mag72

Corona Vírus – Olimpíadas de Tóquio, adiada para 2021.

Publicado por AdrenaNews 130 views0

O Comitê Olímpico Internacional (COI) oficializou nesta terça-feira (24 de Março) o adiamento para 2021 das Olimpíadas de Tóquio, em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Os jogos seriam disputados na capital japonesa daqui a quatro meses, a partir de 24 de julho. Apesar da resistência, do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e do presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, acabaram anunciando um acordo para adiar a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio até meados de 2021, devido à pandemia de Covid-19 que assola praticamente todos os países do mundo. A decisão foi anunciada após uma teleconferência entre o primeiro-ministro e o presidente da entidade.

É a primeira vez que o evento sofre adiamento. Em três ocasiões ( 1916, 1940 e 1944 ), as Olimpíadas foram canceladas, devido às guerras mundiais. Os Jogos Paraolímpicos, que seriam disputados em seguida, a partir de 25 de agosto, também foram adiados.

A Confederação Brasileira de Skate (CBSk) apoia a decisão do Comitê Olímpico Internacional (COI), “Diante do cenário que o mundo vive hoje, essa é, certamente, uma decisão acertada. Os Jogos são, em essência, uma comunhão entre povos. Nesse momento, o foco maior das nações pelo mundo deve ser no sentido de contermos essa pandemia. Quando tudo isso passar, as Olimpíadas, com a tão aguardada estreia do skate, serão um marco de alegria e comunhão mundial”, destaca Eduardo Musa, presidente da CBSk.

Letícia Bufoni, uma das candidatas a uma das vagas na equipe brasileira na modalidade street, comemorou a decisão do COI: “O momento é muito delicado no mundo, e a saúde é o mais importante. Não tinha condição nenhuma de manter as Olimpíadas na data certa. Agora é focar em ficar em casa. Nenhum atleta está conseguindo treinar”.

Leticia Bufoni em ação. Foto: Julio Detefon – CBSk

A Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e seu presidente, Adalvo Nogueira Argolo, ainda não se manifestaram, através do site da entidade. Já Gabriel Medina festejou o adiamento dos Jogos de Tóquio, na estreia do surf ao lado de Italo Ferreira, atual campeão mundial. ” A saúde e o bem-estar da população mundial são prioridade no momento. Eu sigo focado nos meus objetivos e, assim que tudo isso passar e a vida voltar ao normal, quero voltar à minha rotina de treinos, como milhares de outros atletas”, declarou Medina.

Gabriel Medina e Italo Ferreira representantes do Brasil no surf. Foto: Divulgação – WSL

O bicampeão mundial de surfe ressaltou que o adiamento dos Jogos permitirá que atletas se organizem e ajustem treinos sem o temor do coronavírus. “Todos vão ter chances iguais para se preparar até a remarcação dos jogos. Espero que todo mundo esteja bem, seguindo a recomendação da Organização Mundial da Saúde” . Declarou em um vídeo, finalizando com a mensagem, “Fiquem em casa, e vamos esperar que tudo termine logo”

“Nas atuais circunstâncias, e com base nas informações fornecidas hoje pela OMS, o presidente do COI e o primeiro-ministro do Japão concluíram que os Jogos da 32ª Olimpíada de Tóquio devem ser remarcados para uma data posterior a 2020, mas o mais tardar no verão de 2021, para proteger a saúde dos atletas, todos os envolvidos nos Jogos Olímpicos e na comunidade internacional “, anunciou o Presidente do COI.

Presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach. Foto: Divulgação – COI

Ainda segundo a entidade, a primeira edição do maior evento esportivo do mundo e que pela primeira vez acontecerá em um ano ímpar, continuará sendo chamada oficialmente de Tóquio-2020.  Alguns rituais tradicionais dos Jogos já haviam sido iniciados. Caso da chama olímpica, que iniciaria seu trajeto pelo Japão a partir da próxima quinta-feira (26). Segundo o COI, o fogo que simboliza o evento permanecerá no Japão – aceso – até que seja restabelecido o calendário para o evento.

Segundo Abe, o COI concordou em adiar os Jogos de Tóquio, anteriormente previstos para ocorrer de 24 de julho a 9 de agosto, para o próximo ano, em reunião entre diversas autoridades. “Eu propus o adiamento de um ano e o presidente do COI, Thomas Bach, concordou 100%”, revelou Abe,

O COI confirmou o adiamento, mas não especificou uma data, se limitando a dizer que os Jogos serão realizados até, no máximo, o verão de 2021 no hemisfério norte. Ainda que ocorra em 2021, o evento manterá, por questões comerciais, o seu nome original: Tóquio-2020.

Apesar do adiamento, o nome do evento ainda será Olimpíadas de Tóquio 2020, talvez para evitar os gastos decorrentes de uma mudança, que afetaria de material impresso de divulgação à sinalização de rua nas sedes dos jogos e produtos licenciados.

“O presidente do COI e o primeiro-ministro do Japão concluíram que os Jogos devem ser adiados para uma data posterior a 2020, mas o mais tardar no verão de 2021, para proteger a saúde dos atletas, de todos envolvidos nos Jogos Olímpicos e da comunidade internacional”,

“Os líderes concordaram que os Jogos Olímpicos em Tóquio podem ser um farol de esperança para o mundo durante esses tempos difíceis e que a chama olímpica pode ser a luz no fim do túnel em que o mundo se encontra atualmente. Portanto, foi acordado que a chama olímpica permanecerá no Japão.”disseram os organizadores.

Países como a Austrália e Canadá já haviam anunciado que não iriam enviar seus atletas aos jogos deste ano, enquanto outros como os EUA, Alemanha, Polônia e Brasil, pediam que fossem adiados.

Reportagem: Fontes: COI e CBSk

Edição: Edson Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72