Maresia Apresenta CBSurf Pro Tour 2020 – Nayson Costa vence a 2ª etapa do Circuito Brasileiro de Surf Profissional 2020.

Publicado por AdrenaNews 0

Deu Pará com Nayson Costa pelo masculino do Maresia Apresenta CBSurf Pro Tour 2020, 2ª etapa do Circuito Brasileiro de Surf Profissional 2020, encerrada nesta sexta-feira, na Praia da Taíba, no Ceará.

Nayson Costa em ação. Foto: Lima Junior

Nayson Costa garantiu a vitória inédita em uma virada eletrizante nos instantes finais da bateria virando o resultado sobre Ian Gouveia, que representa SC, e que liderou boa parte da disputa. O paulista Wesley Dantas ficou em terceiro e o paraibano Samuel Igo em quarto.

A bateria decisiva, foi com boas ondas e um alto nível técnico, teve a participação das quatro regiões costeiras do Brasil – Norte, Sul, Sudeste e Nordeste – representadas, demonstrando a força e abrangência do Campeonato. No final todos vibraram muito com a vitória do carismático surfista paraense, que conquistou pela primeira vez na história do surfe brasileiro uma vitória no circuito profissional, tanto para o estado do Pará, quanto para a Região Norte.

Pódio Masculino. Foto: Lima Junior

UM DIA PRA FICAR NA HISTÓRIA:

O terceiro e último dia do Maresia Apresenta: CBSurf Pro Tour contou com todos os ingredientes necessários para se construir uma grande história. Nesse caso mais especificamente, uma grande vitória. Nas oitavas de final o surfista paraense precisou mostrar poder de reação para avançar em uma bateria onde o pernambucano Alan Donato abriu com duas notas boas e liderou boa parte do tempo. Com calma e paciência, Nayson soube escolher bem as ondas que surfou para avançar em segundo, com Wesley Dantas vencendo a bateria.

Nas quartas de final o paraense teve de superar o cearense, atual Campeão Brasileiro Profissional, Artur Silva, que vinha embalado pela vitória na fase anterior, para novamente avançar à fase seguinte na segunda colocação, com o paraibano Elivelton Santos vencendo a bateria anotando o maior somatório de toda competição, 17 pontos de vinte possíveis.

Elivelton Santos em ação. Foto: Lima Junior

Nas semifinais o funil já estava bem estreito e as baterias mais pareciam duas finais. Na primeira o catarinense Ian Gouveia avançou junto com o paulista Wesley Dantas, despachando Elivelton, que mesmo tendo anotado os maiores somatórios em todos os três dias de competição, não se encontrou na bateria e acabou sendo derrotado junto com o potiguar, natural de Baía Formosa, Israel Júnior.

Na segunda semifinal o surfista paraense voltou a mostrar todo o potencial de seu surfe para vencer a bateria contabilizando um dos maiores somatórios do evento, 15 pontos, somando uma nota 8.0 e um 7.0, para garantir uma das duas vagas restantes para a grande final, trazendo consigo o paraibano Samuel Igo, que conseguiu a vaga nos segundos finais da bateria em uma virada incrível sobre os paulistas Caio Costa e Igor Moraes, completando assim o “quarteto fantástico” que iria para a mais importante bateria do dia disputar o cobiçado troféu da 2ª Etapa do CBSurf Pro Tour 2020.

Igor Moraes em ação. Foto: Lima Junior

Na Final, como era de se esperar, os favoritos ao título, Ian Gouveia e Wesley Dantas, travaram um duelo particular com direito a disputa de prioridade e tudo mais, com Ian liderando praticamente toda bateria. O paraibano Samuel Igo ainda chegou a ameaçar a liderança do catarinense, enquanto Nayson precisava uma combinação de notas para vencer. Parecia que Nayson havia desistido da disputa e se conformado com o resultado, que já seria o melhor que um paraense já havia conquistado na história do surfe profissional brasileiro.

Ian Gouveia em ação. Foto: Lima Junior

Foi quando, nos instantes finais da bateria, a sorte sorriu para o paraense com mais uma onda dando a ultima  chance para àquele que havia enfrentado enormes dificuldades para chegar até ali, incluindo até mesmo a falta de equipamento (sim, Nayson chegou ao Ceará sem equipamento algum e surfou o evento inteiro com uma prancha emprestada).

Era tudo o que ele precisava para mostrar ao país do surfe todo o seu talento e ousadia. E enquanto Ian e Wesley duelavam pela liderança no canto esquerdo do palanque, Nayson remou sozinho, no mesmo local onde ele pegou as suas melhores ondas durante todo o evento, para mandar um aéreo muito bem executado e cravar a maior nota da bateria, 8.0, escrevendo assim seu nome na história do surfe brasileiro como o primeiro paraense a vencer uma etapa do Circuito Brasileiro de Surfe Profissional.

Depois foi só esperar o toque da buzina para que a torcida enlouquecida iniciasse uma das comemorações mais emocionantes já vistas nos mais de 30 anos de existência do surfe competitivo cearense com o local de Salinópolis sendo ovacionado por todos que tiveram o privilégio de testemunhar mais um fato histórico para o surf brasileiro.

Comemoração. Foto: Lima Junior

“Essa vitória vai para o Pará, para todos que sempre acreditaram em mim e continuam acreditando. O foco continua o mesmo… Obrigado Noélio Sobrinho e Adalvo Argolo. Se não fosse por vocês eu não estaria aqui. Obrigado meu Deus e a todos que me ajudaram a chegar até aqui. Esse é o dia mais feliz da minha vida!”, declarou o campeão.

Com o resultado Nayson saltou da 89ª colocação direto para a 5ª posição do ranking, se credenciando como mais um postulante ao título de Campeão Brasileiro de Surfe Profissional 2020 pela Confederação Brasileira de Surfe.No ranking, o paulista Marcos Corrêa, vencedor da etapa inicial, em Ubatuba, manteve a ponta do circuito e o potiguar Israel Júnior assumiu o segundo lugar.

Israel Júnior em ação. Foto: Lima Junior

Lembrando que as mulheres definiram suas campeãs no dia anterior (26) com a cearense Ariane Gomes vencendo a etapa, Tainá Hinckel, Yanca Costa e Júlia Duarte, completando o pódio na segunda, terceira e quarta colocações, respectivamente.

Pódio Feminino. Foto: Lima Junior

RECORDES DO EVENTO:

Segundo o Diretor de Prova Marcos Bukão, a etapa cearense do Circuito Brasileiro de Surfe Profissional 2020 quebrou todos os recordes antes estabelecidos e a expectativa é que na última etapa, que será realizada na Bahia, esses números aumentem ainda mais.

Mateus Sena em ação. Foto: Lima Junior

“No ano de estreia desse circuito, em 2018, tivemos a participação de 141 atletas. Em 2019 esse número subiu para 151. Aqui no Ceará atingimos nada menos que 218 atletas e a expectativa é que na Bahia os atletas locais, que não participaram de nenhuma das duas etapas, aumentem ainda mais esses números, porque devido a boa premiação, R$ 80 mil dividido igualmente entre homens e mulheres, muita gente vai querer disputar uma fatia desse ‘bolo”, explicou Bukão.

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL:

Novamente, a etapa do CBSurf Tour foi marcada pela valorização às ações em prol da sustentabilidade e respeito ao meio ambiente, com as camisas de competição – usadas para identificar os atletas no mar – feitas com tecido desenvolvido a partir da reciclagem de garrafas pet, que são reduzidas a fios para a produção do tecido. A iniciativa é da Silverbay, em parceria com a Coltex, com o objetivo de minimizar o impacto ambiental gerado por seus produtos, usando matérias primas mais conscientes para o planeta.

PROTOCOLOS DE SAÚDE, SEGURANÇA E MEDIDAS DE PREVENÇÃO:

O Maresia Apresenta: CBSurf Pro Tour 2020 seguiu rigorosamente todos os protocolos preconizados pelas autoridades sanitárias e de saúde. Assim como ocorreu na etapa inicial, em Ubatuba-SP, o evento foi realizado em dias de semana, para evitar aglomerações na praia, devido à pandemia do coronavírus. Medidas de prevenção foram adotadas, com um protocolo de segurança cumprido por todos os surfistas, técnicos, acompanhantes e membros do staff técnico. Até mesmo as lycras de competição foram sanitizadas a cada bateria, além da exigência do uso de máscaras por todos que estivessem em qualquer uma das partes das estruturas do evento.

Agora, todos os olhares se voltam para a Bahia, estado que receberá a terceira e última etapa do CBSurf Pro Tour 2020, entre os dias 18 e 20 de dezembro, em Salvador, onde serão definidos os campeões brasileiros profissionais nas categorias masculino e feminino. A competição que vai definir os novos campeões brasileiros promete muita emoção.

RESULTADO FINAL:

MASCULINO:

1-Nayson Costa-PA R$ 12 Mil
2-Ian Gouveia-SC R$ 6 Mil
3-Wesley Dantas-SP R$ 4 Mil
4-Samuel Igo-PB R$ 3 Mil

FEMININO:

1 – Ariane Gomes-CE R$ 12 Mil
2 – Tainá Hinckel-SC R$ Mil
3 – Yanca Costa-CE R$ 4 Mil
4 – Júlia Duarte-RJ R$ 3 Mil

RANKING ATUALIZADO APÓS 2 ETAPAS:

MASCULINO:

1-Marcos Correa SP 1320
2-Israel Junior RN 1220
3-Edgard Groggia SP 1180
4-Igor Moraes SP 1170
5-Nayson Costa PA 1112

FEMININO:

1-Yanca Costa CE 1590
2-Ariane Gomes CE 1380
3-Julia Duarte RJ 1225
4-Tais Almeida RJ 1220
5-Larissa Dos Santos CE 1110

O Ranking atualizado do CBSurf Pro Tour 2020 pode ser conferido através do link: http://www.wavedatasystems.com/live/liveRanking.html?2020d3d0542b7a15159011117ef596c05fbe

O Maresia Apresenta: CBSurf Pro Tour 2020 contou com o Patrocínio do Governo do Estado do Ceará. Apoio: Governo de São Gonçalo do Amarante, Revista Beach Show, Orbe Telecom, Pousada Taíba Inn, Pousada da Taíba e Pousada Arco Mundial. Realização: Federação de Surf do Estado do Ceará, Top 16 Marketing Esportivo e CBSurf.

Reportagem: George Noronha

Edição: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72