Dew Tour – Skate brasileiro fecha com dois pódios no Street e quatro no Paraskate

Publicado por AdrenaNews 0

Skate brasileiro fecha Dew Tour com dois pódios no Street e quatro no Paraskate.

Pâmela Rosa em ação. Foto: Julio Detefon

O skate brasileiro fechou as finais do Dew Tour, neste domingo, com um total de seis pódios. O Street feminino ficou muito perto de ocupar os três primeiros lugares do evento, com Pâmela Rosa campeã, Rayssa Leal em segundo lugar e Letícia Bufoni na quarta posição – o terceiro ficou com a holandesa Roos Zwetsloot.

Pâmela Rosa, Rayssa Leal e Letícia Bufoni. Foto: Julio Detefon

“Eu fico muito feliz em estar aqui e poder representar muito bem o meu país. Graças a Deus consegui dar o meu melhor no campeonato e agora é me preparar para Roma. Na próxima semana a gente tem outra competição e vamos com tudo. É a última competição antes das Olimpíadas, é a que dá o título mundial. Então eu vou com muita vontade e muito feliz para dar meu melhor”, destaca Pâmela Rosa.

“Estou muito feliz por toda a vibe da galera, todo mundo torcendo. Estava muito ansiosa por esse campeonato e vem aí o mundial de Roma. Estou muito preparada e ansiosa também”, comenta Rayssa Leal.

Rayssa Leal em ação. Foto: Julio Detefon

“O campeonato foi muito incrível. As meninas estavam andando super bem. Estou muito feliz pela Pâmela e pela Rayssa, que ficaram no pódio, levantaram nossa bandeira. A gente fez um combinado que a gente queria um pódio total brasileiro. Infelizmente não deu por muito pouco, mas ainda tem Roma. Quem sabe em Roma a gente consegue esse pódio brasileiro”, completa Leticia Bufoni.

Leticia Bufoni em ação. Foto: Julio Detefon

Além do trio da Seleção Brasileira, os paraskatistas Felipe Nunes e Vinicios Sardi conquistaram ouro e bronze, respectivamente, tanto no Park quanto no Street. Felipe Gustavo também representou o skate brasileiro nas finais do Street, finalizando o evento na sexta posição.

Felipe Gustavo em ação. Foto: Julio Detefon

O Dew Tour foi o penúltimo evento da corrida classificatória do Street para os Jogos de Tóquio. A competição que definirá as vagas olímpicas será o Mundial de Roma, de 31 de maio a 6 junho.

Paraskate:

Abrindo as disputas do dia, os paraskatistas Felipe Nunes e Vinicios Sardi protagonizaram dois pódios duplos para o Brasil, com 1º e 3º lugar, respectivamente. No Park, o segundo lugar ficou com o norte-americano Justin Bishop. No Street, o vice-campeão foi Brandon White, também dos Estados Unidos. Em 2019, os paraskatistas brasileiros já haviam protagonizado uma dobradinha no pódio dos X-Games Minneapolis (EUA), na modalidade Park. Vinicios Sardi ficou com o ouro e Felipe Nunes levou a prata na ocasião.

Seleção Brasileira Olímpica de Park:

O Dew Tour marcou a última competição da corrida olímpica do Park. O skate brasileiro fecha o evento com o limite de seis vagas conquistadas. Luiz Francisco, Pedro Barros, Pedro Quintas, Dora Varella, Isadora Pacheco e Yndiara Asp são os nomes que representarão o Brasil nos Jogos de Tóquio.

Integrantes da Seleção Brasileira de Skate, Dora Varella, Isadora Pacheco e Yndiara Asp estão classificadas para as Olimpíadas. As três vagas foram definidas na sexta-feira, na semifinal do Park feminino do Dew Tour, em Des Moines, Iowa.

Dora Varella, Isadora Pacheco e Yndiara Asp. Foto: Julio Detefon

As atletas fecharam as disputas entre as 20 primeiras colocadas do evento, assegurando matematicamente lugar nos Jogos de Tóquio – Luiz Francisco, da Seleção Brasileira de Park, também já está classificado. Ao longo da sexta-feira, outros 7 brasileiros avançaram nas classificatórias do Dew Tour e garantiram vaga nas semifinais deste sábado.

Confira um resumo da sexta-feira:

Park feminino – trio da Seleção Brasileira nas Olimpíadas:

Por conta da chuva, as classificatórias do Park feminino, que estavam programadas para a quarta-feira, só tiveram início na quinta. Mas, também em razão da chuva, as disputas só puderam ser finalizadas na sexta. Das 5 skatistas brasileiras nas disputas, 4 ficaram no top 20 e avançaram para a semifinal, que também aconteceu nesta sexta.

Yndiara Asp (8ª nas classificatórias), Emily Antunes (15ª), Victoria Bassi (16ª) e Erica Leguizamon (19ª) se juntaram a Dora Varella e Isadora Pacheco, já entre as pré-classificadas para a semi. Leticia Gonçalves foi a 26ª nas classificatórias e não avançou.

