Paúba Super Tubos 2022 – Tube-riders aguardam os tubos desafiadores do North Shore Paulista.

Publicado por AdrenaNews 0

Os “tube-riders” , já estão de plantão se preparando para o Paúba Super Tubos 2022. O prazo, terá seu início a partir do dia 28 de Maio no Litoral Norte de São Paulo..

Paúba em ação. Foto: Munir El Hage

O evento é sem data para finalizar o período de espera. A competição de surfe mais esperada do “North Shore Paulista” vai eleger os melhores tube riders nas modalidades: Surf, Bodyboard e Bodysurf, nas categorias feminino e masculino da edição 2022 do já tradicional evento.

Paúba em ação. Foto: Munir El Hage

Em sua 5ª edição, o Paúba Super Tubos é uma competição anual, aberta para surfistas de todo o Brasil que se dedicam a encarar as desafiadoras ondas extremamente tubulares e quebrando bem próximo à praia, um espetáculo atrativo para o público.

Praia da Paúba. Foto: Munir El Hage

Para esta edição já estão confirmados nomes experientes na categoria Open Masculino como Caio Costa (Paúba), Igor Moraes (Maresias), Carlos Bahia (Maresias), Marcio Grillo (Maresias), Renan Pulga (Camburi), Marcelo Trekinho (Rio), Leo Casal (Santa Catarina), Fernando Junior (Paúba), Dário Costa (Santos) e Eduardo Motta (Guarujá).

Caio Costa em ação. Foto: Felipe Gracia

Nomes que circulam no WSL e WQS também já se manifestaram o interesse em competir, porém, estão dependendo de suas agendas de compromissos e competições. No Bodyboard Masculino os big riders Dudu Pedra e Renan Faccini, além do lendário Silvio Gibi (Praia Grande) já garantiram suas inscrições, além de outros nomes de peso.

Dudu Pedra em ação. Foto: Divulgação

Na categoria Bodysurf, o campeão mundial Léo Moura já está garantido. Outro nome que também está na lista é o do Rogério Caju, que já encarou as pesadas ondas de Pipeline, no Havaí, além dos locais, conhecedores das ondas da Praia de Paúba.

Léo Moura em ação. Foto: Divulgação

Na Categoria Open Feminina, Isabela Saldanha, Yasmin Neves. Nesta categoria também há competidoras que circulam nos eventos mundiais que manifestaram interesse e também estão dependendo de seus compromissos pessoais.

Isabela Saldanha em ação. Foto: Munir El Hage

Na Bodyboard Feminino quatro nomes por enquanto estão inscritos: Paola Simão, Mayara Lopes, Ana Clara e Isabelli Nunes. Este ano o Paúba Super Tubos recebe a chancela da Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf) e a organização espera que os competidores estejam com bom preparo físico. O evento só terá bandeira verde para começar quando as condições estiverem perfeitas para criarem ondas tubulares. Os surfistas terão apenas 72 horas para chegar em Paúba, assim que o evento estiver confirmado. O Tubo é a manobra, sendo a base do critério de avaliação.

Paola Simão em Itacoatiara. Imagem: Guto Ribas

“Este é um evento que a cada ano ganha corpo e respeito. Um campeonato que começou de forma despretensiosa. Foi criado em 2018, com apoio dos atletas locais da Praia de Paúba e eu espero transformá-lo no principal evento de tubos do Estado de São Paulo. Já conquistamos a homologação da SPSurf e esperamos um dia perfeito, com praia cheia e bons tubos”, disse João Pedro Costa, um dos idealizadores do campeonato, que sempre trabalha ao lado de sua esposa Fernanda Ribeiro desde a primeira edição.

Para o presidente da SPSurf, Zé Paulo, a união de esforços vai engrandecer o evento a cada ano. “O João Pedro está de parabéns e já estamos trabalhando num novo formato para o próximo ano, onde vamos eleger o campeão estadual de São Paulo, na categoria especial de tubos, em formato de circuito com três etapas. Neste ano já teremos o primeiro ranking”, adiantou o presidente da Federação.

Campeões da 4ª edição – Em 2021, os sebastianenses Igor Moraes e Isabela Saldanha conquistaram os títulos nas categorias Open Masculino e Feminino, respectivamente. O prêmio de melhor tubo feminino e masculino Open foi para Yasmin Neves e Marcio Grillo, na sequência. A expression session, melhor manobra, ficou para o surfista de Maresias, Caio Costa.

O guarujaense Bruno Rocha venceu no Bodyboard Masculino e também levou o prêmio de melhor Tubo. A niteroiense Paola Simão conquistou o título na Bodyboard Feminino. O local de Itacoatiara, Yuri Pecene, foi o campeão no BodySurf e ficou com o prêmio de melhor tubo.

Inscrições: As inscrições estão abertas desde o dia 3 de Abril, algumas modalidades já estão esgotadas. Para Open Feminino e Bodyboard Feminino ainda há vagas. As inscrições vão até o dia 28 de maio, dia que será dado o start da “janela”. Interessados podem entrar em contato por meio do número de celular (12) 9.9661-6486. A organização do torneio vai distribuir a premiação em dinheiro e kits aos vencedores.

Reportagem: Charles Roberto –

Edição Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72