STU National 2022 – Sábado de definições dos finalistas no street e no park.

Publicado por AdrenaNews 0

O sábado pelo STU National, foi o dia das semifinais nas modalidades park e street nas categorias feminino e masculino na maior pista de skate da América Latina, construída na Orla do Guaíba e que tem recebido um público excepcional.

Giovanni Vianna em ação. Foto: Júlio Detefon – STU

Todas as finais da segunda etapa do STU National serão transmitidas ao vivo pelo SporTV e pelo Tik Tok (@skatetotalurbe), neste domingo.

O dia começou com as semis femininas da modalidade park, pelo menor número de competidoras, as competidoras estrearam neste sábado com destaque para a jovem paulista de Santo André, Raicca Ventura de apenas 15 anos, campeã da primeira etapa, em Criciúma, Santa Catarina. Ela fez a maior nota entre as 18 skatistas e avançou para a final deste domingo com um 59,33 – nesta fase, cada uma tem direito a três voltas de 45 segundos, valendo a melhor delas.

Raicca Ventura em ação. Foto: Pablo Vaz – STU

Outro grande destaque do dia foi uma das skatistas que correm em casa, nitidamente com a torcida a favor. Bastava o nome da gaúcha Sofia Godoy, natural de Campo Bom, de apenas 13 anos, ser anunciado nos alto falantes para a galera presente ir à loucura. O que a motivou logo na sua primeira volta, quando garantiu um 54,07, que a conduziu para a final com a terceira melhor nota. Ela parecia não acreditar.

Sofia Godoy em ação. Foto: Pablo Vaz – STU

“Por eu ser daqui, treinei muito nessa pista e consegui uma volta boa. Nesse último mês, vim aqui na Orla de três a quatro vezes por semana. Mas admito que não esperava uma colocação tão boa. Ao final da primeira volta, estava em primeiro e me emocionei. Na segunda volta, a Raicca me passou e, na verdade, pegou o lugar que é dela, por estar andando num nível muito alto. Estou feliz pelo que fiz e é muito legal mostrar meu skate para todos meus amigos que vieram me ver”, disse Sofia, de apenas 13 anos.

As semis do street masculino foram iniciadas no fim da manhã com Giovanni Vianna avançando para a final com a melhor nota do dia, uma história de superação que valoriza ainda mais o resultado obtido por Giovanni de 21 anos, natural de Santo André . Exatamente neste sábado, completam oito meses da cirurgia que fez no joelho esquerdo, fruto de uma lesão no ligamento cruzado. Só voltou a andar de skate há um mês. Felicidade e satisfação resumiam bem seu sentimento após as semifinais, nas quais conquistou a maior nota (231,89) – nesta fase, cada skatista tem direito a duas voltas de 45 segundos mais quatro manobras (vale a melhor volta e as duas melhores manobras).

“Que dia é hoje? Então… Faz oito meses que realizei minha cirurgia, ainda não tinha disputado nenhuma competição desde que voltei a andar de skate. Por isso, o resultado até me surpreendeu um pouco, apesar de estar me sentindo bem. Consegui fazer o que eu queria e vou mostrar mais coisas diferentes na final para tentar impressionar os árbitros. Estou muito feliz de ter chegado até aqui, e a final será da hora, só com parceiros”, vibrou Giovanni, que tinha na torcida sua tia e dois primos gaúchos, todos de Cachoeirinha.

Nas semifinais, cada skatista tem direito a três voltas de 40 segundos cada, valendo sempre a melhor. E o curitibano Luigi Cini tratou logo de aproveitar da melhor maneira a sua primeira volta, tirando uma nota 85,00 que nenhum outro dos 15 skatistas conseguiria tirar. Ao término das duas baterias e da confirmação de que avançara para a final com a maior nota, ele revelou que por muito pouco não desistiu de disputar a etapa devido a uma lesão.

Luigi Cini em ação. Foto: Pablo Vaz – STU

“Cheguei aqui no domingo e, logo no primeiro treino, machuquei o meu joelho. Tive que passar a semana toda só fazendo fisioterapia, sem poder ir para a pista. Todos treinando e eu, no gelo. Só voltei a treinar ontem. Cheguei a pensar no pior, em desistir, voltar para casa, achando que não teria jeito. Mas tive minha namorada, meus pais, meus amigos e meu fisioterapeuta ao meu lado, me incentivando e me colocando pra cima, e por isso estou aqui”, relatou Luigi.

E até revelou, como uma forma de desabafo, que registrou toda aquela sua decepção e descontentamento momentâneos num pedaço de papel. E aquilo, de certa forma, também lhe deu forças.

“Até escrevi num caderno, um diário mesmo, que eu estava bem frustrado com o que tinha acontecido e o que eu poderia fazer. E, durante todo esse tempo parado, sem poder treinar, mentalizei a minha volta e tive calma para executá-la hoje. Pensei muito nela, tinha tudo na minha cabeça. Mais uma vez, só tenho a agradecer a quem esteve ao meu lado. Temos que acreditar no coração”, emendou Luigi, que faz parte da seleção brasileira e afirmou que este foi apenas mais um degrau para chegar a tal sonhada Olimpíada.

A competição no street feminino varou a noite em Porto Alegre, devido ao atraso causado pela chuva, que caiu à tarde na capital gaúcha.Os torcedores que ainda se aglomeravam nas arquibancadas do complexo de skate da Orla do Guaíba puderam ver Gabi Mazetto brilhar e também se garantir com a melhor volta e as manobras mais radicais.

No Street feminino, que nesta segunda etapa conta com as ausências de três dos principais nomes da modalidade (Rayssa Leal, Pâmela Rosa e Virgínia Fortes Águas, esta lesionada), quem dominou a pista já na noite fria deste sábado foi Gabi Mazetto, terceiro lugar em Criciúma (SC), que abriu o calendário 2022 do circuito brasileiro de skate. Com a nota 103,13, a paulista de Praia Grande avançou em primeiro para a final deste domingo.

Gabi Mazetto em ação. Foto: Júlio Detefon – STU

“Hoje o dia foi longo. Apesar do frio, foi bem legal e divertido. Por causa da chuva, a competição acabou terminando bem mais tarde. Mas é assim mesmo. O que importa é curtirmos o evento e sempre darmos o nosso melhor. Tudo pelo skate. Muito legal a vibração da galera aqui em Porto Alegre, que ficou com a gente o tempo todo. Esperamos esse mesmo clima e essa vibe positiva amanhã. E que seja uma final bonita”, disse Gabi Mazetto, sempre na presença do marido e da filha Liz.

RESULTADO PARK MASCULINO:
(os 8 classificados para a final)

1 – Luigi Cini – 85,00
2 – Pedro Carvalho – 81,00
3 – Gui Khury – 80,00
4 – Kalani Konig – 78,67
5 – Pedro Quintas – 77,93
6 – Victor Ikeda – 71,67
7 – André Mariano – 70,07
8 – Luiz Francisco – 67,00

RESULTADO PARK FEMININO:
(as 8 classificadas para a final)

1 – Raicca Ventura – 59,33
2 – Yndiara Asp – 56,00
3 – Sofia Godoy – 54,07
4 – Dora Varella – 52,00
5 – Marina Brauner – 51,33
6 – Érica Leguizamon – 47,17
7 – Victoria Bassi – 46,80
8 – Camila Borges – 46,67

RESULTADO STREET MASCULINO:
(os 8 classificados para a final)

1 – Giovanni Vianna – 231,89
2 – Gabryel Aguilar – 231,17
3 – João Lucas Alves – 225,59
4 – Abner Pietro – 216,30
5 – Elton Melonio – 206,79
6 – Felipe Nunes – 201,32
7 – Julio Zanotti – 195,73
8 – Kleber Fabiano – 187,22

RESULTADO STREET FEMININO:
(as 8 classificadas para a final)

1 – Gabi Mazetto – 103,13
2 – Carla Karolina – 98,31
3 – Kemily Suiara – 92,31
4 – Isabelle Menezes – 70,76
5 – Atali Mendes – 69,09
6 – Rafaela Murbach – 64,95
7 – Tascyla Lopes – 62,55
8 – Daniela Vitória – 62,53

PROGRAMAÇÃO:

29/05 (domingo):

9h às 9h35 – Treino livre Park masculino
9h às 11h30 – Treino livre Street feminino
11h30 – Paraskate Park masculino (ao vivo no Tik Tok)
13h às 14h02 – Final Park feminino (ao vivo no SporTV)
14h15 às 15h30 – Final Street masculino (ao vivo no SporTV)
15h30 às 15h47 – Super Final Street masculino (ao vivo no SporTV)
16h às 17h02 – Final Park masculino (ao vivo no SporTV)
17h10 às 18h25 – Final Street feminino (ao vivo no SporTV)
18h25 às 18h42– Super Final Street feminino (ao vivo no SporTV)

