Rip Curl Grom Search 2020 – Definidos os Campeões.

Publicado por AdrenaNews 224 views0

As conquistas e as viradas se repetiram na final do Rip Curl Grom Search 2020, realizada na Praia da Barra, no Rio de Janeiro neste domingo.

Sophia Medina em ação. Foto: Pedro Monteiro

Como em 2019, as duas categorias principais tiveram como campeões os paulistas Caio Costa e Sophia Medina. Os dois surfistas da Praia de Maresias, em São Sebastião, bateram recordes. Ele com o quarto título no Circuito, o segundo na mirim, e ela sendo a primeira tricampeã entre as meninas.

Caio Costa em ação. Foto: Pedro Monteiro

Com o ídolo Gabriel Medina acompanhando tudo pessoalmente na Praia e até comentando, as finais foram realizadas em disputas acirradas e emocionantes. Caio e Sophia, com os títulos, asseguraram as vagas para a final internacional do evento, no próximo ano, em algum lugar do Mundo, incluindo passagens aéreas e hospedagem durante a competição. Os dois disputarão esse ano a decisão, que será realizada em Bells Beach, Austrália.

Sophia, Gabriel e Caio. Foto: Pedro Monteiro

Além de Caio e Sophia na sub16, ergueram as taças de campeões da temporada, Guilherme Fernandes, que é de Ubatuba e também mora em São Sebastião, na categoria iniciante (sub14), e Pablo Gabriel Silva, de Cabo Frio, entre os caçulas da grommet (sub12). Sophia, Guilherme e Pablo confirmaram suas conquistas com vitórias na Barra.

Já na mirim, Caio perdeu antes da semi e teve de torcer da areia, com a vitória ficando com o também paulista Rodrigo Saldanha. Outro destaque na etapa foi o pequeno Nathan Hereda, do Rio de Janeiro, único a chegar em duas decisões, com o terceiro lugar na grommet e o quarto na categoria acima, a iniciante.

Rodrigo Saldanha em ação. Foto: Pedro Monteiro

No pódio, o bicampeão mundial de surf Gabriel Medina, vibrou lembrou de ter passado por esse circuito, inclusive, com seu primeiro título internacional, ainda em 2010, na Austrália. “O Rip Curl Grom Search foi muito importante para mim. Tudo começou por aqui e acho que a metade dos atletas do Circuito Mundial passou por esse circuito amador”, falou.

“Tenho certeza de que se essa criançada continuar assim, se esforçando, treinando sonhando, estará onde estamos hoje. Mas tem de trabalhar, sonhar, acreditar. É com força de vontade que chega lá”, reforçou Medina, agradecendo o carinho do público. “É um prazer estar aqui com vocês. Passo o ano viajando, representando o Brasil lá fora e é muito bom estar aqui com essa molecada para recarregar as energias, porque logo tem mais”, disse.

Na definição do título da mirim, Caio Costa começou extremamente bem, com o recorde da etapa, ao somar 17 pontos de 20 possíveis, mas na segunda fase acabou derrotado e ficou da areia esperando o resultado dos adversários. Naquele momento, dois atletas ainda tinham chances de ultrapassar a sua pontuação final, Guilherme Fernandes, que poderia ser campeão em duas categorias, e Adauto Sena, do Rio Grande do Norte, mas para isso, um dos dois teria de vencer.

Gui perdeu na semi, o potiguar foi para a final, mas terminou em quarto, com Caio finalmente ficando aliviado. “Estou num momento muito feliz, emocionado. Foi bem tenso, tive de esperar até a final, mas o Rio de Janeiro conspirou a favor novamente, como ano passado. Dei o meu melhor nas duas etapas e agora estou pronto para Bells”, vibrou. “Esse foi meu último ano de Rip Curl Grom Search e saio com sentimento de dever cumprido, com títulos nas três categorias e agora bicampeão na mirim, que tem mais peso pela vaga para a final mundial”, completou Caveirinha, como é conhecido.

Na etapa, a vitória ficou com Rodrigo Saldanha, que virou sobre o potiguar Fabrício Rocha. Os dois atletas surfaram muito bem, cada um garantindo um 8,5. “Ano passado fiquei em terceiro e agora queria a vitória. Consegui achar as ondas na final. O Fabrício surfou muito, fiquei um pouco apavorado no começou, mas fiquei calmo depois e veio a onda salvadora”, contou Rodrigo.

TRICAMPEÃ – Na feminina, Sophia chegou no Rio de Janeiro na terceira colocação e viu as duas rivais à frente perderem antes da final. Na bateria decisiva saiu em segundo lugar, mas depois assumiu a ponta para garantir nova vitória e entrar para a história do Circuito novamente (já era a mais jovem a ter vencida a feminina). “Foi incrível. Eu nem acreditei que ganhei. Acredito que Deus me ajudou muito”, festejou.

“Me esforcei muito para ganhar esse campeonato e tenho a sensação de que todo trabalho que venho fazendo está dando certo”, reforçou Sophia, também falando da presença de seu irmão na praia. “Dá um pouco de nervoso saber que ele estava vendo. Mesmo sendo meu irmão, eu o admiro muito como atleta, é minha referência. É o melhor do Mundo, tenho muito orgulho e também quero ser a melhor do mundo e não tem mais para quem olhar, só para ele”, ressaltou.

Na iniciante, Guilherme Fernandes garantiu seu segundo título no Rip Curl Grom Search com uma média expressiva, 15,75 pontos. “Acordei bem focado pensando na vitória e deu certo”, falou Gui, que havia sido o quinto na etapa inicial, em Garopaba. Já entre os caçulas da grometts, Pablo Gabriel, fez sua segunda final. “Quero agradecer a Deus, meus pais, meus apoiadores. É meu primeiro ano de sub12 e quero seguir vencendo. Estou muito feliz de ser campeão do ranking. É um circuito muito importante”, ressaltou Pablo, que teve uma disputa forte com o paulista Kailani Rennó.

Pablo Gabriel em ação. Foto: Pedro Monteiro

ATRAÇÕES – Fora do mar, os atletas se divertiram com as várias atrações junto ao palanque, com destaque para a área vip da WQSurf, com frutas no café da manhã e estrutura para que todos tenham conforto nos momentos de folga entre as baterias, além de massoterapeuta e futmesa. Outro destaque foi a distribuição de pipas. Também foram realizadas ações socioambientais, como recolhimento de lixo na areia, com gerenciamento de resíduos feito pela ONG Eco Local Brasil. No sábado, os atletas, pais e treinadores participaram da tradicional confraternização, confirmando que o Rip Curl Grom Search é “muito mais do que um campeonato de surf”.

MEDINA NA RIP CURL BARRA – Ainda como parte da programação da final do Rip Curl Grom Search 2020, Gabriel Medina participou de uma badalada sessão de autógrafos na loja Rip Curl Barra. A ação foi muito movimentada, formando uma fila grande no corredor do Barra Shopping. “Encerramos mais uma edição em grande estilo, com show de surf, nível técnico altíssimo, ótimo astral, e a presença do Gabriel Medina, que tem total vínculo com o evento e fez questão de destacar a importância da participação da nova geração. Também a sessão de autógrafos foi um sucesso, com uma grande participação popular numa das lojas mais movimentadas que temos”, destacou o gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez.

Medina em sessão de autógrafos na loja Rip Curl Barra. Foto: Pedro Monteiro

SÁBADO – No sábado, a competição começou com boas ondas e resultados surpreendentes. Na mirim, o baiano radicado em SC, Kayki Araújo, que liderava o ranking, perdeu logo na estreia, enquanto que o segundo colocado e campeão de 2019, o paulista Caio Costa, deu um show, somando 17 pontos de 20 possíveis, com notas 9 e 8 e ainda descartando um 7. Depois, no round 2, quando já poderia comemorar o título por antecipação, se avançasse para a semi, acabou derrotado. Mas ainda continua com chances e vai torcer da areia, com o potiguar Adauto Sena e o também paulista Guilherme Fernandes precisando vencer.

