Hang Loose Surf Attack 2019 – Começa nesta sexta-feira em Guarujá a 3ª etapa.

Publicado por AdrenaNews 0

A 3ª e penúltima etapa do Hang Loose Surf Attack, o circuito paulista das categorias de base, começa nesta sexta-feira (19), na Praia do Tombo, em Guarujá. Em ação, mais de 220 atletas e o primeiro dos três dias de disputa promete ser agitado com a seis categorias indo para o mar e os surfistas da júnior (sub18) abrem o evento, às 8 horas. Quem não puder ir até a praia, tem a opção e acompanhar todas as baterias ao vivo pela internet, com a transmissão pelo site www.fpsurf.com.br. Depois da fase inicial da júnior, entram no mar, pela ordem, a iniciante (sub14), às 10h, mirim (sub16), às 11h15, petit (sub10), às 13h15, a feminina (sub16), às 14h30, e encerrando a programação, a estreante (sub12), às 15h45.

Estrutura do evento. Foto: Munir El Hage – FMA

Realizado desde 1988 e com patrocínio da Hang Loose de 1995 em diante, o circuito é o mais tradicional do País nas categorias de base, define os campeões paulistas e é conhecido por revelar grandes nomes do surf brasileiro e até mundial, como Gabriel Medina, Adriano de Souza e Filipe Toledo, entre muitos outros.

Leo Casal em ação. Foto: Munir El Hage – FMA

Serão três dias de disputas, com as finais no domingo (22) e as baterias estão disponíveis no site da Federação Paulista de Surf, o www.fpsurf.com.br, que também fará a transmissão de todas as disputas ao vivo. Em algumas categorias, os campeões da temporada já podem ser conhecidos por antecipação, dependendo do resultado nas ondas do Tombo. É o caso da estreante (sub12), com Murilo Coura, representando São Sebastião.

Murilo Coura em ação. Foto: Munir El Hage – FMA

O surfista de 12 anos vem de três vice-campeonatos seguidos no Hang Loose, dois na petit (sub10) e outro na mesma estreante. “Espero que tenha chegado a minha hora. Estou sempre bem perto, mas evoluindo a cada ano”, afirma o atleta de 12 anos, que nesta temporada venceu a etapa inicial, em casa, na Praia de Maresias, e foi o segundo colocado na disputa realizada na Praia de Perequê-Acu, em Ubatuba.

Se repetir a vitória em Guarujá, ele garante o título matematicamente, não podendo mais ser alcançado, porque são válidos os três melhores resultados de cada atleta. “Minha expectativa é muito boa, estou treinando bastante, bem focado, minhas pranchas estão na medida certa e gosto muito da onda do Tombo. Vou com tudo, confiante, mas não estou pensando muito no título agora. Quero passar bateria por bateria e ser campeão paulista será consequência”, fala o surfista, que nasceu em São José dos Campos, longe do mar e por causa do surf, se mudou com a família para o litoral.

Além da estreante, a feminina (limite de 16 anos), com Sophia Medina, e a iniciante (no máximo 14 anos), com Ryan Kainalo, são outras duas categorias com chances de definição dos campeões na 3ª etapa. Já a júnior (sub18), a mirim (até 16 anos) e petit (10 anos para baixo), as disputas estão mais equilibradas. Há, ainda, a classificação por cidades e São Sebastião segue na frente com duas vitórias, mas nesse caso, são válidos os quatro resultados.

Sophia Medina em ação. Foto: Munir El Hage – FMA

Nas disputas que já podem esquentar no primeiro está a feminina, onde Sophia Medina está invicta até agora, com duas vitórias e caminhando para o bicampeonato. Entre as rivais estarão Isabela Saldanha, atual vice-líder do ranking e vindo de uma grande vitória na etapa do Sul-Americano Pro-Júnior, da World Surf League (WSL), em Florianópolis, e Nairê Marquez, terceira na classificação, vice-campeã em 2018 e vitoriosa de duas categorias no último domingo no Brasileiro de Surf Feminino, em Ubatuba.

Isabela Saldanha em ação. Foto: Munir El Hage – FMA

“O Hang Loose é um circuito que nunca consegui vencer, sempre bati na trave, então estou treinando muito forte, já que é meu último ano de sub16 e quero muito ter esses títulos da carreira amadora de surfista, que é muito importante. A vitória no Pro Júnior, com certeza, me deu mais confiança e motivação para seguir em frente”, fala Isabela. “Estou treinando bem e o melhor, conseguindo me divertir. Quero surfar bem e ficar feliz”, diz Nairê Marquez, evitando a pressão pela disputa.

Nairê Marquez em ação. Foto: Munir El Hage – FMA

Outro destaque na etapa será Ryan Kainalo, que este ano tenta o seu sexto título no Hang Loose Surf Attack. Já foi bicampeão na petit, bi na estreante, campeão na mirim e agora lidera na iniciante, podendo garantir a nova conquista por antecipação já nesta etapa, dependendo da combinação de resultados. “Com certeza seria ótimo garantir agora, mas vai ser difícil, porque tem ótimos concorrentes, mas eu vou tentar”, destaca.
“A expectativa está muito boa, porque o Tombo é uma praia que gosto muito e quero fazer um bom resultado. Treinei bem e estou feliz em poder competir lá”, reforça Ryan, que é filho do experiente Alex Miranda, também competidor. Entre os caçulas, Kailani Rennó, filho do big rider Zecão, também aparece na lista dos principais atletas, liderando a petit.

Ryan Kainalo em ação. Foto: Munir El Hage – FMA

Apesar de ser válido pelo paulista o campeonato, que está em sua 31ª edição consecutiva, atrai surfistas de vários estados. Entre os nomes de ponta confirmados estão o catarinense Léo Casal, que está entre os primeiros colocados da mirim e que entre outras conquistas este ano, ganhou o Pro Júnior no Chile, e o paranaense Anuar Chiah, campeão da petit no ano passado e dividindo a ponta nesta temporada na mesma faixa etária.

Anuar Chiah em ação. Foto: Munir El Hage – FMA

BRINCADEIRAS – O campeonato segue no sábado, novamente com as seis categorias em ação, e no domingo, as semifinais serão realizadas a partir das 9h e as finais, das 12 às 14h. Fora do mar, os três dias terão várias brincadeiras, gincanas e ações socioambientais para os atletas, promovidas nas tendas da Hang Loose e dos parceiros do evento, junto ao palanque, sob o comando do sempre animado Júlio Ozório, o Brô.

Vejam abaixo os vídeos com os melhores momentos da primeira e segunda etapas:

O Hang Loose Surf Attack 2019 tem os patrocínios de Sthill, Super Tubes, Surf Trip, Kyw, Overboard Action Sports Store, Hot Water, Rhyno Foam e CT Wax. Apoios da Prefeitura Municipal de Guarujá, Associação de Surf de Guarujá (ASG), Governo do Estado de São Paulo/Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, com divulgação de Waves e FMA Notícias. Organização da Federação Paulista de Surf.

Reportagem: Fábio Maradei – FMA

Edição: Edson Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72