Street League Skateboarding – Começa nesta sexta-feira as quartas de final do Mundial de Skate Street

Publicado por AdrenaNews 0

O skate do Brasil passou pelas classificatórias globais do World Skate Street League Skateboarding World Championship com cinco atletas garantindo vaga para as quartas de final – serão 12 brasileiros no total. Marina Gabriela, Ariadne Souza, Karen Feitosa e Isabelle Menezes e Lucas Rabelo avançaram nas disputas desta quinta (19), no Parque do Anhembi.

Karen Feitosa em ação. Foto: Julio Detefon – CBSk

“Acertei todas as minhas manobras. Acabei ficando um pouco nervosa, mas consegui fazer o que eu queria”, afirma Marina Gabriela, brasileira mais bem colocada, com o 5º lugar. “Minha primeira vez competindo no Street League, no global, e consegui me classificar para as quartas. Agora é só focar e fazer o que eu sei fazer de melhor. Valeu pela torcida de todo mundo”, completa Ariadne Souza.

Ariadne Souza em ação. Foto: Julio Detefon – CBSk

No feminino, as quatro se juntam a Virgínia Fortes Águas (9ª do ranking mundial), Gabriela Mazetto (15ª) e Isabelly Ávila (16ª), que já estavam entre as pré-classificadas para as disputas desta sexta (20), a partir das 11h, no Parque do Anhembi, em São Paulo. Pamela Rosa (1ª do ranking mundial), Rayssa Leal (2ª) e Leticia Bufoni (3ª), estão asseguradas na semifinal, sábado (21), por estarem entre os quatro melhores do ranking mundial.

Marina Gabriela em ação. Foto: Julio Detefon – CBSk

Das cinco brasileiras que entraram nas disputas, quatro seguem na competição. Marina Gabriela foi a mais bem colocada, avançando com a 5ª posição. Ariadne Souza ficou com o 10º lugar, seguida de Karen Feitosa (12ª) e Isabelle Menezes (15ª). Jessica Hoefler (36ª) também esteve nas disputas desta quinta, mas não conseguiu avançar entre as 21 melhores.

Classificatórias masculina:

Lucas Rabelo (20º) foi o único brasileiro que avançou nas classificatórias globais. Além dele, Tiago Lemos (36º), Luan de Oliveira (43º), Mike Dias (44º), Patrik Mazzuchini (58º), Rodil Ferrugem (60º), Danilo do Rosario (75º), Silas Ribeiro (82º), Lucas Alves (85º), Rogerio Febem (90º) e Lehi Leite (95º) não conseguiram passar entre 21 mais bem colocados. Lucas Xaparral, com uma forte amidalite, não pôde competir. Kelvin Hoefler (4º) têm lugar assegurado na semifinal, sábado (21), por estar entre os quatro melhores do ranking mundial.

Lucas Rabelo em ação. Foto: Julio Detefon – CBSk

Trinta e seis skatistas entram em cena nesta sexta-feira em busca de uma vaga na semifinal do Mundial de Skate Street, etapa final da Street League Skateboarding (SLS), que se realiza até domingo, 22, em São Paulo. Nesta quinta-feira, atletas de dez países entre os quais brasileiros passaram pelas baterias do torneio classificatório e se juntam aos 16 pré-classificados pelo ranking mundial.

O Mundial de São Paulo distribui a maior pontuação da temporada 2019. Quem vencer domingo na pista montada no Pavilhão de Exposições do Anhembi, além de campeão do mundo, somará 80 mil pontos no ranking que definirá em maio quem estará em Tóquio 2020. Ainda há ingressos para a semifinal no sábado, 21. As finais já estão esgotadas. Os ingressos estão à venda no site https://www.eventim.com.br

Isabelle Menezes em ação. Foto: Julio Detefon – CBSk

Mesmo que o evento seja aberto ao público apenas no sábado e no domingo, o clima nesta quinta-feira no Anhembi já foi de disputas acirradas na pista. Fora da área de competição, os principais nomes da modalidade street deram o ar da graça por aqui. Os top cinco do mundo aproveitaram para reencontrar os amigos e fazer o reconhecimento da pista, considerada uma das mais difíceis das últimas três temporadas, na opinião de Kelvin Hoefler, quarto do mundo e número um do Brasil. “Gosto muito de obstáculos grandes como esses. A pista está desafiadora, sem dúvida, mas gosto dos obstáculos mais altos como teremos aqui em São Paulo neste fim de semana”, disse Kelvin.

Para Letícia Bufoni, a terceira do ranking mundial e uma das principais skatistas do Brasil, competir em casa é sempre muito bom. “A pressão também é grande, mas isso faz com que a gente tenha mais força para dar o melhor”, falou a paulista que vive hoje em Los Angeles, a meca do skate. Sobre estar em Tóquio 2020, Letícia revelou: “É um sonho conseguir o mérito de fazer parte da primeira edição do skate em Jogos Olímpicos. As olímpiadas vão mudar o skate brasileiro porque tanto os homens quantos as mulheres têm nível para conseguir uma vaga e consequentemente brigar por uma medalha”, disse Letícia, que entra em cena apenas na semifinal da competição ao lado Pâmela Rosa, atual número um e Rayssa Leal, a número dois.

O evento é aberto ao público nos dias 21 e 22 de setembro, quando serão disputadas a semifinal e final. O Pavilhão de Exposições do Anhembi tem capacidade para receber até 8 mil pessoas por dia. Segundo Marcelo Hargreaves, Diretor de Marketing da Effect Sport, organizadora da competição que vale vaga para Tóquio 2020 e de onde sairá o campeão mundial de 2019, houve cuidado em proporcionar aos melhores skatistas do mundo uma pista de alto nível técnico, projetada pela California Skatepark, empresa que também assinará o traçado projeto olímpico. “O street é uma modalidade democrática que traz elementos urbanos como os corrimãos, escadarias para o cenário da competição. Nessa pista não poderia ser diferente”, explicou Marcelo.

Serviço:

Campeonato Mundial Etapa São Paulo – Street League Skateboarding
De 18 a 22 de setembro (ingressos para os dias 21 e 22 de setembro)
Pavilhão de Exposições do Anhembi
Abertura dos portões às 13h, no dia 21 e no dia 22/09.
Ingressos: https://www.eventim.com.br

Programação:

SEXTA – 20/09 – QUARTAS DE FINAL FEMININA E MASCULINA

8:h / 9h30 – Treinos – Quartas de final Feminino – Sessão 1 (18 skatistas)
10h / 18h – CREDENCIAMENTO IMPRENSA – PORTÃO 3 (ACESSO AO PAVILHÃO)
9h30 / 11h – Treinos – Quartas de final Feminino – Sessão 2 (18 skatistas)
11h / 14h30 – Quartas de final Feminino (26 skatistas; 16 avançam para semifinal)
14h30 /16h – Treinos – Quartas de final Masculino – Sessão 1 (18 skatistas)
16h / 17h30 – Treinos – Quartas de final Masculino – Sessão 2 (18 skatistas)
17h30/21h – Quartas de final Masculina (26 skatistas; 16 avançam para semifinal)

SÁBADO – 21/09 – SEMIFINAL – FEMININA E MASCULINA

10h / 12h – Treinos – Semifinal Masculina
12h / 14h – Treinos – Semifinal Feminina
13h – Abertura da Arena para o público
14h / 14h30 Treinos – Semifinal Feminina bateria 3 e 4
14h30 / 15h – Treinos – Semifinal Feminina bateria 1 e 2
15h / 17h30 – Semifinal Feminina (24 skatistas; 8 avançam para final)
17h30 / 18h – Treinos – Semifinal Masculina bateria 3 e 4
18h / 18h30 – Treinos – Semifinal Masculina bateria 1 e 2
18h30 / 21h – Semifinal Masculina (24 skatistas – 8 avançam para final)

DOMINGO – 22/09 – SUPER CROWN FINAL – FEMININA E MASCULINA

10h30 / 12h – Treinos – Finalistas Masculino
12h / 14h – Treinos – Finalistas Feminino
13h – Abertura da Arena para o público
14h / 15h30 – Super Crown Final Feminina
15h30 / 15h45 – Invervalo
15h45 / 16/30 – Treinos – Finalistas Masculino
16h30 / 18h – Super Crown Final Masculina
18h – Cerimônia de premiação Feminina e Masculina

*CRONOGRAMA SUJEITO A ALTERAÇÃO

A etapa final do Campeonato Mundial da Street League Skateboarding (SLS) é organizada pela Effect Sport, com apoio da BV e da Prefeitura de São Paulo por meio da Secretaria Municipal de Turismo.

Reportagem: Valeria Corbucci – Média Guide e Rafael Miramoto – CBSk

Edição: Edson Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72