TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa – Brazucas brilham nas “big-waves” portuguesas – Assistam ao vídeo!

Publicado por AdrenaNews 0

O Brasil voltou a brilhar nas competições de ondas grandes. Desta vez foram nas ondas de 40-50 pés da quinta-feira na Praia do Norte, em Nazaré pelo TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa em Portugal. Acessem ao link com o vídeo dos melhores momentos.

Line-up de Nazare, Portugal. Foto: Rémi Blanc – World Surf League

Lucas “Chumbo” Chianca, faturou os prêmios individual e de melhor equipe junto com o português Nic Von Rupp. Já entre as mulheres, Maya Gabeira ultrapassou a sua compatriota, Michelle des Bouillons na última bateria do dia. Lucas na sua bateria, mandou até um aéreo “alley-oop” incrível para conquistar o bicampeonato de melhor surfista e o tri de melhor equipe, desta vez com o português Nic Von Rupp e não com o havaiano Kai Lenny das outras duas vitórias.

Lucas Chianca em ação. Foto: Laurent Masurel – World Surf League

Lucas Chumbo liderou o ranking individual desde a primeira bateria, quando tirou a maior nota do evento (8,33) atacando o ponto mais crítico e fazendo um rasgadão impressionante numa onda gigantesca. Ele e Nic Von Rupp ainda aumentaram suas pontuações na segunda bateria que participaram, para confirmar o título do “Best Team Performance”. Chumbo ultrapassou o limite do impossível em ondas gigantes, ao arriscar e completar um aéreo “alley-oop” que ninguém nunca tinha ousado fazer em Nazaré.

Nic Von Rupp em ação. Foto: Laurent Masurel – World Surf League

“Fiquei muito feliz com minhas ondas e estou sempre querendo aprender mais para tentar melhorar meu surfe”, disse Lucas Chianca. “Estou superfeliz por ter vencido o prêmio de melhor performance individual e de melhor time também com o Nic (Von Rupp). O melhor de tudo é que tivemos uma ótima conexão na água. Eu nem precisava dizer nada. Ele ficava escolhendo ondas incríveis para mim e eu apenas surfava. Depois, eu tentava fazer o mesmo para ele”.

Maya Gabeira e Lucas Chianca. Foto: Laurent Masurel – World Surf League

Nas duas últimas edições do TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa, o brasileiro venceu esse prêmio de “Best Team Performance” formando dupla com Kai Lenny. No entanto, o havaiano recebeu um convite para participar da segunda etapa do World Surf League Championship Tour, que começa nesta sexta-feira em Sunset Beach e preferiu não viajar até Portugal. Nic Von Rupp também tinha ficado sem o seu parceiro do evento realizado em dezembro, o Pedro Scooby, que está no BBB. Então, o português se juntou ao Chumbo para conquistar o seu primeiro prêmio de campeão em Nazaré.

“A parceria com o Chumbo foi incrível”, destacou Nic Von Rupp. “Ele é um cara muito positivo, tem muita energia, é um surfista fantástico, sempre dando muita força e foi incrível competir junto com ele. Nós pegamos várias ondas boas e ele estava sempre torcendo por mim. Ele é um cara que fica sempre tentando superar seus próprios limites, então estou muito feliz por termos conseguido a vitória”.

TÍTULO FEMININO – A disputa pelo título individual feminino ficou entre as brasileiras, pois a francesa Justine Dupont, que venceu o prêmio de melhor performance em dezembro, lesionou o tornozelo esquerdo logo na primeira onda que pegou. Ela ficou com o pé preso na alça da prancha e não conseguiu surfar mais, encerrando cedo a sua participação junto com o português Antonio Laureano. As outras duas únicas mulheres eram do Brasil.

Justine Dupont em ação. Foto: Laurent Masurel – World Surf League

Michelle des Bouillons teve um desempenho impressionante, descendo algumas bombas gigantes com grande velocidade na dupla brasileira com Ian Cosenza. A carioca mostrou sua evolução dedicando muito tempo para surfar em Nazaré e conseguiu um melhor posicionamento no mar.

Michelle Des Bouillons em ação. Foto: Laurent Masurel – World Surf League

Michelle estava na frente até a última bateria do dia, quando Maya Gabeira usou a sua paciência e experiência, para conseguir a nota que precisava para vencer o prêmio de melhor performance feminina do TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge. O francês Pierre Caile foi o parceiro de time da Maya esse ano.