Siga as nossas redes:

Instagram: @skatetotalurbe
TikTok: @skatetotalurbe
Linkedin: @skate-total-urbe

Sobre o BV, o banco do skate brasileiro: O STU segue na proposta de investir no esporte como forma de contribuir para as mudanças sociais. E, nesta empreitada, conta com parceria do banco BV, que apresenta os eventos da plataforma. O Banco BV entrou no esporte brasileiro em 2018 com o apoio a atletas renomados, entre eles Bob Burnquist. Foi com este ícone do esporte mundial que o banco começou sua relação com o skate, com a reforma de pistas públicas pelo país.

Depois, apoiou o principal circuito profissional de skate do Brasil, o STU Qualifying Series, em 2019, e foi patrocinador dos Mundiais de Skate Street e Park, realizados em São Paulo no mesmo ano. Além disso, patrocina os atletas de alto rendimento Kelvin Hoefler, Pâmela Rosa, Yndiara Asp e Murilo Peres. Agora, o banco dá mais um passo com o patrocínio máster do STU, principal plataforma esportiva e comportamental especializada em skate do mundo. O patrocínio será feito com recursos próprios e o banco pretende se conectar ainda mais com o público jovem, que já usa a conta digital BV. Dessa forma, o banco diversifica suas linhas de negócio e contribui para a popularização e profissionalização do skate.

Sobre a Monster Energy: Localizada em Corona, Califórnia (EUA), a Monster Beverage Corporation (NASDAQ: MNST) se dedica a criar bebidas de alta qualidade desde 2002. No Brasil, a empresa tem distribuição pelo sistema Coca-Cola e está presente no país há 11 anos.

Reconhecida pelo lifestyle cheio de atitude e personalidade, a empresa valoriza o esporte nacional, apoiando diversos atletas e participando ativamente de eventos de action sports, música, e-sports, entre outros. Globalmente, o portfólio da empresa conta com marcas como Reign Total Body FuelTM high performance energy drinks, NOS® energy drinks, Monster Energy® energy drinks, Monster Energy Ultra® energy drinks, Monster MAXX® maximum strength energy drinks, Java Monster® non-carbonated coffee + energy drinks, Espresso Monster® noncarbonated espresso + energy drinks, Caffé Monster® noncarbonated energy coffee drinks, Monster Rehab® non-carbonated energy drinks, Muscle Monster® energy shakes, Monster Hydro® energy drinks, Full Throttle® energy drinks, Burn® energy drinks, Samurai® energy drinks, Relentless® energy drinks, Mother® energy drinks, Power Play® energy drinks, BU® energy drinks, Nalu® energy drinks, BPM® energy drinks, Gladiator®.

Sobre a Plataforma STU: O STU celebra a essência do skate, promovendo as principais competições de Street e Park da América Latina e do mundo, com os maiores nomes da atualidade, estimulando o desenvolvimento de cenas nacionais da cultura urbana, e gerando um impacto socioeconômico positivo e transformador por todo o Brasil, por meio de ações de inclusão social e construção e reformas de pistas. A plataforma iniciou em 2017 e explodiu em 2018, com a consolidação do circuito brasileiro de skate até a formação da seleção brasileira, em 2019. Um marco na história do esporte, potencializando esse novo momento de representatividade nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Em 2021, foi criado o STU On Tour, campeonato digital e presencial, que se tornou um grande sucesso e revelou novos talentos da cena nacional. E o ano se encerrou com o STU OPEN RIO, com cobertura ao vivo no Tik Tok e no SporTV. Sucesso que se refletiu na Web: mais de 3 bilhões de páginas visitadas com mídias sobre o evento. Muito mais que esporte, o STU acredita que o skate é rua, música, arte e estilo de vida. Um conceito de valorização das mais diversas manifestações urbanas regionais, para garantir ainda mais visibilidade à cena da cultura local, encontrada nas cidades por onde os eventos passam.

O STU National de Porto Alegre, que será realizado de sexta a domingo, conta com patrocínio do Banco BV, que apresenta a Plataforma STU, e da Monster Energy. e tem como Media Partner o Tik Tok. É chancelada pela Confederação Brasileira de Skate (CBSk) E ainda tem apoio de Fruki, Dropdead e Matriz. A Cervejaria Tiger é a cerveja oficial do evento.

Reportagem: Erich Onida – SMG Brasil

Edição Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas