mídia e entretenimento, a WSL supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, empresa que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo.

Com sede em Santa Monica, Califórnia, a WSL possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surf profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave.

Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de televisão sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo da WSL, são distribuídos na televisão linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídia digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System.

A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo.

Mais informações sobre o surfe mundial no www.worldsurfleague.com e notícias em português no www.wsllatinamerica.com 

Reportagem: João Carvalho – WSL Latin America

Edição: Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72