LayBack Pro apresentado pela Billabong – Praia Mole, volta a ser palco do Qualifying Series, após 11 anos.

Publicado por AdrenaNews 0

Praia Mole volta a ser palco do WSL Qualifying Series, após 11 anos com o LayBack Pro apresentado pela Billabong.

Gabriel Medina em ação na Praia Mole. Foto: Daniel Smorigo

A cidade de Florianópolis volta a sediar uma etapa do Circuito Mundial de Surfe, com a estreia do LayBack Pro apresentado pela Billabong nos dias 10 a 14 de novembro na Praia Mole. A praia mais badalada da Ilha de Santa Catarina, retorna ao cenário internacional do esporte depois de 11 anos, com uma etapa do World Surf League Qualifying Series, com status QS 3000 para os homens e QS 1000 para as mulheres. A última passagem do Circuito Mundial pela Praia Mole foi em 2010, com o espanhol Aritz Aranburu e a havaiana Coco Ho festejando os títulos.

Praia Mole. Foto: Divulgação – Prefeitura de Florianópolis

A LayBack Beer é uma marca de cerveja criada por André Barros e pelo medalhista olímpico, Pedro Barros, que nasceu no meio das pistas de skate e das ondas surfadas na Ilha de Santa Catarina, da vontade de fazer algo que acompanhasse o espírito livre e original desses esportes. A LayBack é a marca que mais incentiva e investe na construção de pistas de skate no país, já está presente em grandes cidades do Brasil e patrocina vários skatistas e surfistas. Agora, vai estrear no Circuito Mundial da World Surf League, com o LayBack Pro apresentado pela Billabong com uma etapa do WSL Qualifying Series masculina e feminina.

Andre Barros em ação. Foto: Arquivo Pessoal

“O surfe sempre fez parte da nossa vida aqui em Florianópolis”, destaca André Barros, pai do skatista Pedro Barros e sócio-fundador da LayBack Beer. “Poder fazer um evento desse porte para Floripa voltar ao calendário mundial, é um sonho sendo realizado não só para nós, mas, principalmente, para todos os moradores, a comunidade do surfe catarinense e o comércio local. Parabéns a todos os envolvidos, que acreditaram juntamente com a LayBack, nesse projeto de trazer uma etapa do Circuito Mundial de volta para a nossa cidade”.

O LayBack Pro apresentado pela Billabong será o primeiro evento da World Surf League no Brasil, após a pandemia do Covid-19. A última aconteceu em Fernando de Noronha (PE), em fevereiro do ano passado. O resultado na Praia Mole, vai abrir o ranking regional de 2021/2022 da WSL Latin America, que classificará dez surfistas na categoria masculina e cinco na feminina, para disputar o WSL Challenger Series do ano que vem. O campeão e a campeã na Praia Mole, largarão na frente na corrida por estas vagas, com 3.000 pontos no ranking masculino e 1.000 no feminino.

Fernando de Noronha. Foto: Daniel Smorigo

“Ficamos felizes em poder retomar as competições de surfe no Brasil por Florianópolis, que é uma cidade tradicional de grandes eventos ao longo dos anos. E, especialmente na Praia Mole, que ficou marcada pela primeira vitória do nosso tricampeão Gabriel Medina no Circuito Mundial”, disse Ivan Martinho, CEO da WSL Latin America. “Quero parabenizar a Layback, a Billabong, a Prefeitura de Florianópolis e todos os patrocinadores e apoiadores, bem como a nossa nova licenciada, a Agência Esporte Arte, por realizarem este evento que vai abrir a batalha por vagas para o WSL Challenger Series 2022. Esperamos que seja um grande campeonato e que nossos surfistas deem um show na Praia Mole”.

Florianópolis é a cidade do Brasil que mais promoveu etapas do WSL Qualifying Series. Das 140 realizadas entre 1992 e 2020, 27 aconteceram na capital catarinense e 10 delas na Praia Mole, onde em 2009 o hoje tricampeão mundial Gabriel Medina surgiu para o cenário internacional, como o mais jovem vencedor de uma etapa do Circuito Mundial, com apenas 15 anos de idade. Foi também na Ilha de Santa Catarina, que aconteceram as primeiras etapas do World Qualifying Series no Brasil, dos homens em 1992 na Praia da Joaquina e das mulheres em 2006 na Praia do Santinho. A Joaquina também sediou o último QS em Florianópolis em 2016.

“Florianópolis sempre foi a capital do surfe no país”, afirmou Ed Pereira, secretário de Cultura, Esporte e Lazer da Prefeitura Municipal de Florianópolis. “É um orgulho para a nossa gestão ter novamente um evento desta grandeza e eu visto a camisa quando o assunto é o futuro da nossa Ilha! Através da Secult, procuro idealizar projetos que impactam e transformam nossa cidade. A nossa bandeira é o esporte e movimentar Floripa é nosso objetivo”.

O LayBack Pro apresentado pela Billabong na Praia Mole de Florianópolis, é um evento licenciado pela WSL Latin America para a Agência Esporte Arte (AEA) promover uma etapa masculina e feminina do WSL Qualifying Series, que será realizada com o patrocínio da Corona e GND Incorporadora e apoio da Prefeitura Municipal de Florianópolis, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, da Fundação Municipal de Esportes, da Federação Catarinense de Surf (FECASURF) e da Associação de Surf da Praia Mole (ASPM). O evento será transmitido ao vivo pelo WorldSurfLeague.com e pelo aplicativo da WSL.

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE: Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surf do mundo. Uma empresa global de esportes, mídia e entretenimento, a WSL supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, empresa que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo.

Com sede em Santa Monica, Califórnia, a WSL possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surf profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave.

Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de televisão sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo da WSL, são distribuídos na televisão linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídia digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System.

A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo.

Mais informações sobre o surfe mundial no www.worldsurfleague.com e notícias em português no www.wsllatinamerica.com 

Reportagem: João Carvalho – WSL Latin América

Edição Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72