Hang Loose Surf Attack 2021 – Etapa decisiva começa nesta quinta-feira no Guarujá.

Publicado por AdrenaNews 0

Baterias definidas para a etapa decisiva do Hang Loose Surf Attack 2021, que começa nesta quinta-feira nas ondas da Praia do Tombo no Guarujá.

Onda da Praia do Tombo em ação. Foto: Munir El Hage

Atletas de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Paraná e Bahia estão a postos para a segunda e decisiva etapa do Hang Loose Surf Attack 2021,

Ryan Kainalo em ação. Foto: Munir El Hage

Com início nesta quinta-feira, o evento será realizado de 02 a 05 de dezembro, na Praia do Tombo, em Guarujá, São Paulo, onde serão definidos os campeões estaduais nas categorias de base e os vencedores da segunda etapa.

Aysha Ratto em ação. Foto: Munir El Hage

O evento conta com a organização da Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf) e já está com o cronogramahttps://www.spsurf.com.br/cronograma2etapa  e  as bateriashttps://www.spsurf.com.br/baterias2etapa definidas disponibilizados no site da entidade.

Anuar Chiah em ação. Foto: Munir El Hage

O evento ocorrerá seguindo todas as medidas de proteção ao Covid19. Os primeiros confrontos serão entre os atletas das categorias Sub 16 e 18, com previsão de início às 8h da manhã e término às 16h30. Segundo o Wavescheck, indicador de ondas do portal Waves, site oficial na cobertura do Hang Loose Surf Attack, as ondas quebrarão em torno de 1 metro e com boa formação.

Carol Bastides em ação. Foto: Munir El Hage

O evento será transmitido ao vivo com comentários pela primeira vez de uma mulher, a santista Kaylane de Souza, líder do ranking feminino estadual de Clubes no Longboard, que estará ao lado de Michael Cardoso, Allan César, Edinho Leite (comentarista da ESPN e do Série ao Fundo) e do ex-surfista Taiu Bueno (um dos melhores big riders do mundo).

Kaylane de Souza em ação. Foto: Marcelo Oliveira

A representatividade de Kaylane mostra a inclusão de uma comentarista feminina que fala a linguagem do surfe de forma inteligente, clara, e com propriedade. Ela é surfista, competidora e terá sua estreia no mais tradicional campeonato do Brasil, que já revelou nomes como o de Gabriel Medina, Adriano de Souza e Filipe Toledo, na transmissão ao vivo da segunda e decisiva etapa do Hang Loose Surf Attack.

“Este é um grande momento para mim. Estar ao lado de homens e lendas vivas do surf no Brasil, que trazem consigo muita experiência na bagagem nesse ramo. Será um grande momento de troca e uma grande chance de poder partilhar comentários inéditos nesse circuito com eles. É a voz feminina para enaltecer o evento (rs). Muita satisfação! Estou realmente feliz com esse marco”, ressaltou Kaylane. “Sei que esse é apenas o começo, mas tenho certeza que a representação feminina vai enriquecer o evento. A SPSurf está de parabéns, ela está sendo visionária”.

A surfista e, agora, comentarista, já teve experiência com apresentações em público em espetáculos teatrais, festivais escolares e foi contemplada com um edital falando sobre a cultura surf feminino. “Já narrei alguns festivais culturais e fui mestre de cerimônia, mas como comentarista será a minha grande estreia. Sou motivada pelo público que adota sempre quem sabe lidar com ele”, revelou. Kaylane é formada em artes cênicas, tem cursos de oratória, e já se apresentou nos maiores centros culturais de Santos.

Detentora do título estadual de longboard, conquistado em 2020, na Praia de Camburi, a surfista está vivendo uma das suas melhores fases. “Estou vivendo um momento incrível como atual campeã da minha cidade (Santos) e do meu Estado. Busco ainda trazer mais títulos e conquistas para a minha região e como comentarista quero deixar um legado e agregar muito para todos”, finalizou.

“Trabalhamos muito para chegar neste momento e dar um encerramento à altura deste que é o principal evento do Brasil, quando se trata de categorias de base. Eu desejo toda sorte aos quase 300 atletas que vão correr o evento e um muito obrigado a todos os empresários que acreditaram neste circuito. A nova geração do surfe agradece”, evidenciou Zé Paulo, presidente da Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf).

Pedro Henrique em ação. Foto: Munir El Hage

O Hang Loose Surf Attack chega a sua 33ª edição, com um investimento de até 50 mil em prêmios, o maior já oferecido em toda sua história, além de duas motos Mobyou zeradas, oferecidas aos campeões do circuito nas categorias Sub 18, masculino e feminino. “Um evento como esse representa muito para os atletas da categoria de base. É a chance de mostrarem o talento e ganharem visibilidade e reconhecimento. É nessa turma que investimos e queremos ver representando o Brasil lá fora”, afirma Ricardo Benetti, um dos sócios da Mobyou, empresa de mobilidade elétrica.

Naire Marquez em ação. Foto: Munir El Hage

O evento em 2021 terá apenas duas etapas, devido à pandemia do Covid 2019. A primeira aconteceu na Praia de Camburi, em São Sebastião, respeitando todos os protocolos de saúde, entre os meses de setembro e outubro e teve como campeões na categoria masculina os ubatubenses Diego “Didi” Aguiar (Sub18), que se despede do circuito por atingir a idade máxima neste ano, Ryan Kainalo (Sub16), Pedro Henrique (Sub14) e Anuar Chiah (Sub12) do Paraná.

Diego Aguiar em ação. Foto: Munir El Hage

O prêmio de melhor aéreo também foi para Ubatuba, vencido por Lucas Lisboa. Na categoria feminina as vitoriosas foram Naire Marquez (Sub18) de Ubatuba, Luara Mandelli (Sub16) do Paraná, Aysha Ratto (Sub14) do Rio de Janeiro e Carol Bastides (Sub12) da Praia Grande.

Luara Mandelli em ação. Foto: Munir El Hage

O “Girl Best Trick”, melhor onda feminina, foi para a praiagrandense Kemily Sampaio. Tudo indica que haverá baterias acirradas nesta etapa de decisão na Praia do Tombo, como aconteceu na primeira etapa, em Camburi.

Kemily Sampaio em ação. Foto: Munir El Hage

O Hang Loose Surf Attack 2021 tem o patrocínio da Mobyou Mobilidade Elétrica. Realização da Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf). Apoios: Blue Med Saúde, Sim Sucos, Remax, Água Cristal Litoral, Nuty Açaí, Pizza do Thiago, Sun Tech Grip Sistem, Special Boards, Manga Wax, Sthill, Visual Boards, Keahana Blanks, Sal na Veia, Waves Now, + Brasil Supermercados, Delab Design, Hotel Cajueiro, Pousada Canto do Forte, Tombowl Park, Remax, Betel Hortifruti. Colaboração: Prefeitura Municipal do Guarujá por meio da Secretaria de Esportes e Associação de Surf do Guarujá. Divulgação Waves.

Reportagem: Charles Roberto – Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf)

Edição Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72