World Longboard Tour – WSL Anunciou calendário com 03 etapas em 2022.

Publicado por AdrenaNews 0

A WSL anunciou o calendário do World Longboard Tour 2022. As praias de Manly, Huntington e Malibu, vão sediar as três etapas programadas para este ano, uma a mais do que em 2021.

Huntington Beach, Califórnia, USA. Foto: Kenny Morris – World Surf League

Os dois primeiros eventos, em Manly Beach e em Huntington Beach, valerão 5.000 pontos nos rankings masculino e feminino, enquanto em Malibu Beach estarão em jogo 10.0000 pontos. Para decidir os títulos mundiais da temporada, serão computadas as duas maiores pontuações das três etapas.

Manly, Sidney, Austrália. Foto: Matt Dumbar – World Surf League

As competições serão disputadas por vinte longboarders na categoria masculina e vinte na feminina. Cada grupo será formado pelos (as) Top-10 do ranking mundial de 2021, sete competidores (as) selecionados pelos escritórios regionais da World Surf League no mundo, um convidado da WSL e dois convidados pelos organizadores dos eventos.

Malibu, Califórnia, USA. Foto: Thomas Lodin – World Surf League

“Estamos ansiosos para iniciar o World Longboard Tour e para coroar os campeões mundiais no icônico pico de First Point, em Malibu”, disse Devon Howard, diretor do WSL Longboard Tour. “Também estamos empolgados que o circuito deste ano vai começar em Manly Beach e terá uma etapa em Huntington Beach. Todas as praias estão mergulhadas na história do longboard desde a década de 60, com campeões sendo coroados e muita cultura do surfe, como conhecemos hoje no cenário mundial”.

“Estamos muito felizes pela volta do World Longboard Tour em 2022”, disse Jessi Miley-Dyer, vice-presidente de circuitos e competições da WSL. “A comunidade do longboard é muito apaixonada e agradecemos todo o feedback que recebemos deles, enquanto estávamos planejando o futuro desta importante modalidade do surfe profissional. Este ano, o World Longboard Tour terá três eventos e mal podemos esperar para coroar os campeões mundiais na icônica Malibu”.

CALENDÁRIO DO WORLD LONGBOARD TOUR 2022:

1.a: Mai 16-24: Manly Beach, Sidney, New South Wales, Austrália
2.a: Ago 03-07: Vans Duct Tape Invitational em Huntington Beach, Califórnia, EUA
3.a: Out 03-13: WSL Longboard Championships em Malibu, Califórnia, EUA

O World Longboard Tour 2022 começará em Manly Beach, Austrália, como parte do evento Sydney Surf Pro Challenger Series, que será disputado entre os dias 16 e 24 de maio. Considerada por muitos como uma das praias mais populares do surfe em Sidney, Manly Beach celebra uma longa e rica história do esporte. Não foi só a segunda praia em que Duke Kahanamoku introduziu o surfe na Austrália, mas foi em Manly onde, em 1964, Phyliss O´Donnell e Midget Farrelly foram coroados os primeiros campeões mundiais de surfe. Manly Beach receberá os melhores longboarders do mundo e vai estabelecer quem largará na frente da corrida pelos títulos mundiais da temporada.

A próxima parada será na Califórnia, onde serão realizadas as duas últimas etapas de 2022. O Vans Duct Tape Invitational em Huntington Beach, sediará o primeiro evento dos Estados Unidos, nos dias 3 a 7 de agosto. Huntington já foi palco de várias competições de surfe profissional ao longo dos anos. O evento vai acontecer junto com o Vans US Open of Surfing, quarta etapa do Challenger Series, de 30 de julho a 7 de agosto. Depois, o WSL Longboard Championships fecha a temporada no icônico First Point de Malibu, de 3 a 13 de outubro. Os dois melhores resultados de cada atleta, vão determinar o ranking final e os títulos mundiais de 2022.

TRANSMISSÃO AO VIVO: As três etapas do World Longboard Tour 2022 serão transmitidas ao vivo pelo WorldSurfLeague.com, Aplicativo da WSL e YouTube da World Surf League.

