Rip Curl Rottnest Search – Curiosidades da Ilha de Rottnest – Assistam aos Vídeos

Publicado por AdrenaNews 0

A reserva natural imaculada da Ilha Rottnest sediará a inédita, quarta e última etapa da “perna” australiana da WSL Championship Tour 2021 com o Rip Curl Rottnest Search apresentado por Corona.

Rottnest Island em ação. Foto: Justin Majeks – WSL

A ilha fica na costa da capital da Austrália Ocidental, Perth, e suas ondas são algumas das mais consistentes do estado. Strickland Bay, onde acontecerá o evento, é um pico de esquerdas que são consideradas como uma das melhores ondas do sudoeste da Austrália Ocidental. Embora Rottnest Island permaneça aberto para visitantes durante a realização do evento, não será permitida a presença de público em Strickland Bay, porque o evento é produzido apenas para transmissão ao vivo.

Rottnest Island. Foto:  WSL

O evento em si acontecerá em Strickland Bay, que abriga um recife de qualidade com uma direita curta e forte e uma esquerda mais longa. A ilha também é o lar de algumas ondas menos amigáveis, incluindo Rotto Box, uma onda semelhante em estatura à onda de Margaret River de mesmo nome e tem um fetiche por quebrar ossos de surfistas.

Rottnest Island em ação. Foto: Justin Majeks – WSL

Rottnest Island, ou Rotto , é uma Ilha localizada no Oceano Índico, próximo a cidade de Perth, capital e maior cidade da costa oeste da Austrália. A reserva ambiental é um local muito frequentado tanto por australianos quanto por turistas estrangeiros. Rottnest, apesar sua extensão pequena, conta com diversas praias e milhares os quokkas.

A ilha de Rottnest inicialmente foi habitada pelos aborígenes que ocuparam o paraíso a cerca de 30 mil anos atrás. Segundo as lendas, a ilha era ligada ao continente australiano, sendo separada aproximadamente a 7 mil anos atrás, após o aumento do nível dos oceanos. Os holandeses transformaram aproximadamente no inicio do século 19 o local em presidio para os indígenas, até 1920. Até os dias atuais, a ilha é considerada um local sagrado para o povo aborígene. O meio de locomoção são os ônibus, scooters, bicicletas ou através de uma bela caminhada.  Rottnest, “o ninho de ratos”, levou este nome pois quando os holandeses chegaram se depararam com os quokkas mamíferos marsupiais e acharam que eram uma especie de rato gigante.

 

 

Rottnest Island:

Rottnest Island é uma ilha na costa da Austrália Ocidental, localizada 18 quilômetros a oeste de Fremantle. Uma ilha arenosa e baixa formada sobre uma base de calcário eolianito, Rottnest é uma reserva de classe A, o mais alto nível de proteção oferecido a terras públicas.

Área: 19 km²
Elevação: 46 m
Código postal: 6161
Tempo: 19 °C, vento L a 27 km/h, umidade de 61% weather.com
Divisão federal: Division of Fremantle
Administração local: City of Cockburn

Mais informações sobre a ilha: Rottnest Island, ou Rotto , é uma Ilha localizada no Oceano Índico, próximo a cidade de Perth, capital e maior cidade da costa oeste da Austrália. A reserva ambiental é um local muito frequentado tanto por australianos quanto por turistas estrangeiros. Rottnest, apesar sua extensão pequena, conta com diversas praias.

A ilha de Rottnest inicialmente foi habitada pelos aborígenes que ocuparam o paraíso a cerca de 30 mil anos atrás. Segundo as lendas, a ilha era ligada ao continente australiano, sendo separada aproximadamente a 7 mil anos atrás, após o aumento do nível dos oceanos. Os holandeses transformaram aproximadamente no inicio do século 19 o local em presidio para os indígenas, até 1920. Até os dias atuais, a ilha é considerada um local sagrado para o povo aborígene.

O meio de locomoção são os ônibus, scooters, bicicletas ou através de uma bela caminhada.  Rottnest, “o ninho de ratos”, levou este nome pois quando os holandeses chegaram se depararam com os quokkas mamíferos marsupiais e acharam que eram uma especie de rato gigante.

ASSISTAM AOS VÍDEOS NOS PLAYERS ABAIXO:

Dicas de Viagem – Rottnest Island, na Austrália, em 60 segundos:

“Rottnest is the simple pleasures in life” – Dê um rolê de bike pela Ilha, brinque com os Quokas (animais mais felizes do mundo) e faça Snorkeling em Little Salmon Bay. Inscreva-se para não perder nenhuma atualização. Novos vídeos todas as terças: https://goo.gl/U2nk7W

SnapChat: Mochilando
Instagram: https://instagram.com/blogmochilando/
Facebook: http://facebook.com/blogmochilando
Twitter: https://twitter.com/blogmochilando
Site: http://https://www.dicasdeviagem.com/

WSL – Power Surfing em Main Break o que esperar em Rottnest Island:

PRIMEIRA FASE DO RIP CURL ROTTNEST SEARCH:

CATEGORIA MASCULINA – 1.o e 2.o=Terceira Fase / 3.o=Segunda Fase:

1.a: Griffin Colapinto (EUA), Owen Wright (AUS), Mikey Wright (AUS)
2.a: Kanoa Igarashi (JPN), Jack Robinson (AUS), Jacob Willcox (AUS)
3.a: Jordy Smith (AFR), Wade Carmichal (AUS), Stuart Kennedy (AUS)
4.a: Filipe Toledo (BRA), Ethan Ewing (AUS), Liam O´Brien (AUS)
5.a: Ítalo Ferreira (BRA), Adriano de Souza (BRA), Taj Burrow (AUS)
6.a: Gabriel Medina (BRA), Jack Freestone (AUS), Kael Walsh (AUS)
7.a: Ryan Callinan (AUS), Matthew McGillivray (AFR), Connor O´Leary (AUS)
8.a: Conner Coffin (EUA), Peterson Crisanto (BRA), Alex Ribeiro (BRA)
9.a: Frederico Morais (PRT), Jadson André (BRA), Leonardo Fioravanti (ITA)
10.a: Jeremy Flores (FRA), Seth Moniz (EUA), Miguel Pupo (BRA)
11.a: Caio Ibelli (BRA), Yago Dora (BRA), Michel Bourez (FRA)
12.a: Morgan Cibilic (AUS), Julian Wilson (AUS), Deivid Silva (BRA)

CATEGORIA FEMININA – 1.a e 2.a=Oitavas de Final / 3.a=Segunda Fase:

1.a: Stephanie Gilmore (AUS), Bronte Macaulay (AUS), Macy Callaghan (AUS)
2.a: Tatiana Weston-Webb (BRA), Keely Andrew (AUS), Amuro Tsuzuki (JPN)
3.a: Carissa Moore (EUA), Malia Manuel (EUA), Mia McCarthy (AUS)
4.a: Caroline Marks (EUA), Courtney Conlogue (EUA), Brisa Hennessy (CRI)
5.a: Sally Fitzgibbons (AUS), Isabella Nichols (AUS), Sage Erickson (EUA)
6.a: Tyler Wright (AUS), Johanne Defay (FRA), Nikki Van Dijk (AUS)

TOP-10 DO RANKING 2021 DA WORLD SURF LEAGUE – após 4 etapas:

1.o- Gabriel Medina (BRA) – 28.920 pontos
2.o- Italo Ferreira (BRA) – 24.150
3.o- Filipe Toledo (BRA) – 20.735
4.o- John John Florence (EUA) – 19.395
5.o- Jordy Smith (AFR) – 19.185
6.o- Griffin Colapinto (EUA) – 16.820
7.o- Kanoa Igarashi (JPN) – 16.130
8.o- Ryan Callinan (AUS) – 14.140
8.o- Conner Coffin (EUA) – 14.140
10.o- Frederico Morais (PRT) – 14.055

Outros brasileiros:

12.o- Caio Ibelli (BRA) – 11.290 pontos
13.o- Yago Dora (BRA) – 10.725
15.o- Jadson André (BRA) – 10.225
17.o- Peterson Crisanto (BRA) – 9.300
20.o- Deivid Silva (BRA) – 8.735
23.o- Adriano de Souza (BRA) – 7.670
25.o- Miguel Pupo (BRA) – 7.310
31.o- Alex Ribeiro (BRA) – 4.255

TOP-10 DO RANKING FEMININO DA WORLD SURF LEAGUE:

1.a- Carissa Moore (EUA) – 29.970 pontos
2.a- Tatiana Weston-Webb (BRA) – 26.495
3.a- Stephanie Gilmore (AUS) – 22.035
4.a- Caroline Marks (EUA) – 21.305
5.a- Tyler Wright (AUS) – 19.965
6.a- Sally Fitzgibbons (AUS) – 18.185
7.a- Johanne Defay (FRA) – 16.845
8.a- Isabella Nichols (AUS) – 16.200
9.a- Courtney Conlogue (EUA) – 14.485
9.a- Bronte Macaulay (AUS) – 14.485
9.a- Keely Andrew (AUS) – 14.485

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surf do mundo. Uma empresa global de esportes, mídia e entretenimento, a WSL supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, empresa que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo.

Com sede em Santa Monica, Califórnia, a WSL possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surf profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave.

Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de televisão sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo da WSL, são distribuídos na televisão linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídia digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System.

A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com

Reportagens: Edson “Adrena” Andrade e João Carvalho – WSL Latin America

Edição: Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72