Yndiara Asp em ação. Foto: Julio Detefon

“Estamos desde 2018 nessa corrida olímpica. Muita coisa aconteceu. Pandemia. Ficamos um ano inteiro sem competir. De repente surge essa competição como a última classificatória. Foi um mix de emoção, de tensão, de nervosismo. Eu estava nas qualificatórias. A Isa e a Dora já estavam na semi. Então eu tinha mais uma etapa para passar. Dei minha primeira volta. Acabei errando. Ainda não estava classificada para a semifinal. Transferiram para o dia seguinte (a segunda volta). Então foi uma noite inteira de muito nervosismo e ansiedade. Uma mistura de tentar controlar as emoções e fazer o que tinha que ser feito para eu poder me classificar. E consegui. Nossa, deu um alívio e uma felicidade muito grande de fazer o que eu vim fazer, o meu propósito. Missão cumprida. Essa classificação é muito especial”, comemora Yndiara Asp, de 23 anos e natural de Florianópolis (SC).

Na semifinal, Yndiara Asp ficou com a 12ª posição. Isadora Pacheco foi 16ª e Dora Varella terminou na 20ª posição – somente as oito primeiras avançaram para a final. Pela colocação no evento, as três skatistas da Seleção asseguraram lugar nos Jogos de Tóquio.

Dora Varella em ação. Foto: Julio Detefon

“Esse campeonato foi o último campeonato que classifica para as Olimpíadas. Então estava todo mundo muito animado para saber o resultado final, para ter logo a confirmação. A gente teve pouco treino. Fizemos o que a gente conseguiu fazer, mas a gente se classificou e é isso que importa. Dá um alívio gigante. Uma vontade de treinar ainda mais para chegar em Tóquio preparadíssima para fazer o meu melhor e representar o Brasil ao lado das minhas melhores amigas”, completa Dora Varella, de 19 anos e natural de São Paulo (SP).

Isadora Pacheco em ação. Foto: Julio Detefon

“Dá até um alívio saber que a gente já está classificada para as Olimpíadas de Tóquio. Estar do lado das minhas amigas, da Yndi e da Dora. Não poderiam ter sido outras pessoas para estar comigo nas Olimpíadas, para compartilhar esse sonho olímpico. A gente está junto desde a nossa primeira caminhada, do nosso primeiro campeonato mundial, da nossa primeira viagem internacional que a gente fez juntas. É sempre uma vivência especial estar com elas. A gente sempre procura torcer uma para a outra, sempre manter a nossa união, o nosso amor. A amizade está acima de tudo. A gente nunca vai se tratar como uma rival. A gente sempre vai ser amigas que estão torcendo uma pela outra”, Isadora Pacheco, de 16 anos e também de Florianópolis (SC).

Park masculino:

Com disputas marcadas a princípio para a quinta-feira, as classificatórias do Park masculino foram postergadas para a sexta-feira em razão das chuvas. Pedro Carvalho ficou na 15ª posição, garantindo vaga na semifinal.
Luiz Francisco, Pedro Barros e Pedro Quintas já estavam entre os pré-classificados para a semi.

Pedro Carvalho em ação. Foto: Julio Detefon

Nas classificatórias, o skate brasileiro ainda foi representado por João Victor Bito (22º), Vi Kakinho (23º), Matheus Mello (25º), Augusto Akio (46º), Murilo Peres (47º), Héricles Fagundes (50º) e Mateus Hiroshi (63º).

Street feminino:

Nas classificatórias do Street feminino, Isabelly Ávila avançou com a 6ª posição. Marina Gabriela, 26ª colocada, também representou o skate brasileiro. As disputas estavam marcadas para quinta-feira (20), mas por conta das chuvas, aconteceram somente na sexta. Isabelly Ávila agora se junta a Pâmela Rosa, Rayssa Leal, Leticia Bufoni e Virginia Fortes Aguas, já pré-classificadas para a semifinal.

Isabelly Ávila em ação. Foto: Julio Detefon

Street masculino:

No Street masculino, 5 dos 10 brasileiros nas disputas avançaram nas classificatórias, com direito a dobradinha de Carlos Ribeiro (1º) e Felipe Gustavo (2º) na liderança. Ivan Monteiro foi o 4º, Eduardo Neves teve a 6ª melhor pontuação e João Lucas Alves, o Xuxu, finalizou na 15ª posição. Além deles, Kelvin Hoelfer já estava garantido na
semifinal.

Ivan Monteiro em ação. Foto: Julio Detefon

Giovanni Vianna (24ª), Gabryel Aguilar (27º), Lucas Rabelo (41º), Filipe Mota (45º) e Gabriel Fortunato (55º) também representaram o skate brasileiro nas classificatórias, mas não avançaram.

Consulte mais informações no www.dewtour.com

A cobertura completa do período de treinos e competições poderá ser acompanhada nas redes sociais oficiais da CBSk (Instagram:  @cbskskate, Facebook: @cbskoficial e Twitter:@cbskoficial ) e no site da entidade (www.cbsk.com.br).

Reportagem: Rafael Miramoto – CBSk

Edição: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72