Rip Curl Grom Seach 2020 -Será neste Sábado e Domingo a primeira etapa em Garopaba.

Publicado por AdrenaNews 166 views0

A abertura do Rip Curl Grom Search 2020 está confirmada para este sábado (25), às 8 horas, na Praia da Ferrugem, em Garopaba, Santa Catarina.

Caio Costa em ação. Foto: Marcio David

O circuito referência na revelação de novos valores e que está completando 21 anos consecutivos no Brasil terá a etapa inicial nestes sábado e domingo. Tradicionalmente realizado no verão, com praia cheia e abrindo a temporada. A organização do evento já disponibilizou as baterias e o cronograma pelo site https://www.ripcurl.com.br/grom-search-2020. A competição começa com a categoria mirim (sub16), tendo o atual campeão, Caio Costa, logo na primeira disputa do dia, enfrentando o paranaense Lucas Cainan e o também paulista Roberto Alves.

Lucas Cainan em ação. Foto: Marcio David

Além de Caio e Lucas, os catarinenses Heitor Mueller, vitorioso na Ferrugem ano passado, Léo Casal, Sunny Pires, do Rio de Janeiro, e Yuri Barros, da Paraíba, serão seus adversários. Na iniciante, o paulista Murillo Coura aparece como cotado, ao lado do paranaense Lukas Camargo, campeão grommet 2019. Já entre os caçulas, o carioca Nathan Hereda e os paulistas Kailani Rennó e Kalani Robles estão entre os principais destaques.

Yuri Barros em ação. Foto: Marcio David

Depois, às 11 horas será a vez dos atletas da iniciante (sub14). Devido as previsões de ondas grandes, de até um metro e meio, a organização decidiu colocar no mar somente a mirim e a iniciante, deixando a feminina (sub16) e os caçulas da grommet (sub12) para o domingo, que também tem início marcado para 8 horas e as finais realizadas a partir das 13h15.

“Teremos ondas maiores no sábado e por segurança optamos em deixar as meninas e os mais novos para domingo. O mar terá boa formação, com vento terral, além de sol e praia cheia. Tudo para ser um grande espetáculo com essa garotada, que é o futuro do nosso surf, assim como vem acontecendo nos últimos 20 anos e tivemos grandes nomes surgindo”, afirma o gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez.

Praia da Ferrugem. Foto: Marcio David

Realizada pelo segundo ano seguido na Praia da Ferrugem, a etapa de abertura já conta com surfistas de nove estados. Reunindo grandes nomes da nova geração, com até 16 anos de idade. Com transmissão ao vivo pela internet, no link www.ripcurl.com.br/grom-search-2020, a competição terá dois dias. Com 120 participantes, divididos em quatro categorias – a mirim e a feminina (com limite de 16 anos), a iniciante (no máximo 14 anos) e a grommet (12 anos para baixo).Todas as baterias terão transmissão ao vivo pelo link www.ripcurl.com.br/grom-search-2020.

Além do surf de alto nível, o evento contará com atrações na areia, com muita diversão, como cama elástica, futmesa, distribuição de pipas personalizadas e a tradicional confraternização para atletas, pais e treinadores no sábado à noite, com jantar jantar, banda e palestra da ONG Eco Local Brasil, que será responsável pela gestão ambiental nos dois dias do campeonato.

Outra atração na etapa será o Mini Museu do Mar, instalado numa tenda junto ao palanque pelo Instituto Monitoramento Mirim Costeiro (IMMC), que monitora a Praia da Ferrugem nos últimos sete anos. O objetivo é dar oportunidade para o público aprender sobre a biodiversidade marinha da região. A entidade fomenta a aprendizagem participativa por meio da pesquisa e busca transformar estudantes das escolas municipais em ‘guardiões dos oceanos’.

CAIO COSTA – Campeão em todas as categorias, inclusive nos dois últimos anos, e representante oficial do Brasil este ano na final internacional na Austrália, o paulista Caio Costa quer aumentar a sua lista de conquistas no Rip Curl Grom Search 2020.

Caio Costa. Foto: Fabio Maradei

O surfista da Praia de Maresias, a mesmo de onde surgiu o ícone Gabriel Medina, defende o título da mirim (sub16) e aparece como um dos grandes cotados. No ano passado, ele faturou o Grom Search, também o Circuito Brasileiro, e agora espera fazer outra boa apresentação antes da final mundial do evento, que será realizada junto com o Rip Curl Pro Bells Beach, a segunda etapa do Champioship Tour (CT), em abril.

“A expectativa é boa, estou treinando bastante e espero fazer boas performances nas duas etapas. O Rip Curl é muito importante, principalmente pelo nível técnico que tem, com os melhores atletas do Brasil, principalmente no sub16, disputando vaga para o Mundial, onde já passaram grandes nomes que hoje estão no CT”, diz o competidor, animado por ser o representante esse ano. “Estou bem empolgado, será a minha primeira vez lá. Conhecer e disputar a final internacional naquele lugar incrível vai ser especial demais”, comenta.

Aos 16 anos de idade, Caveirinha, apelido herdado de seu pai, Paulo Cesar, aprendeu a surfar nas potentes ondas de Maresias, e é um especialista em tubos. Aos 16 anos de idade, já tem uma carreira premiada nas categorias de base, sendo o atual campeão brasileiro sub16. No Rip Curl Grom Search, faturou nas três etapas masculinas em disputa. Seu primeiro título foi em 2016, na sub12. Depois, em 2018 levou na sub14 e ano passado na sub16.

SOPHIA MEDINA – Uma das grandes atrações será a paulista Sophia Medina, que depois de ser a mais jovem campeã da categoria, com apenas 12 anos, agora tenta outro recorde. Ela pode festejar o inédito tricampeonato entre as meninas, para seguir fazendo história no evento, assim como foi com o seu irmão, Gabriel Medina, o primeiro brasileiro a faturar o título na final internacional, em 2010, na Austrália. A atual bicampeã, inclusive, defenderá o Brasil em ondas australianas esse ano, classificada para a final mundial do Rip Curl Grom Search, pelo título de 2019.

Sophia Medina em ação. Foto: Marcio David

No Brasil, só outras duas atletas chegaram ao bicampeonato até hoje – Bruna Schmitz, em 2004 e 2005, e Kayane Reis, em 2013 e 2014. “Eu tenho treinado bastante e vou com tudo para tentar esse tri. A onda da Praia da Ferrugem é muito boa, que eu amo e vou dar meu máximo”, afirma a atleta, local da Praia de Maresias, em São Sebastião.

“Esse título é muito importante. O nível é alto e o Circuito garante a vaga internacional, uma grande motivação. Sem dúvida é um dos campeonatos amadores mais importantes do Brasil e do Mundo”, diz Sophia, que está com 14 anos, chega no litoral catarinense como a atual campeã brasileira sub16 e também já pensa na disputa do título internacional, em abril, na Austrália. “Estou muito empolgada, meu irmão já ergueu esse troféu e estou muito feliz de ter essa oportunidade”, comenta.

Além dela, atletas de ponta estão garantidos na disputa. Na feminina, a grande rival será Pamella Mel, que compete em casa e foi a vencedora dessa etapa em 2019. Neste sábado, estarão no mar os atletas da mirim e iniciante, enquanto que a feminina e grommet estreiam no domingo. Nos dois dias, a competição tem início às 8 horas. Além das disputas de alto nível, em ondas desafiadoras, o evento contará com várias ações e atividades fora do mar, confirmando que o Rip Curl Grom Search é “muito mais do que um campeonato de surf”.

O Rip Curl Grom Search 2020 é uma realização da Rip Curl e tem os patrocínios de GoPro e Brazinco, com apoios de Jandaia Cadernos, Loja Rip Curl Garopaba, Prefeitura de Garopaba, Lojas WQSurf, Loja Rip Curl Barra Shopping, Prefeitura do Rio de Janeiro, Supervisão da Fecasurf e Feserj, com organização da Swell Promoção e Produção de Eventos, cobertura da FMA Notícias e Gestão ambiental da ONG Eco Local Brasil.

Reportagem: Fabio Maradei – FMA

Edição: Edson Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72