RANKINGS FINAIS DE 2021 DA WORLD SURF LEAGUE:

TOP-10 DA CATEGORIA FEMININA:

Campeã: Honolua Blomfield (HAV) – 20.500 pontos
2.a: Alice Lemoigne (FRA) – 17.975
3.a: Chloe Calmon (BRA) – 14.750
4.a: Kelis Kaleopaa (HAV) – 13.500
5.a: Soleil Errico (EUA) – 12.500
6.a: Avalon Gall (EUA) – 12.225
7.a: Natsumi Taoka (JPN) – 11.750
8.a: Zoe Grospiron (FRA) – 10.375
9.a: Sally Cohen (HAV) – 10.250
9.a: Kirra Seale (HAV) – 10.250

TOP-10 DA CATEGORIA MASCULINA:

Campeão: Joel Tudor (EUA) – 20.000 pontos
2.o: Harrison Roach (AUS) – 16.725
3.o: Kai Sallas (HAV) – 14.750
4.o: Ben Skinner (ING) – 14.000
5.o: Edouard Delpero (FRA) – 13.475
6.o: Kevin Skvarna (EUA) – 12.500
7.o: Justin Quintal (EUA) – 11.500
8.o: Taylor Jensen (EUA) – 11.000
8.o: Tony Silvagni (EUA) – 11.000
10.o: Kaniela Stewart (HAV) – 10.250

Sul-americanos no ranking:

11: Lucas Garrido Leca (PER) – 9.975 pontos
14: Augusto Olinto (BRA) – 7.725
15: Rodrigo Sphaier (BRA) – 7.000
15: Jefson Silva (BRA) – 7.000
20: Phil Rajzman (BRA) – 2.000
23: Piccolo Clemente (PER) – 1.475
25: Gabriel Nascimento (BRA) – 1.000
38: Carlos Bahia (BRA) – 330
38: Julian Schweizer (URU) – 330
53: Ignacio Pignataro (URU) – 300
69: David Schiaffino (PER) – 266

CAMPEÕES MUNDIAIS DE LONGBOARD DA WORLD SURF LEAGUE:

2021: Joel Tudor (EUA) e Honolua Blomfield (HAV) tricampeões
2019: Justin Quintal (EUA) e Honolua Blomfield (HAV) bicampeã
2018: Steven Sawyer (AFR) e Soleil Errico (EUA)
2017: Taylor Jensen (EUA) tricampeão e Honolua Blomfield (HAV)
2016: Phil Rajzman (BRA) bicampeão e Tory Gilkerson (EUA)
2015: Piccolo Clemente (PER) bicampeão e Rachael Tilly (EUA)
2014: Harley Ingleby (AUS) bicampeão e Chelsea Williams (AUS)
2013: Piccolo Clemente (PER) e Kelia Moniz (HAV) bicampeã
2012: Taylor Jensen (EUA) bicampeão e Kelia Moniz (HAV)
2011: Taylor Jensen (EUA) e Lindsay Steinriede (EUA)
2010: Duane Desoto (HAV) e Cori Schumacher (EUA)
2009: Harley Ingleby (AUS) e Jennifer Smith (EUA) bicampeã
2008: Bonga Perkins (HAV) bicampeão e Joy Monahan (HAV)
2007: Phil Rajzman (BRA) e Jennifer Smith (EUA)
2006: Josh Constable (AUS) e Schuyler McFerran (EUA)
2005: nenhuma etapa
2004: Joel Tudor (EUA) bicampeão
2003: Beau Young (AUS) bicampeão
2002: Colin McPhillips (EUA) tricampeão
2001: Colin McPhillips (EUA) bicampeão
2000: Beau Young (AUS)
1999: Colin McPhillips (EUA)
1998: Joel Tudor (EUA)
1997: Dino Miranda (HAV)
1996: Bonga Perkins (HAV)
1995: Rusty Keaulana (HAV) tricampeão
1994: Rusty Keaulana (HAV) bicampeão
1993: Rusty Keaulana (HAV)
1992: Joey Hawkins (EUA)
1991: Martin McMillan (AUS)
1990: Nat Young (AUS) tetracampeão
1989: Nat Young (AUS) tricampeão
1988: Nat Young (AUS) bicampeão
1987: Stuart Entwistle (AUS)
1986: Nat Young (AUS)

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE: Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surf do mundo. Uma empresa global de esportes, mídia e entretenimento, a WSL supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, empresa que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo.

Com sede em Santa Monica, Califórnia, a WSL possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surf profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave.

Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de televisão sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo da WSL, são distribuídos na televisão linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídia digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System. A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo.

Mais informações sobre o surfe mundial no www.worldsurfleague.com e notícias em português no www.wsllatinamerica.com 

Reportagem: João Carvalho – World Surf League

Edição Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas