SuperSurf Experience 2021 – Campeonato amador virtual de surf.

Publicado por AdrenaNews 89 views0

No próximo dia 28 as 19 horas o SuperSurf Experience 2021, promoverá seu primeiro Webinário, que será oferecido online e gratuitamente aos interessados.

As ondas aguardam as performances dos atletas. Foto: Divulgação

É com muito entusiasmo que apresentaremos várias entrevistas sobre o desenvolvimento de carreira, capacitação e o life style. Você não pode ficar de fora dessa. Muito além de um campeonato amador de surf, nosso evento contará com grandes nomes do esporte como Chloé Calmon, Fabio Gouveia, Claudinha Gonçalves, Aleko Stergiou entre outros passando suas experiências a longo de suas carreiras.

Ainda não garantiu sua vaga no nosso campeonato virtual de surf. Então corra porque ainda da tempo de se inscrever. Se liguem nas datas, as inscrições poderão ser realizadas até o dia 15/02 e o evento acontecerá nos dias 25/02 a 07/03. O bicampeão Catarinense de surf Luan Silveira, já confirmou a sua presença.

Luan Silveira em ação. Foto: Divulgação – Arquivo pessoal

Além de Luan, Yasmin Dias, grande campeã da primeira etapa, Kailani Renno, Keoni Renno, Miguel Leal, confirmaram suas presenças na segunda etapa do Supersurf Virtual que acontece de 25.02 a 07.03.

Yasmin Dias em ação. Foto: Divulgação – Arquivo pessoal

INSCRIÇÕES:

As inscrições estão abertas para masculino e feminino, nas categorias amadoras: SUB12, SUB14, SUB16 e SUB18 masculino e feminino.

COMO FUNCIONA:

Serão 04 Fases, Somente atletas brasileiros podem se inscrever. Envio de 05 ondas em vídeo. Os vídeos poderão ser de qualquer praia do Brasil, desde que filmados dentro da janela de captação. Os atletas registram em vídeo suas ondas durante a janela de captação e identificam quais as ondas concorrerão para cada fase.

HISTORIA:

Criado em 2000 com o objetivo de levar ao público jovem entretenimento e com a missão de criar novos ídolos do esporte, o Super Surf foi o maior circuito nacional do mundo até 2009. Ainda fez parte da segunda divisão do surf mundial por dois anos, ajudando muito o surf brasileiro no seu desenvolvimento. Os eventos nacionais que tinham premiações entre R$ 15 e $30 mil reais, passaram a premiar os surfistas com R$ 100 mil por etapa. Eram 6 eventos a cada ano com muito glamour e divulgação.

Surfistas já consagrados deixavam de correr etapas do circuito mundial para correr o Super Surf, algo inimaginável nos dias de hoje. O Super Surf foi a grande referência para a geração de Adriano de Souza, Gabriel Medina, Italo Ferreira, Filipe Toledo, Miguel Pupo e tantos outros. Dizem alguns especialistas que foi o responsável pela formação do Brazilian Storms.

Reportagem:  Edson “Adrena” Andrade (Fonte: SuperSurf )

Edição: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72