mag72

Elétron Energy apresenta: Oi Hang Loose Pro Contest 2020 – Vai começar nesta, terça-feira.

Publicado por AdrenaNews 63 views0

Tudo pronto com vários surfistas em Fernando de Noronha, aproveitando os últimos dias de treinos livres para o Elétron Energy apresenta Oi Hang Loose Pro Contest 2020, no famoso arquipélago do estado de Pernambuco.

Estrutura em Noronha. Foto: Daniel Smorigo – WSL

o QS 5000 que começa nesta terça-feira com mais de 100 participantes de 18 países promete fortes emoções. Quem chega na ilha com uma expectativa diferente dessa vez é o potiguar Jadson André. Ele vai defender o título da vitória sobre o catarinense Yago Dora no ano passado, na volta do campeonato mais tradicional da América do Sul para os tubos da Cacimba do Padre. Os paulistas Filipe Toledo e Miguel Pupo, são as outras estrelas do CT que vão competir na Cacimba do Padre esta semana, com todas as baterias sendo transmitidas ao vivo pelo www.worldsurfleague.com

Jadson André em ação. Foto: Daniel Smorigo – WSL

“Estou muito feliz em voltar a Noronha mais uma vez para competir. Especialmente esse ano, que será diferente pra mim, pois chegarei lá para defender o título”, disse Jadson André. “Sei que todos estarão comentando, falando disso, etc.., então, sem dúvidas, a pressão é um pouco maior. Mas, isso é normal e já aconteceu comigo em outros eventos. Eu amo Noronha e me sinto em casa lá. Todos os locais me tratam como seu eu fosse uma cria deles e isso sempre me deixa empolgado em voltar para a ilha”.

O natalense é mais um talento surgido nas ondas de Ponta Negra e viaja para Noronha desde criança. Sua primeira participação no Hang Loose Pro Contest foi em 2006, com apenas 15 anos de idade. Foram três anos seguidos passando a primeira bateria e perdendo na segunda. Antes da vitória no ano passado, o melhor desempenho na Cacimba do Padre havia sido em 2010, quando passou quatro baterias até ser barrado por Joan Duru nas oitavas de final. O francês perdeu sua vaga no CT no ano passado e estará em Noronha novamente.

“A Cacimba do Padre não tem muito espaço para todo mundo ficar pegando as melhores ondas”, destaca Jadson André. “Mas, quando estou treinando, os locais sempre deixam as ondas boas para mim, por já me conhecerem desde moleque. Eu tenho esse privilégio e voltar pra lá, sem dúvidas, é sempre muito especial. Não vejo a hora de dividir aquelas ondas maravilhosas da Cacimba com todos os locais de Noronha de novo”.

A Ilha também estará representada no Elétron Energy apresenta Oi Hang Loose Pro Contest esse ano. Os experientes Caia Souza, Patrick Tamberg e o mais jovem Brayner Silva, estão confirmados entre os mais de 100 surfistas de 18 países já inscritos, com outros podendo entrar até o início do campeonato na terça-feira. Após a vitória em Noronha no ano passado, Jadson fez mais duas finais seguidas na Austrália e liderou o ranking do WSL Qualifying Series até o final da temporada, quando foi superado pelo português Frederico Morais.

Yago Dora e Jadson André no pódio do Hang Loose Pro Contest 2019. Foto: Daniel Smorigo – WSL

BICAMPEONATO INÉDITO – O potiguar é um dos quatro surfistas que podem entrar na história do Hang Loose Pro Contest, como o primeiro a conseguir um bicampeonato em Fernando de Noronha. Os outros são o paulista Miguel Pupo campeão em 2012, o catarinense Alejo Muniz em 2011 e o espanhol Aritz Aranburu em 2007. Dois chegaram perto deste feito inédito. O carioca Raoni Monteiro decidiu o título por três anos seguidos, mas só venceu o primeiro em 2008, perdendo para Bruno Santos em 2009 e para C. J. Hobgood em 2010. Já o catarinense Jean da Silva (in memoriam) ganhou em 2006 e perdeu a final de 2012 para Miguel Pupo.

“Será o meu primeiro evento no ano, vou estar no meio da minha pré-temporada, então meu approach vai ser igual ao ano passado”, disse Jadson André. “Vou lá pra me divertir, pegar ondas, surfar os tubos da Cacimba do Padre que eu amo e tentar fazer um bom evento. Na verdade, o resultado é consequência, então só quero tentar surfar o meu melhor naquelas ondas maravilhosas. Se for da vontade de Deus, de me tornar o primeiro bicampeão do evento na ilha, será sensacional”.

Além de Jadson André, mais dois tops do CT 2020 inscritos no Elétron Energy apresenta Oi Hang Loose Pro Contest, vão estrear na temporada 2020 em Fernando de Noronha, Filipe Toledo e Miguel Pupo. Filipe foi o número 4 do mundo no ano do primeiro título mundial do Italo Ferreira e Miguel está retornando a elite dos top-34 do World Surf League Championship Tour esse ano. Jadson não fez uma boa temporada na divisão principal em 2019 e confirmou sua permanência entre os dez indicados pelo QS, então quer fazer melhor em 2020.

Miguel Pupo em ação. Foto: Daniel Smorigo – WSL

DIRETO NO G-10 – Para os surfistas que vão iniciar a temporada em Fernando de Noronha, como Filipe Toledo e os concorrentes ao inédito bicampeonato na Cacimba do Padre, Jadson André, Miguel Pupo e Alejo Muniz, a vitória no Oi Hang Loose Pro Contest pode valer uma vaga direta na lista dos dez primeiros do WSL Qualifying Series, que se classificam para o CT. Foi assim para os vencedores das outras três etapas com status QS 5000 deste ano.

O japonês Shun Murakami ganhou a primeira na China e lidera o ranking com os 330 pontos que somou na terceira no Havaí. A segunda foi vencida pelo norte-americano Nat Young, derrotando o peruano Alonso Correa na final em Marrocos. E a terceira foi dominada pelos brasileiros, com Wiggolly Dantas sendo o campeão do Volcom Pipe Pro, João Chianca ficando em segundo e Yago Dora em terceiro lugar no QS 5000 de Pipeline.

Yago Dora em ação. Foto: Daniel Smorigo – WSL

Wiggolly chega ao Brasil dividindo a vice-liderança do ranking com Nat Young, que não vem competir em Fernando de Noronha. O líder também não e o caminho está livre para Wiggolly assumir a ponta no Oi Hang Loose Pro Contest. Seus principais concorrentes serão o quinto colocado, Lucca Mesinas, e os dois que estão empatados em sexto lugar, o também peruano Alonso Correa e o saquaremense João Chianca, vice-campeão em Pipeline. Yago Dora é o 11.o do ranking, na porta de entrada do G-10 que garante vaga no CT.

18 PAÍSES – Os brasileiros são maioria entre os inscritos no Elétron Energy apresenta Oi Hang Loose Pro Contest, com surfistas de vários estados do país. Além dos destaques já citados, tem o catarinense Willian Cardoso e o paulista Jessé Mendes, que saíram do CT no ano passado e outros ex tops da divisão de elite, como o atual vice-líder do ranking, Wiggolly Dantas, os pernambucanos Ian Gouveia, Bernardo Pigmeu e Paulo Moura, o catarinense Alejo Muniz campeão em Noronha em 2011, o cearense Heitor Alves.

Ian Gouveia em ação. Foto: Daniel Smorigo – WSL

Entre os outros países, o maior pelotão vem da França com treze competidores e o destaque é Joan Duru, que fez parte do CT até o ano passado. O segundo maior contingente estrangeiro vem dos Estados Unidos com cinco surfistas, incluindo Jake Marshall que ficou bem perto de se classificar para a elite de 2020. Na sequência, vem o Peru e o Chile com quatro representantes cada em Fernando de Noronha, sendo que o Peru começou muito bem a temporada e tem Lucca Mesinas em quinto lugar no ranking e Alonso Correa em sexto.

A lista dos países prossegue com a Espanha comparecendo com três surfistas no Oi Hang Loose Pro Contest, como o campeão na Cacimba do Padre em 2017, Aritz Aranburu. Depois, tem Portugal, Havaí e Costa Rica com dois participantes cada e nove países terão um concorrente ao título esse ano, a Argentina com Santiago Muniz, Uruguai com Marco Giorgi e Inglaterra, Suécia, África do Sul, Marrocos, México, Barbados e El Salvador.

CAMPEÕES DO HANG LOOSE PRO CONTEST:

2019 – Jadson André (RN) – Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

2017 – Deivid Silva (SP) – Praia de Maresias, São Sebastião (SP)

2016 – Kanoa Igarashi (EUA) – Praia da Joaquina, Florianópolis (SC)

2012 – Miguel Pupo (SP) – Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

2011 – Alejo Muniz (SC) – Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

2010 – C. J. Hobgood (EUA) – Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

2009 – Bruno Santos (RJ) – Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

2009 – Kelly Slater (EUA) – Hang Loose Santa Catarina Pro CT em Imbituba (SC)

2008 – Raoni Monteiro (RJ) – Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

2008 – Bede Durbidge (AUS) – Hang Loose Santa Catarina Pro CT em Imbituba (SC)

2007 – Aritz Aranburu (ESP) – Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

2007 – Mick Fanning (AUS) – Hang Loose Santa Catarina Pro CT em Imbituba (SC)

2006 – Jean da Silva (SC) – Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

2005 – Bobby Martinez (EUA) – Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

2004 – Warwick Wright (AFR) – Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

2003 – Neco Padaratz (SC) – Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

2002 – Victor Ribas (RJ) – Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

2001 – Fábio Silva (CE) – Cacimba e finais no Abras, Fernando de Noronha (PE)

2000 – Guilherme Herdy (RJ) – Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

2000 – Crhistiano Spirro (BA) – Praia de Maresias, São Sebastião (SP)

1999 – Richard Lovett (AUS) – Baía de Maracaípe, Ipojuca (PE)

1999 – Peterson Rosa (PR) – Praia de Maresias, São Sebastião (SP)

1998 – Armando Daltro (BA) – Gaibú, Cabo de Santo Agostinho (PE)

1997 – Marcelo Nunes (RN) – Baía de Maracaípe, Ipojuca (PE)

1996 – Fábio Silva (CE) – Baía de Maracaípe, Ipojuca (PE)

1995 – Peterson Rosa (PR) – Praia das Pitangueiras, Guarujá (SP)

1994 – Matt Hoy (AUS) – Praia das Pitangueiras, Guarujá (SP)

1993 – Joey Jenkins (EUA) – Praia das Pitangueiras, Guarujá (SP)

1992 – Nicky Wood (AUS) – Praia das Pitangueiras, Guarujá (SP)

1991 – Nicky Wood (AUS) – Praia das Pitangueiras, Guarujá (SP)

1990 – Fábio Gouveia (PB) – Praia das Pitangueiras, Guarujá (SP)

1989 – Glen Winton (AUS) – Praia da Joaquina, Florianópolis (SC)

1988 – Tom Carroll (AUS) – Praia da Joaquina, Florianópolis (SC)

1987 – Tom Carroll (AUS) – Praia da Joaquina, Florianópolis (SC)

1986 – Dave Macaulay (AUS) – Praia da Joaquina, Florianópolis (SC)

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL), criada em 1976, é a principal plataforma do surf e dos surfistas no mundo inteiro. A WSL está dedicada a mudar o mundo através do poder inspirador do surf, criando eventos, experiências e narrativas autênticas para inspirar a comunidade global a viver um lifestyle com dedicação, originalidade e entusiasmo. A World Surf League é uma organização global e sua sede principal é em Santa Monica, Estados Unidos, com escritórios regionais para a América do Norte, América Latina, Europa, África, Ásia, Australasia e Hawaii. A WSL tem uma profunda apreciação pela rica herança do surf, promovendo progressão, inovação e performance nos níveis mais altos do esporte. A WSL é composta por Circuitos e Eventos, celebrando os melhores surfistas do mundo em todas as modalidades, realizando anualmente mais de 180 campeonatos globais para coroar os campeões mundiais em todas as divisões; pela WSL WaveCO, onde a inovação encontra experiências inéditas; e pela WSL Studios, que oferece as melhores narrativas através das competições, lifestyle e conservação. Para mais informações, visite WorldSurfLeague.com

O Elétron Energy apresenta Oi Hang Loose Pro Contest é uma realização da World Surf League (WSL) com patrocínios da Oi e Elétron Energy, através da Lei de Incentivo ao Esporte, do Governo de Pernambuco, tendo como proponente o Instituto Incentiva, e da Hang Loose. O evento será transmitido ao vivo de Fernando de Noronha pelo www.worldsurfleague.com e mais notícias podem ser acessadas no www.wsllatinamerica.com

Reportagem: João Carvalho – WSL Latin America

Edição: Edson Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72