Murillo Coura em ação. Foto: Pedro Monteiro

Entre as meninas, a paulista Sophia Medina, que tenta o inédito tricampeonato, começou muito bem, sendo a melhor no primeiro round e repetindo a dose na fase seguinte. Já a líder Kyane Hyakutake, avançou para semi e seguiu na frente para chegar ao título e à vaga para o domingo decisivo.

Kyane Hyakutake em ação. Foto: Pedro Monteiro

Fora do mar, os atletas se divertiram com as várias atrações junto ao palanque, com destaque para a área vip da WQSurf, com frutas no café da manhã e estrutura para que todos tenham conforto nos momentos de folga entre as baterias, além de massoterapeuta e futmesa. Outro destaque foi a distribuição de pipas. Os resultados completos do Circuito estão disponíveis no link www.ripcurl.com.br/grom-search-2020.

RANKING FINAL 2020:

CATEGORIA MIRIM (SUB16)
1 Caio Costa – SP – 1.330
2 Kayki Araújo – BA (SC) – 1.185
3 Rodrigo Saldanha – SP – 1.150
4 Adauto Sena – RN – 1.116

CATEGORIA FEMININA (SUB16)
1 Sophia Medina – SP – 1.810
2 Kiany Hyakutake – SC – 1.656
3 Sophia Gonçalves – SP – 1.556
4 Kemily Sampaio – SP – 1.431

CATEGORIA INICIANTE (SUB14)
1 Guilherme Fernandes – SP – 1.656
2 Murillo Coura – SP – 1.531
3 Ryan Coelho – PR – 1.287
4 Kauã Campos – SP – 1.260

CATEGORIA GROMMET (SUB12)
1 Pablo Gabriel Silva – RJ – 1.729
2 Kailani Rennó – SP – 1.710
3 Kalani Robles – SP – 1.556
4 Ryan Martins – SC – 1.430

RESULTADOS DA 2ª ETAPA – PRAIA DA BARRA:

CATEGORIA MIRIM (SUB16)
1 Rodrigo Saldanha – SP
2 Fabrício Rocha – RN (SP)
3 Ytalo Oliveira – CE
4 Adauto Sena – RN

CATEGORIA FEMININA (SUB16)
1 Sophia Medina – SP
2 Sophia Gonçalves – SP
3 Alexia Leal Monteiro – SC
4 Laura Raupp – SC

Pódio Feminino. Foto: Pedro Monteiro

CATEGORIA INICIANTE (SUB14)
1 Guilherme Fernandes – SP
2 Daniel Duarte – SP
3 Matheus Neves – BA
4 Nathan Hereda – RJ

Pódio Iniciante. Foto: Pedro Monteiro

CATEGORIA GROMMET (SUB12)
1 Pablo Gabriel Silva – RJ
2 Kailani Rennó – SP
3 Nathan Hereda – RJ
4 João Vitor Paulino – SP

Pódio Grommet. Foto: Pedro Monteiro

O Rip Curl Grom Search 2020 foi uma realização da Rip Curl e tem os patrocínios de GoPro e Brazinco, com apoios de Jandaia Cadernos, Loja Rip Curl Garopaba, Prefeitura de Garopaba, Lojas WQSurf, Loja Rip Curl Barra Shopping, Prefeitura do Rio de Janeiro, Supervisão da Fecasurf e Feserj, com organização da Swell Promoção e Produção de Eventos, cobertura da FMA Notícias e Gestão ambiental da ONG Eco Local Brasil.

Reportagem: Fabio Maradei – FMA

Edição: Edson Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72