Circuito Vert Battle 2022 – Gui, Raicca e Pietro, são os campeões em Atibaia.

Publicado por AdrenaNews 0

Os skatistas, Gui Khury, Raicca Ventura e Pietro Nines, foram os campeões da 2ª Etapa do Circuito Vert Battle 2022 em Atibaia.

Gui Khury em ação. Foto: Eduardo Braz

O que o jovem talento Gui Khury, de apenas 13 anos, fez neste domingo entrou para a história do vertical. Manobras espetaculares, entre elas dois 900º, garantiram a ele o título da segunda etapa do Vert Battle 2022, realizada em Atibaia (SP). “Meu Deus! Meu Deus! Não acredito!”, eram as primeiras palavras dele logo após a divulgação do resultado final, para se ter uma ideia do feito que acabara de conseguir.

Logo na sua primeira volta, já dava para imaginar que o dia seria mesmo de Gui Khury, que recebeu a nota 85,33. Ali, todos mal sabiam que seria a maior de todo o fim de semana, com direito a um 720º. Apesar de ter subido o sarrafo e mostrado aos adversários que seria difícil desbancá-lo, na segunda chance ele ainda completou um 900º – como caiu no meio da volta, sua nota não foi tão boa. E ainda havia a terceira e última volta, quando acertou outro 900º, mas só não foi perfeita porque caiu ao finalizar a última manobra, um 720º. Ainda assim, conquistou também a segunda maior nota da final, um 83,17.

“Quero muito confirmar esse nível e esse ritmo nos próximos eventos, mas com esses caras aí, que são muito bons, não será nada fácil. É uma galera que está andando muito”, vibrou Gui Khury, que disputa o Vert Battle categoria PRO pela primeira vez. “É uma experiência incrível e estou feliz demais. E ansioso com os outros campeonatos que estão por vir”, emendou ele, que na primeira etapa, em São Bernardo do Campo (SP), já tinha terminado em segundo lugar.

Finalistas. Foto: Eduardo Braz

Um desses “caras aí” citados pelo jovem campeão é ninguém menos que Pedro Barros, medalha de prata na modalidade Park nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Foi justamente ele que elevou o nível da final, fazendo com que os juízes já jogassem as notas lá para cima. Com direito a dois 540º logo na primeira volta, cravou um 81,60, o que, no fim, lhe garantiria o terceiro lugar. Augusto Akio, o Japinha, maior nota nas semifinais, ainda tinha a chance do título. Emplacou uma série empolgante na última volta, mas fez um 83,17 que apenas tirou o segundo lugar de Pedro Barros. O troféu ficou mesmo com Gui Khury.

Sábado: Voos e manobras sensacionais marcaram o sábado em Atibaia. Assim como na primeira etapa, em São Bernardo do Campo (SP), Raicca Ventura subiu ao lugar mais alto do pódio, com a nota 68,23, superando na final Helena Laurino e Manu Timitaki, que ficaram com prata e bronze.

Pódio Feminino. Foto: Eduardo Braz

Raicca Ventura, um dos principais nomes do Park no Brasil, primeira do ranking nacional em 2022, admite que o Vert é uma outra paixão. “Digamos que sou 50% Park e 50% Vert. Amo os dois. Só tenho a agradecer ao meu treinador por mais essa conquista. Acabamos de voltar dos Estados Unidos, onde fiz uma série de treinos em que aperfeiçoei demais o meu skate. Agora que retornei, quero treinar ainda mais para tentar obter os melhores resultados nas próximas competições”, contou Raicca.

Raicca Ventura em ação. Foto: Eduardo Braz

A cada evento, os skatistas mostram não ter limites. Surpresas e superações são marcas deste esporte que se consolida como a nova geração amadora masculina, após muitas disputas o título ficou com Pietro Nunes (84,67), com Dan Sabino em segundo e Diego Mitsuo em terceiro.

Na categoria profissional, o destaque do sábado ficou para Augusto Akio, o Japinha, que passou com a melhor nota (80,83) para a final. E desbancou até mesmo o 720º de Gui Khury, que avançou com a segunda maior nota (80,33). O anfitrião Rony Gomes, que recebe toda essa turma no halfpipe construído literalmente no quintal da sua casa, fez a terceira melhor nota (78,38).

Pietro Nunes em ação. Foto: Eduardo Braz

RESULTADO FINAL – CATEGORIA PRO

1 – Gui Khury – 85,33
2 – Augusto Akio – 83,17
3 – Pedro Barros – 81,60
4 – Dan Cezar Pardinho – 81,00
5 – Rony Gomes – 79,87
6 – Gustavo Fujikawa – 78,90
7 – Carlos Niggli – 74,23
8 – Matheus Hiroshi – 73,00

PÓDIO OPEN FEMININO

1 – Raicca Ventura – 68,23
2 – Helena Laurino – 59,00
3 – Manu Timitaki – 53,73

PÓDIO AMADOR MASCULINO

1 – Pietro Nunes – 84,67
2 – Dan Sabino – 80,67
3 – Diego Mitsuo – 76,00

Para saber mais sobre o evento, acompanhe as informações e a cobertura oficial feita nos canais STU e do Vert Battle.

Siga as redes sociais do evento e do STU:

Instagram: @vertbattle
TikTok: @Skatevertbattle
Facebook: Skate Vert Battle

Instagram: @skatetotalurbe
TikTok: @skatetotalurbe
Linkedin: @skate-total-urbe

Fechando o Circuito 2022, ainda haverá uma terceira etapa, em Madureira, no Rio de Janeiro, em setembro. O Circuito Vert Battle 2022, é realizado pela Plataforma STU e é patrocinado pela TNT Energy Drink. Tem apoio da Oakley BR, Niggli e Santa Cruz Skateboards.

Reportagem: Erich Onida – SMG Brasil

Edição Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas