Vans apresenta ISA World Surfing Games 2019 – Começa neste próximo Sábado no Japão

Publicado por AdrenaNews 194 views0

Um recorde de 55 países confirmaram suas participações no Vans apresenta ISA World Surfing Games 2019. Que começa neste próximo sábado, dia 07 de setembro, terminando no dia 15 de setembro em Miyazaki, no Japão. O evento reunirá, cerca de 240 atletas, com os melhores surfistas da Ásia, África, Europa e Oceania, em busca do sonho por uma vaga nas Olimpíadas de Tóquio em 2020. O recorde anterior de países participantes era de 47, estabelecido nos Jogos Mundiais do Surf ISA 2017, realizado em Biarritz na França.

Gabriel Medina em ação. Foto: Kelly Cestari – WSl

Ichiyumi Point é um reef break divertido com direitas e esquerdas, dependendo da direção do swell. Normalmente quando quebra de gala, formam paredes extensas com algumas sessões tubulares. Essa onda funciona melhor com ondulações de tempestades. Fonte: Red Bull

Ichiyumi Point em ação. Foto: NSA – ISA

Ichiyumi Point em ação. Foto: Peter Taras – Red Bull

Entre a quantidade sem precedentes de nações, quatro nações competem no evento pela primeira vez na história: Samoa Americana, Líbano, Sri Lanka e Tailândia. O recorde de participação feminina, de 93 atletas estabelecida em 2018, também foi superado, pois 103 surfistas estão inscritas no evento, representando 43% do total de participantes. O evento faz parte de um processo hierárquico de qualificação que também inclui a World Surf League Championship Tour de 2019, os ISA World Surfing Games 2020 e os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019.

Tatiana Weston-Webb em ação. Foto: Ed Sloane – WSL

Os Tops da elite já confirmaram suas participações em Miyazaki, entre eles, Kelly Slater (EUA), Carissa Moore (EUA), Stephanie Gilmore (AUS), Julian Wilson (AUS), Gabriel Medina (BRA), Filipe Toledo (BRA), Tatiana Weston-Webb (BRA), Jordy Smith (RSA), Johanne Defay (FRA), Jeremy Flores (FRA) e Michel Bourez (FRA), entre outros, que vão surfar por suas nações em busca da da medalha de ouro em Miyazaki. Os dois medalhistas de ouro individuais de 2018 retornarão para defender seus títulos. A australiana Sally Fitzgibbons e o argentino Santiago Muñiz, ambos foram duas vezes campeões do WSG e buscarão sua terceira medalha de ouro.

Sally Fitzgibbons em ação. Foto: Ben Reed – ISA

O time do Japão, que ganhou sua primeira medalha de ouro por equipes na edição de 2018, realizada em Tahara, no Japão, será liderada por seu medalhista de prata em 2018, Kanoa Igarashi na tentativa de manter o título por equipes. Lucca Mesinas, do Peru, e Daniella Rosas, respectivos medalhistas de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima, vão surfar representando o Peru.

Kanoa Igarashi, saindo para a comemoração de sua medalha de prata na edição 2018 do ISA Games. Foto: Sean Evans – ISA

A seleção brazuca já está escalada com Filipe Toledo, Gabriel Medina, Italo Ferreira, Tatiana Weston-Webb, Silvana Lima e Tainá Hinckel vão representar o País no mundial promovido pela ISA, International Surfing Association. O evento é super importante para os atletas que querem participar das Olimpíadas de Tóquio em 2020. Caso o surfista convocado não tiver uma dispensa aprovada pela confederação do seu respectivo país, ele não poderá participar dos Jogos Olímpicos. O mesmo critério é válido para o ISA Games do próximo ano, que será disputado antes das Olimpíadas.

Filipe Toledo em ação. Foto: Steve Robinson – WSl

Pelo time norte-americano, Kelly Slater terá a companhia de Kolohe Andino, Conner Coffin, Carissa Moore, Courtney Conlogue e Caroline Marks. A Austrália também terá um time de peso, liderado pela heptacampeã mundial Stephanie Gilomore. Julian Wilson, Owen Wright, Ryan Callinan, Nikki Van Dijk e Sally Fitzgibbons completam a equipe. Já a França conta com Jeremy Flores, Johanne Defay, Joan Duru, Michel Bourez, Vahine Fierro e Cannelle Bulard. Pelo Japão, Kanoa Igarashi já confirmou presença. Mesma situação do sul-africano, Jordy Smith.

Kelly Slater presença confirmada. Foto: Kirstin Scholtz – WSL

“É incrível ver que um número recorde de países em todos os continentes virá a Miyazaki para surfar como equipes nacionais de surf. O crescimento visível da participação de nações não tradicionais do surf é uma consequência direta da estratégia da ISA para o desenvolvimento global do esporte. “Com um número recorde de equipes nacionais, participação dos melhores atletas do esporte pela qualificação em Tóquio 2020, este é sem dúvida o mais importante dos Jogos Mundiais de Surf da história.

Miyazaki vista aérea. Foto: NSA – ISA

“Também estou particularmente orgulhoso de ver que nossos esforços para promover a igualdade de gênero estão produzindo grandes resultados, pois receberemos uma quantidade recorde de mulheres no evento pelo segundo ano consecutivo. Entre a oferta de vagas iguais para cada gênero e a concessão de bolsas para meninas de todo o mundo, estamos totalmente comprometidos em trabalhar em direção a um futuro com participação 50/50 entre homens e mulheres no surf. “Estou mais do que pronto para nove dias de paixão, camaradagem e surf inspirado com o Tokyo 2020 à vista.” Comentou, Fernando Aguirre, presidente da ISA.

Miyazaki vista aérea. Foto: NSA – ISA

Acessem o link abaixo do Vans apresenta ISA World Surfing Games 2019:

Home

Fonte: ISA
Reportagem: Edson Andrade
Edição: Edson Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72