Cor Atual, há 31 anos, atualizada com o mercado surfwear brasileiro.

Publicado por AdrenaNews 0

Final da década de 80, mais precisamente ano de 1987, a Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP), iniciava o Circuito Brasileiro de Surf Profissional. O mercado surf wear, estava de vento em popa.

Samory Rafael em ação. Foto: Arquivo Pessoal

Uma explosão de marcas nacionais, entre elas: Hang-Loose, Tropical Brasil e Fico, as cariocas: Pier, Company, Redley, Cyclone e Tico. Além de marcas da Baixada Fluminense, mais especificamente da Cidade de Nova Iguaçu, como: Abraxas, Arte Visual, By Polly, faziam a cabeça e vestiam os jovens da época.

Francisco “Gugu” Andrade com 16 anos, era um jovem com talento para desenhar e com um sonho de criar uma marca de surfwear, mesmo morando a quilômetros de uma praia. Um amigo do bairro chamado Aurelio, montou um pequeno ateliê em sua casa, criando a marca Anikan, era o que faltava para o jovem com algumas folhas de papel manteiga e uma caneta nankin, criar a marca CA.

Francisco “Gugu” Andrade de camiseta branca junto com Mário “Pelé” Santana . Foto: Arquivo Pessoal

As 17 anos motivado e inspirado nas marcas citadas, começou a desenvolver e compor uma marca, com a abreviatura CA, precisava de algo dentro do conceito, depois de diversas pesquisas no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) surgia a Cor Atual. O significado da palavra, cor é coloração predominante de um ser, de um conjunto. Já o significado da palavra, atual é que vigora, ou se realiza na época presente, que se quadra com a mentalidade, com as tendências, do presente; não ultrapassado.

Junto com seu irmão Alexandre Sabino e com apoio de seu Pai, que comprou os dois primeiros quilos de malha na cor branca e na cor azul, foi o ponta pé inicial com as primeiras 08 camisas impressas na mesa da sala da Família, Sabino Andrade.

Alexandre Sabino Andrade de camisa cinza recebendo Hyrio “Netão” Netto. Foto: Arquivo Pessoal

Com o apoio dos familiares e amigos do bairro, conseguiram vender todas as camisas, investindo o dinheiro arrecadado na compras de mais quilos de malhas para a confecção de mais 16 camisas dobrando a produção. Sem experiência a costureira que fechava as camisas, deu as primeiras dicas para o melhor aproveitamento no corte das malhas e cada lote vendido os irmãos investiam na compra de mais malhas multiplicando a produção.

Ricardo “Café” Andrade e Francisco “Gugu” Andrade. Foto: Arquivo Pessoal

Assim como todo inicio não foi nada fácil para os irmãos Sabino Andrade, porém o sonho de empreendedores e com a persistência e o sucesso das primeiras camisas estampadas, fizeram a diferença investindo cada vez mais em novas estampas e novas coleções. Não demorou muito para outras pessoas abraçarem a causa e se juntar como colaboradores.

O primeiro foi o Namorado da Prima, José Mauro, que comprava quase toda produção para revender para os amigos do bairro. Outro que também abraçou a marca, foi o primo, Ricardo “Café” Andrade, que foi escalado, responsável na gestão de nossa primeira loja, localizada na Galeria Veplan principal polo de moda da cidade.

Ricardo “Café” Andrade de camisa amarela gerenciou a primeira loja. Foto: Arquivo Pessoal

Neste mesmo período, inicio dos anos 90, era fundada a Associação Fluminense de Surf (AFS), realizando os primeiros campeonatos organizados pela entidade como o Abraxas Surf Cup, onde a Cor Atual, patrocinou a dupla de bodyboaders, “Madeira’ e “Naldo”, com ambos finalistas, deste icônico evento.

Equipe Cor Atual nos eventos. Foto: Arquivo Pessoal

Além de patrocinar a dupla de atletas da AFS, começamos a anunciar no Globo Baixada e no Jornal Adrenalina News, estas ações surtiram bastante efeito com uma exposição e fortalecimento da marca. Com o sucesso das vendas, foi inaugurada a segunda loja no Iguaçu Center e a expansão não parou por ai, com a abertura de lojas em Vilar dos Teles, Caxias, Comendador Soares, Nova Friburgo e a loja da Fabrica.

Edição 1995

Mas nem tudo foram flores, assim como outras marcas a crise da era Collor na metade da década de 90 chegou forte, com uma inflação galopante, desempregos e instabilidade política e financeira, atingindo a todos, com as vendas fracas, precisaram se adequar com a nova realidade do mercado, fechando as unidades e permanecendo com a loja de fabrica em suas dependências. Além desta estratégia, começamos a atender outras empresas na confecção de uniformes mas sem perder o foco nas inovações no conceito das novas tendências, com novas estampas em cada coleção.

Loja de fabrica. Foto: Arquivo Pessoal

Anos 2000, foi uma década desafiadora mas com todas as dificuldades, continuaram na evolução da marca. Em 2019 veio a pandemia do corona vírus e outro período difícil e turbulento passando a investir em propagandas em paginas nas redes sociais, WhatsApp, Facebook e Instagram e vendas on-line.

Página Instagram

Página Facebook

Com a diminuição dos casos de covid em 2021 foram realizadas o desenvolvimento da revitalização da marca com uma nova tipologia seguindo as novas tendências, retornando aos incentivo e patrocínio de eventos e de atletas entre eles, o multi atleta do surf, skate e corrida, Samury Rafael e o vitorioso lutador de MMA, Sergio Sapê.

Samory Rafael multi-alteta Cor Atual. Foto: Arquivo Pessoal

Além do patrocínio dos atletas, a marca voltou a anunciar na mídia, anunciando no site de esportes de ação, Portal AdrenaNews.

Anuncio no Portal AdrenaNews

Francisco “Gugu” Andrade com 53 e Alexandre Sabino com 52 continuam mantendo a chama acessa encarando os novos desafios. A Cor Atual agora 31 anos de mercado, continua sua saga com seus proprietários aceitando novos desafios, reinventando, inovando e se mantendo super atualizada.

Tenha lindas artes exclusivas