Maya Gabeira em ação. Foto: Rémi Blanc – World Surf League

“Foi um dia muito difícil, uma verdadeira montanha russa”, disse Maya Gabeira. “Nós levamos uma surra do mar no início da nossa primeira bateria e senti uma sensação bem ruim na coluna. Antes da minha bateria, eu vi a Justine (Dupont) se machucar, depois o Antonio (Silva), agora o Jamie (Mitchell), então a vibe não estava muito boa lá dentro. Mas, apesar de todo o estresse, segui surfando e fiquei muito feliz por ter o Pierre (Caile) no jet-ski comigo. Ele arrasou e esta foi a minha primeira vitória individual aqui em Nazaré, onde dediquei a maior parte da minha vida”.

PRÊMIO JOGOS SANTA CASA – O australiano Jamie Mitchell, citado por Maya Gabeira, fez dupla com o chileno Rafael Tapia. Ele foi quem mais ameaçou o bicampeonato de Lucas Chianca, ficando em segundo lugar nos rankings de melhor performance individual e de melhor equipe. O australiano começou bem, com notas 6,83 e 6,00 na sua primeira bateria. Depois, ele entrou na última do dia para tentar superar a pontuação do Lucas Chianca.

Jamie Mitchell em ação. Foto: Laurent Masurel – World Surf League

Nos minutos finais, Rafael Tapia o colocou numa esquerda gigante, Jamie Mitchell arriscou um tubo insano de backside e a onda o derrubou. Ele sofreu uma lesão nas costas, a equipe médica o atendeu em Nazaré e logo foi encaminhado para o hospital. O australiano não conseguiu tirar o título do brasileiro, mas ficou com o prêmio especial de “Most Committed Award” dos Jogos Santa Casa, de maior comprometimento do dia.

FORMATO DA COMPETIÇÃO: O TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa é um evento especial de tow-in, com 18 convidados formando 9 duplas. As equipes foram divididas em três grupos com três em cada. Cada grupo participou de duas baterias com 60 minutos de duração, com os componentes da equipe se alternando em surfar a onda e pilotar o jet-ski. Todos têm que mostrar suas habilidades em surfar e pilotar.

As duas melhores ondas de cada surfista, após as duas baterias, são computadas para uma pontuação total individual, com a maior nota recebida sendo dobrada. Então, a pontuação máxima de cada surfista é de 30 pontos, se conseguir somar duas notas 10. Quatro prêmios foram disputados no TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa: os individuais de “Best Performance” masculina e feminina, o do “Best Team Performance” para a melhor equipe e o “Most Committed Award” oferecido por Jogos Santa Casa para o surfista com maior comprometimento do dia.

ASSISTAM AO VÍDEO CLICANDO NO PLAYER ABAIXO:

Highlights | TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge presented by Jogos Santa:

TUDOR NAZARÉ TOW SURFING CHALLENGE 2022:

Best Team Performance – classificação por equipes:

1: Lucas Chianca (BRA) e Nic Von Rupp (PRT) = 35,36 pontos
2: Jamie Mitchell (AUS) e Rafael Tapia (CHL) = 33,13 pontos
3: Andrew Cotton (ING) e Will Skudin (EUA) = 32,40 pontos
4: Maya Gabeira (BRA) e Pierre Caley (FRA) = 25,90 pontos
5: Rodrigo Koxa (BRA) e Eric Rebiere (FRA) = 25,48 pontos
6: Michelle des Bouillons (BRA) e Ian Cosenza (BRA) = 21,57 pontos
7: João de Macedo (PRT) e Antonio Silva (PRT) = 19,84 pontos
8: Justine Dupont (FRA) e Antonio Laureano (PRT) = 4,34 pontos
9: Axi Muniain (ESP) e Francisco Porcella (ITA) = 0,00

Men´s Best Performance – classificação individual masculina:

01: Lucas Chianca (BRA) – 8,33×2 + 4,40 = 21,06 pontos
02: Jamie Mitchell (AUS) – 6,83×2 + 6,00 = 19,66
03: Andrew Cotton (ING) – 6,50×2 + 5,50 = 18,50
04: Nic Von Rupp (PRT) – 4,90×2 + 4,50 = 14,30
05: Pierre Caley (FRA) – 4,93×2 + 4,33 = 14,19
06: Eric Rebiere (FRA) – 4,83×2 + 4,53 = 14,19
07: Will Skudin (EUA) – 4,90×2 + 4,10 = 13,90
08: Rafael Tapia (CHL) – 4,67×2 + 4,13 = 13,47
09: João de Macedo (PRT) – 4,67×2 + 2,83 = 12,17
10: Rodrigo Koxa (BRA) – 3,83×2 + 3,63 = 11,29
11: Ian Cosenza (BRA) – 4,07×2 + 2,70 = 10,84
12: Antonio Silva (PRT) – 2,90×2 + 1,87 = 7,67
13: Antonio Laureano (PRT) = 0,00
14: Axier Muniain (ESP) = 0,00
15: Francisco Porcella (PRT) = 0,00

Women´s Best Performance – classificação individual feminina:

1: Maya Gabeira (BRA) – 3,97×2 + 3,77 = 11,71 pontos
2: Michelle des Bouillons (BRA) – 3,70×2 + 3,33 = 10,73 pontos
3: Justine Dupont (FRA) – 2,17×2 + 0,00 = 4,34 pontos

RESULTADOS DAS BATERIAS NA QUINTA-FEIRA:

1.a bateria – Grupo A:

Equipe vermelha: Lucas Chianca (BRA) = 8,33×2 + 3,17
Equipe vermelha: Nic Von Rupp (PRT) = 4,50 + 3,73
Equipe marrom: Andrew Cotton (ING) = 5,50 + 4,23
Equipe marrom: Will Skudin (EUA) = 3,33 + 2,33
Equipe azul clara: Justine Dupont (FRA) = 2,17×2 + 0,00
Equipe azul clara: Antonio Laureano (PRT) = 0,00 + 0,00

2.a bateria – Grupo B:

Equipe rosa: Rodrigo Koxa (BRA) = 3,83 + 3,63
Equipe rosa: Eric Rebiere (FRA) = 2,80 + 2,33
Equipe azul: Ian Cosenza (BRA) = 4,07×2 + 2,70
Equipe azul: Michelle des Bouillons (BRA) = 3,00 + 2,77
Equipe verde: Axi Muniain (ESP) e Francisco Porcella (ITA) não competiram

3.a: bateria – Grupo C:

Equipe amarela: Jamie Mitchell (AUS) = 6,83×2 + 6,00
Equipe amarela: Rafael Tapia (CHL) = 4,67×2 + 3,87
Equipe preta: Pierre Caley (FRA) = 4,93×2 + 2,67
Equipe preta: Maya Gabeira (BRA) = 3,97×2 + 2,73
Equipe roxa: João de Macedo (PRT) = 4,67×2 + 2,83
Equipe roxa: Antonio Silva (PRT) = 2,90×2 + 1,87

4.a bateria – Grupo A:

Equipe vermelha: Lucas Chianca (BRA) = 4,40 + 3,40
Equipe vermelha: Nic Von Rupp (PRT) = 4,90×2 + 4,30
Equipe marrom: Will Skudin (EUA) = 4,90×2 + 4,10
Equipe marrom: Andrew Cotton (ING) = 6,50×2 + 4,77
Equipe azul clara: Justine Dupont (FRA) e Antonio Laureano (PRT) não competiram

5.a bateria – Grupo B:

Equipe rosa: Eric Rebiere (FRA) = 4,83×2 + 4,53
Equipe rosa: Rodrigo Koxa (BRA) = 2,07 + 1,83
Equipe azul: Michelle des Bouillons (BRA) = 3,70×2 + 3,33
Equipe azul: Ian Cosenza (BRA) = 2,63 + 0,00
Equipe verde: Axi Muniain (ESP) e Francisco Porcella (ITA) não competiram

6.a: bateria – Grupo C:

Equipe amarela: Jamie Mitchell (AUS) = 5,17 + 2,27
Equipe amarela: Rafael Tapia (CHL) = 4,13 + 3,33
Equipe preta: Pierre Caley (FRA) = 4,33 + 3,07
Equipe preta: Maya Gabeira (BRA) = 3,77 + 1,83
Equipe roxa: João de Macedo (PRT) = 0,00 + 0,00
Equipe roxa: Antonio Silva (PRT) = 0,00 + 0,00

RED BULL FECHA PARCERIA COM O WSL BIG WAVE – A partir de 2022, a Red Bull passa a ter exclusividade para a transmissão de streaming ao vivo dos eventos do WSL Big Wave. A Red Bull possui uma rica história no surfe de quase 25 anos patrocinando atletas, eventos de ação extrema e firmou uma parceria global de 3 anos com a World Surf League, para seguir fortalecendo e solidificando sua presença no surfe. O TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa foi transmitido ao vivo pela Red Bull TV e pelo WorldSurfLeague.com.

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE: Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surf do mundo. Uma empresa global de esportes, mídia e entretenimento, a WSL supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, empresa que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo.

Com sede em Santa Monica, Califórnia, a WSL possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surf profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave.

Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de televisão sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo da WSL, são distribuídos na televisão linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídia digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System.

A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo.

O TUDOR Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa foi realizado com patrocínio do TUDOR, Jogos Santa Casa, Red Bull, Corona, Hertz, MEO, Portuguese Waves, Visit Portugal, Oeste Portugal e Prefeitura Municipal de Nazaré.

Mais informações sobre o surfe mundial no www.worldsurfleague.com e notícias em português no www.wsllatinamerica.com 

Reportagem: João Carvalho – World Surf League

Edição Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas