Skate nos Jogos Olímpicos – Nesta quarta-feira, será a vez do masculino. Na terça-feira, foi a vez das meninas.

Publicado por AdrenaNews 0

Na manhã desta quinta-feira no Ariake Parque, noite de quarta-feira a partir das 21 horas, pelo fuso brasileiro, será a vez da Seleção de Park masculino competir nos Jogos de Tóquio.

Pedro Barros em ação. Foto: Julio Detefon – CBSk

Será muito difícil fazer qualquer tipo de previsões em quais serão os oito classificados para a grande final, já que as disputas nas eliminatórias prometem ser acirradas. Fiquem de olho nos brasileiros, Luiz Francisco, Pedro Barros e Pedro Quintas e também nos norte-americanos: Heimana Reynolds, Zion Wright e Cory Juneau

Luizinho Francisco, Heimana Reynolds e Pedro Quintas. Foto: Julio Detefon – CBSk

“Pelo menos 13 skatistas andam num nível muito parecido. Algo bom para nós é que as dimensões da pista são grandes, e isso favorece o Pedro Barros, que tem grandes chances de trazer medalha. Mas o Luizinho [Luiz Francisco] e o Pedro Quintas também têm chances de pegar pódio”, comentou. Sandro Dias, skatista profissional nas modalidades vert e park e que também diretor de competições da CBSk

Luizinho Francisco em ação. Foto: Julio Detefon – CBSk

Assim como no Street, o Park conta com 20 skatistas por categoria (feminino e masculino) nas Olimpíadas. As disputas serão divididas em preliminares e final (8 melhores), com as duas fases acontecendo no mesmo dia. No total, serão dois dias de competição (um para cada categoria). Nas classificatórias e na final, cada skatista terá direito a 3 voltas de 45 segundos, valendo como pontuação final a volta de maior nota.

Pedro Quintas em ação. Foto: Julio Detefon – CBSk

Cronograma de disputas:

Masculino – Quarta-feira – 4 de agosto – BRA

21h – Bateria 1:
Rune Glifberg – Dinamarca
Ivan Federico – Itália
Heimana Reynolds – Estados Unidos
Andy Anderson – Canadá
Zion Wright – Estados Unidos

21h42 – Bateria 2:
Danny Leon – Espanha
Jaime Mateu – Espanha
Tyler Edtmayer – Alemanha
Alessandro Mazzara – Itália
Pedro Quintas – Brasil

22h24 – Bateria 3:
Kieran Woolley – Austrália
Luiz Francisco – Brasil
Dallas Oberholzer – África do Sul
Steven Piniero – Porto Rico
Vincent Matheron – França

23h06 – Bateria 4:
Ayumu Hirano – Japão
Oskar Rozenberg – Suécia
Pedro Barros – Brasil
Cory Juneau – Estados Unidos
Keegan Palmer – Austrália

Final:
00h30 – Bateria única

Dora Varella, Yndiara Asp e Isadora Pacheco entram para o grupo de skatistas olímpicas

O Brasil chegou à final feminina do skate park da Olimpíada de Tóquio (Japão), porém Dora Varella e Yndiara Asp ficaram fora do pódio, na madrugada desta quarta-feira (4) no Parque de Esportes Urbanos de Ariake. Entre as oito participantes da grande decisão, Dora Varella ficou na 7ª posição, com 40,42 pontos que alcançou em sua primeira volta. Já Yndiara Asp terminou em oitavo na última posição, com 37,34 pontos.

Dora Varella em ação. Foto: Julio Detefon – CBSk

“Foi uma sensação que em nenhum campeonato que já participei eu senti”, destaca Dora Varella. “É incrível poder representar o Brasil e poder representar o skate”, comenta a skatista.

O ouro e prata, ficaram com as atleta do Japão. Sakura Yosozumi de 19 anos, com 60,09 pontos conquistou o ouro. Já sua compatriota Kokona Hiraki, de apenas 12 anos, que conseguiu 59,04 terminou com a prata. Já a terceira posição ficou com a sensação britânica, Sky Brown, de 13 anos, que nasceu no Japão, mas compete pela Grã-Bretanha, que em sua primeira volta somou 56,47 pontos, conquistando o bronze.

Kokona HirakiSakura Yosozumi e Sky Brown. Foto: Bryce Kanights – World Skate Skateboarding

Dora conseguiu sua melhor nota na primeira descida com 40.42 e finalizou a disputa na sétima colocação. Ela sofreu uma queda logo no início da segunda volta e também errou uma manobra na terceira e última apresentação. Já Yndiara Asp, só completou a primeira volta e somou apenas 37.34. Ela caiu nas duas tentativas seguintes e ficou na oitava colocação.

Yndiara Asp em ação. Foto: Julio Detefon – CBSk

“Estou muito feliz por ter vivido essa experiência. Com certeza eu vou levar para o resto da minha vida. Espero estar lá em 2024”, comenta Yndiara Asp. “Representamos as duas coisas que a gente mais ama: o nosso país e o skate”, acrescenta.

Dora Varella, Yndiara Asp e Isadora Pacheco entraram, oficialmente, para o grupo de skatistas olímpicas. O trio da Seleção Brasileira de Park representou o skate nacional nas disputas desta quarta-feira no Japão. Isadora Pacheco foi a 10ª colocada na primeira fase, ficando muito perto da vaga.

Eliminatórias:

Na bateria 1 das classificatórias, Dora Varella foi a primeira das brasileiras a se apresentar. A melhor nota de Dora saiu na segunda volta, 41.59, avançando para a final na 8ª posição. Yndiara Asp correu na bateria 3 e teve sua melhor nota logo na primeira volta: 43.23. A brasileira passou como a 7ª colocada para a decisão. Isadora Pacheco se apresentou na 4 e última bateria das classificatórias. A nota mais alta da brasileira saiu na terceira volta: 37.08.

Isadora Pacheco em ação. Foto: Julio Detefon – CBSk

“É uma honra poder estar vestindo essa camiseta do Brasil e saber que tem um monte de gente torcendo pela gente”, completa Isadora Pacheco.

Seleção Brasileira Olímpica de Park Feminino:

Dora Varella

Data de nascimento: 30/07/2001
Cidade: São Paulo – SP
Base: Regular
Principais conquistas:
1º lugar no STU National 2021
1º lugar no Circuito Brasileiro (STU) 2020
2º lugar no Circuito Brasileiro (STU) 2019
2 x 1º lugar no Vans Park Series Continental (2017 e 2018)
3 x 1º lugar no Girls Combi Pool Classic (2016, 2017 e 2018)

Yndiara Asp

Data de nascimento: 19/10/1997
Cidade: Florianópolis – SC
Base: Goofy
Principais conquistas:
2 x 1º lugar no Vans Park Series Pro Tour (São Paulo-BRA 2019 / Montreal-CAN 2019)
2º lugar no Vans Park Series Pro Tour São Paulo (BRA) 2018
1º lugar no Red Bull Bowl Rippers 2018 (Marselha-FRA)
1º lugar no Circuito Brasileiro (STU) 2018

Isadora Pacheco

Data de nascimento: 29/03/2005
Cidade: Florianópolis – SC
Base: Regular
Principais conquistas:
3º lugar no STU National 2021
1º lugar no Circuito Brasileiro (STU) 2019
2º lugar no Circuito Brasileiro (STU) 2018

Classificação final – Park feminino:

1ª – Sakura Yosozumi (JAP)
2ª – Kokona Hiraki (JAP)
3ª – Sky Brown (GBR)
4ª – Misugu Okamoto (JAP)
5ª – Poppy Olsen (AUS)
6ª – Bryce Wettstein (EUA)
7ª – Dora Varella (BRA)
8ª – Yndiara Asp (BRA)
9ª – Lilly Stoephasius (ALE)
10ª – Isadora Pacheco (BRA)
11ª – Joedyn Barrat (EUA)
12ª – Brighton Zeuner (EUA)
13ª – Madeleine Larcheron (FRA)
14ª – Lizzie Armanto (FIN)
15ª – Xin Zhang (CHN)
16ª – Julia Benedetti (ESP)
17ª – Amelia Brodka (POL)
18ª – Bombette Martin (GBR)
19ª – Josefina Tapia Varias (CHI)
20ª – Melissa Williams (RSA)

Entre Park e Street, o skate brasileiro confirmou o limite de 12 vagas por país nas Olimpíadas. O feito foi alcançado somente por Brasil e Estados Unidos.

Street:

No Street, Kelvin Hoefler e Rayssa Leal conquistaram a prata. Kelvin entrou para a história como o primeiro skatista brasileiro a conquistar uma medalha olímpica e, além disso, inaugurou o quadro de medalhas do Brasil nos Jogos de Tóquio. Rayssa, aos 13 anos, se tornou a brasileira mais jovem a conquistar uma medalha em Olimpíadas.

Comissão técnica da Seleção Brasileira de Skate:

A comissão técnica da Seleção Brasileira de Skate é formada por Eduardo Musa (Presidente da Confederação Brasileira de Skate – CBSk), Tatiana Lobo (Chefe de Equipe da Seleção Brasileira Olímpica), pelos consultores técnicos Edgard Pereira Vovô (Park) e Rogério Mancha (Street), pelo auxiliar técnico Miguel Catarina (Park), por Julio Detefon (observador técnico), pelos fisioterapeutas Alison Paz (Park) e Carlos Barreto (Street), pelo médico Maurício Zenaide, pela psicóloga Juliane Fechio e pela nutricionista Carolina Ragugnetti.

Reportagem: Edson “Adrena” Andrade / Rafael Miramoto – CBSk

Edição: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72