Paúba Super Tubos 2021 – Será neste Sábado nas ondas de Paúba – Assistam aos vídeos!

Publicado por AdrenaNews 0

Será neste sábado, o Paúba Super Tubos 2021, nas ondas de Paúba, litoral norte paulista. Em sua 4ª edição, o evento terá, os campeões: Phil Rajzman, Gabriel Medina e Julia Duarte. Assistam aos vídeos!

Phil Rajzman em ação. Foto: Maria Luiza Lima

O bicampeão mundial de longboard (2006 e 2017), compete com outros 57 surfistas, de vários estados do país. Nas categorias masculinas são 49 atletas nas categorias: Open, Bodyboard e Bodysurf; e na categoria feminina serão 8 atletas. Segundo, João Pedro Costa, um dos organizadores do evento.

João Pedro Costa em ação. Foto: Arquivo Pessoal

Phil Rajzman mora atualmente na praia de Geribá, em Búzios/RJ, e acaba de retornar de um festival de longboard, que terminou no último domingo, na Praia da Pipa/RN, e, agora, segue para mais uma disputa.

Phil Rajzman em ação. Foto: Divulgação Festival Pé no Bico

“Paúba tem uma das ondas mais desafiadoras do Brasil, muito tubular. Assim como Pipeline (Havaí), que tem a onda mais desejada de ser surfada, mas também a mais perigosa do mundo”, afirma Rajzman. O atleta da elite mundial gosta muito desses desafios de ondas grandes. “O campeonato será uma ótima oportunidade de estar perto do Medina, que acaba de voltar das Olimpíadas, e, também, de Carlos Bahia, atleta local, parceiro de longboard, terceiro do mundo pela WSL, em 2007, tricampeão brasileiro, e que conhece bem as ondas de Paúba. O evento traz também esse lado da confraternização, em alto nível”, completa o surfista, que competirá em duas categorias, Open e Bodysurf.

Desde que chegou de sua temporada nos Estados Unidos – Havaí e Califórnia –, em 2019, Rajzman começou a fabricar suas próprias pranchas. Na Super Tubos, o atleta compete com um equipamento que desenvolveu para Pipeline, em parceria com a Hobie (pioneira no mercado de pranchas no mundo, com sede na California). “A prancha tem dimensões e designer específicos para o tipo de ondas de Paúba, é bem mais estreita na parte de trás e proporciona bastante velocidade para conseguir sair do tubo”. O atleta explica que não é uma prancha de longboard comum e que é feita para quem realmente gosta de ondas grandes e tem muita experiência. “O maior desafio do longboard é o tamanho da prancha para se conseguir encaixar dentro do tubo. E o risco de impacto com o equipamento é grande. Por isso é necessária uma técnica bem apurada para se evitar acidentes”, esclarece.

“A previsão é de que, segundo a organização, aconteça um swell (ondulação formada pelas tempestades em alto mar), no sábado, com series de 8 pés, 2,5 metros”, informa animado o atleta.

Competição – As categorias Open e Bodyboard terão 4 baterias de 25 minutos, com 5 atletas cada (total 20 atletas). Os 2 atletas com as melhores somatórias de cada bateria avançam para o segundo round, que terá 2 baterias de 20 minutos, com 4 atletas cada (total 8 atletas). Na final, 4 atletas disputam em uma bateria de 25 minutos. A única diferença das categorias de Bodyboard e Feminina é que serão 2 baterias de 5 atletas cada (total 10 atletas).

Os critérios de julgamento para os vencedores serão os atletas que conseguirem entubar mais fundo e pelo tempo de permanência dentro do tubo. Outras manobras também serão valorizadas e terão notas acrescidas, porém, com peso menor do que os tubos. Após todas as finais, a competição terá, ainda, a bateria extra Expression Session, na qual irão para a água os 20 primeiros atletas que se candidatarem, sendo um mix de todas as categorias. O critério será de manobras gerais.

Premiação – Os 4 finalistas de cada categoria, e o vencedor da Expression Session receberão produtos/serviços de parceiros + troféu + valor financeiro. Os primeiros colocados, ganham R$ 500,00; os segundos colocados R$ 250,00; os terceiros, R$ 200,00; e os quartos, R$ 150,00. E, ainda, os melhores tubos, R$ 300,00, e Expression Session R$ 500,00.

Pódio no festival potiguar de longboard – Rajzman retornou na última terça-feira (27) do Rio Grande do Norte, onde participou do “2º Festival Pé no Bico”, na Praia da Pipa (Tibau do Sul) e conquistou pódio. Foram quatro dias de disputas (22 a 25/7) que reuniu 130 surfistas de longboard de 9 categorias. Segundo Rajzman, as características do mar não beneficiaram um melhor desempenho, pois o mar estava muito pequeno, juntamente com o seu peso (96kg) não o favoreceu. “As condições não foram muito favoráveis para mim, mas foi bem positivo porque pude testar as pranchas que fabrico. Além disso, a minha filha Coral, participou pela primeira vez de um campeonato, na categoria Cooperativa nos divertimos em família e foi incrível”.

ASSISTAM AOS VÍDEOS NOS PLAYERS ABAIXO:

Paúba super tubos 2019 – Show de surf – Oficial Vídeo

Vídeo completo do Paúba super tubos 2019, produzido por maresias crew.

Pauba SuperTubos – Triagem Paúba super tubos 2020

Categoria Open e respectivas baterias:

BATERIA 1

– Jô Paiva
– Fabiano Lion
– Cauã Carriel
– Murilo Coura
– Kaique Fernando

BATERIA 2

– Gabriel Medina
– Vitorio Emmanuel
– Robson Santos
– Samuel Schutz
– Marcio Grilo

BATERIA 3

– Marcel Neves
– Felipe Freire
– Renan Pulga
– Caio Costa
– Phil Rajzman

BATERIA 4

– Tiago Reis
– Carlos Bahia
– PC Caveira
– Fernando Junior
– Igor Moraes

Categoria Bodyboard respectivas baterias:

BATERIA 1

– Valdomiro Mirinho
– Amauri Reimberg
– Argel Lisboa
– Carlos Cintra
– Rock Alexandre

BATERIA 2

– Paulo Vasconcelos
. Arthur Guimarães
– Renato Tamassato
– Romário Barbosa
– Rodrigo Alexandre

BATERIA 3

– Badu
– Johnie Alves
– Silvio Gibi
– Gustavo Martins
– Eduardo Barros

BATERIA 4

– Ronald Lima
– Paulo Fleury
– Maude Lisboa
– Flavio Parra
– Daniel Bueno

Categoria Bodyboard respectivas baterias:

BATERIA 1

– Vitor Figueiredo
– Rogério Caju
– Daniel Bueno
– Arthur Favaro
– Diego Pinto

BATERIA 2

– Phil Rajzman
– Yuri Pecene
– Matheus França
– Ivan Campos
– Rafael Rego

Categoria Feminino:

BATERIA 1

– Yasmin Neves
– Bruna Carderelli
– Ana Clara Cintra
– Julia Duarte

BATERIA 2

– Mayara Lopes
– Suelen Naraisa
– Briguitte Lin
– Paola Simão

Sobre Phil Rajzman – Carioca, 39 anos, é bicampeão mundial de longboard em 2007 e 2016. O atleta da elite mundial tem o esporte em sua genética: é filho do medalhista olímpico de vôlei Bernard Rajzman, atual membro do membro do Comitê Olímpico Internacional (COI), e da ex-patinadora profissional Michelle Wollens. Rajzman é também empresário, produz suas próprias pranchas, já teve um programa de TV, participou de filmes e comanda projetos sociais no Rio de Janeiro. Tudo o que produz está relacionado ao esporte, bem-estar e ao lifestyle que o surfe proporciona. Rajzman protagonizou o filme Surf Adventures I e II (2002 / 2008), apresentou o programa ‘9 Pés’, no Canal Off (2014 a 2017); e idealizou e coordena, com sua esposa Julli, o Projeto Respirar, que oferece aulas de surfe, entre outras atividades, para crianças de baixa renda das comunidades do Rio de Janeiro. Também é padrinho do projeto Surf no Alemão, idealizado pelo surfista Wellington Cardoso, que transforma a realidade de dezenas de meninos e meninas desde 2011. Rajzman começou a pegar onda aos três anos de idade. Desde cedo foi reconhecido como uma das maiores promessas do surfe do país, tanto que, aos 13, conquistou seu primeiro pódio entre veteranos: 3º lugar no Circuito Nacional, categoria Iniciante. Aos 15 anos já era figura conhecida no mundo do surfe, impressionando com grandes performances em ondas gigantes no Havaí. Em seguida, começou a colecionar títulos. Atualmente mora em Búzios (RJ) e busca o tricampeonato mundial.

Phil Rajzman tem apoio da Geribá Beach House, Phil Rajzman Surf Experiences, Phil Rajzman Shapes e Geribá Sunrise House.

Mais informações sobre o atleta no Instagram e Facebook: @philrajzman, Canal “Phil Good” youtube.com/user/rajzman1 e no site www.philrajzman.com.br

Reportagem: Mércia Suzuki – Casa do Bom Conteúdo

Edição: Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72