Downhill Graciosa – Quatro Barras, recebeu 3ª Etapa do Circuito Brasileiro de Downhill Speed 2022

Publicado por AdrenaNews 0

A Estrada da Graciosa, no Paraná, recebeu a 3ª etapa do Circuito Brasileiro de Downhill Speed 2022. O evento na tradicional estrada de Quatro Barras, reuniu 146 atletas de diversas partes do Brasil.

Willian Rubim, Lucas Bontorin e Alysson Garcia em ação. Foto: André Luiz – Baroniart

As disputas de Downhill Speed, Street Luge e Street Sled, foram super acirradas para a competição que somou pontos importantes para o ranking nacional, que será um dos critérios para a definição dos classificados ao World Skate Games 2022. O evento acontecerá em novembro na Argentina.

Melissa Brogni em ação. Foto: André Luiz – Baroniart

Nas disputas, Willian Rubim (RS – Downhill Speed Profissional), Vitória Mallmann (SC – Downhill Speed Feminino Open), Douglas Dalua (RS – Downhill Speed Master), Rafael Dobner (SC – Downhill Speed Grand Master), Gabriel Silva (PR – Downhill Speed Amador), Rafael Manfrinato (SP – Street Luge) e Matheus Fazolin (SP – Street Sled) ficaram com o título.

Douglas Dalua em ação. Foto: André Luiz – Baroniart

“Sobre o evento gostaria de destacar o cronograma que foi pontual com os atletas, tivemos um bom número de treinos, pausas para almoço e uma excelente organização. Também parabenizar os responsáveis pois o campeonato lidou com um número grande de atletas e tudo ocorreu como deveria, sem imprevistos. Quanto a minha vitória estou muito grato e feliz pelo meu desempenho, pois a corrida teve diversas dificuldades, ampliando e exigindo muita habilidade e controle dos atletas. Tivemos a qualificação em uma pista seca e no domingo corremos com muita chuva e para dificultar um pouco mais nas finais começou a secar boa parte pista, deixando tudo ainda mais perigoso. Mas graças a Deus conseguimos mais essa vitória”, afirma Willian Rubim, de 28 anos, de Gravataí (RS).

Vitoria Mallmann em ação. Foto: André Luiz – Baroniart

“Foi incrível vivenciar um evento com 160 atletas inscritos deixando o notável crescimento da modalidade no último ano. O campeonato estava com um nível alto em todas as categorias principalmente no feminino, onde 9 atletas participaram. No sábado fez sol e domingo choveu, no momento das finais o asfalto começou a secar e isso resultou na condição mais difícil que é a pista meio seca, meio molhada. Foi um grande desafio para todos os atletas! Feliz com meu resultado porém mais feliz ainda por presenciar essa grande união do downhill speed voltando com força. Agora sigo na preparação e rotina de treinos para o World Roller Games em novembro, na Argentina”, comenta Vitoria Mallmann, de 24 anos, de Garopaba (SC).

No sábado, o treino foi sob dia claro, ensolarado, e contribuiu para as tomadas de tempo. Já o domingo (17) foi de fortes emoções, com pancadas de chuva alternadas, que ora deixavam a pista encharcada, ou ‘secolhada’, como descrevem os atletas, com alguns trechos ‘meio secos’ e outros ‘meio molhados´. A competição seguiu firme e desafiadora, exigindo muita habilidade dos participantes.

Rafael Manfrinato, Leo Borton e Walter Ribeiro em ação. Foto: André Luiz – Baroniart

“O evento foi perfeito, organização excelente, muita diversão com os amigos, muita adrenalina. Tivemos um sábado ensolarado onde pudemos extrair o máximo de nossa técnica com pista seca e fizemos as tomadas de tempo, porém no domingo, nas eliminatórias tudo mudou, chuva e frio, neste momento os equipamentos se igualam e a técnica de pilotagem na chuva prevalece, graças a Deus depois de muita concentração, foco e destreza durante as descidas pude alcançar o primeiro lugar, do qual não estava esperando. Fiquei extremamente feliz pela conquista, pois somei pontos importantes para uma possível classificação para o mundial na Argentina em novembro, porém nada garantido ainda, o foco, empenho e dedicação continuarão até o objetivo desta vaga, representar nosso país pelo esporte que tanto amo”, destaca Rafael Manfrinato, de 36 anos, de São Pedro (SP).

Matheus Fazolin, Leonardo Miranda e Lennon Ribas em ação. Foto: André Luiz – Baroniart

“O evento n geral estava excelente, a organização está de parabéns, tivemos várias condições diferentes na pista nesse final de semana, já era uma ladeira conhecida. Corremos no seco e na chuva, o que foi um desafio a parte pois nunca tinha andado na chuva. Com certeza foi um evento inesquecível. A gente sempre tenta fazer o melhor resultado e eu consegui um bicampeonato. O evento estava em alto nível, foi um prazer rever todos”, completa Matheus Fazolin, de 15 anos, de Santo André (SP).

Resultados:

Downhill Speed Pro:

1º – Willian Rubim – RS
2º – Bruno Spengler – PR
3º – Evandro Dorneles – SC
4º – Yan Bertinati – RS

Downhill Speed Amador:

1º – Gabriel Silva – PR
2° – Nia Rodrigues – PR
3° – Fagner Lara – PR
4º – André Luiz Bodziak – PR

Downhill Speed Feminino Open:

1º – Vitória Mallmann – SC
2º – Melissa Brogni – RS
3º – Thaynara Schaun – SC
4º – Anna Ohata – PR

Downhill Speed Master (35+):

1º – Douglas Dalua – RS
2º – Evandro Dorneles – SC
3º – Rogério Baum – SC
4º – Alysson Garcia – PR

Downhill Speed Grand Master (40+):

1º – Rafael Dobner – SC
2º – Leonardo Discacciati – DF
3º – Vitor Alexandre – PR
4º – Deberson Naja – PR

Street Luge:

1º – Rafael Manfrinato – SP
2º – Leo Borton – PR
3º – Walter Ribeiro – PR
4º – Alexandre Cerri – PR

Street Sled:

1º – Matheus Fazolin – SP
2º – Leonardo Miranda – PR
3º – Lennon Ribas – PR
4º – Everaldo Alves – PR

Reportagem: Rafael Miramoto – CBSk

Edição Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas