Circuito Banco do Brasil de Surfe – Circuito vai revelar jovens talentos, começando pela Região Sul do país.

Publicado por AdrenaNews 0

Valorizar jovens surfistas e descobrir novos talentos nacionais da modalidade estão entre os objetivos principais do Circuito Banco do Brasil de Surfe.

Kiany Hyakutake em ação. Foto: Mariano Antúnez

Circuito que será uma das novidades da temporada 2022 do World Surf League Qualifying Series, cuja abertura acontece nesta semana na Praia da Ferrugem, em Garopaba. A primeira etapa será de 21 a 24 de abril e reunirá participantes da região Sul, sobretudo do litoral catarinense, como também da Argentina, Equador, Peru, Chile e Uruguai. Vale ressaltar que para a 1ª etapa, todas as 112 vagas do masculino e as 32 do feminino já foram preenchidas e há mais 23 surfistas na lista de espera.

Arena Rodriguez Vargas em ação. Foto: Mariano Antúnez

Além de o evento oferecer igualdade na premiação para homens e mulheres, seu grande atrativo é que os campeões dos rankings masculino e feminino ganharão um convite (wildcard) especial para participar da etapa do Challenger Series, Corona Saquarema Pro apresentado pelo Banco do Brasil, em novembro, no Rio de Janeiro.

Itaúna, Saquarema. Foto: Thiago Diz

Com mais de 7 mil km de litoral, o Brasil possui aproximadamente 2 mil praias espalhadas pela costa e, pensando em oferecer oportunidade para a nova geração do surfe nacional, a WSL, com o patrocínio do Banco do Brasil e do BB Asset Management, vai promover o Circuito Banco do Brasil de Surfe para atingir, também, jovens surfistas das regiões Sul, Sudeste e Nordeste, que buscam classificação para o Challenger Series, circuito de acesso para a elite mundial. As outras duas etapas serão em Salvador (Praia de Stella Maris – 12 a 15 de maio) e no litoral norte paulista, em Ubatuba (Praia de Itamambuca – 25 a 28 de agosto).

Laura Raupp em ação. Foto: Marcio David

Aos 15 anos, Maya Carpinelli, nascida em Florianópolis, mas que reside em Garopaba, é uma das inscritas na competição. “Meu pai foi surfista e nossa família sempre teve um estilo de vida voltado para o surfe, tanto que pego onda desde os 12 anos. Estou muito animada para participar do Circuito BB em casa, lugar onde aprendi a surfar, e ter a chance de lutar por uma vaga para o CS de Saquarema”, diz a jovem que já foi campeã catarinense Sub-14 e 5ª colocada no ranking brasileiro Sub-16 e atualmente está no Sub-18. “Eu acho importantíssima essa oportunidade que a WSL está dando e, a partir daí, ter a chance de ganhar mais visibilidade para conseguir mais apoio e chegar um dia à classificação para a elite mundial”, completa Maya, que como muitos, sonha em disputar o Championship Tour da WSL.

Maya Carpinelli em ação. Foto: Marcio David

Quem, também, está animado para a etapa de abertura é Patrick Plachi, 18 anos, natural de Imbituba (SC), morador da Praia do Rosa, que tem o surfe no DNA, pois vem de uma família de surfistas: pai, mãe e irmãos. Começou a competir há cinco anos em eventos regionais e nesta temporada pretende participar do Pro Junior e de algumas etapas do WSL Qualifying Series. “A paixão pelo esporte nasceu comigo. Minha mãe surfava até os seis meses de gravidez e minha primeira onda eu era um bebê. O surfe sempre fez parte de nosso lifestyle”, diz o jovem catarinense. “Estou muito confiante, pois tenho treinado bastante e focado 100% para estar entre os 10 do ranking e, assim, tentar me classificar para o Challenger Series, no final do ano. Achei muito irado sobre o campeão ganhar o wildcard, pois oferece essa oportunidade e me deixa mais confiante e determinado para buscar por essa vitória!”, finaliza Patrick.

Patrick Plachi em ação. Foto: Eternize Seu Surf

Atrações na Praia da Ferrugem – Além de incentivar as categorias de base e fomentar campeões, o Circuito Banco do Brasil de Surfe terá várias atrações para o público e ações para uma vida mais sustentável: aulas de surfe com monitores especializados para diferentes níveis; empréstimo de pranchas com monitoria e até reparos rápidos de pranchas para atletas e moradores locais; futevôlei, beach tennis, vôlei de praia, aulas funcionais e yoga. Paralelamente, haverá grande rigor e controle na utilização de plástico. Será organizada uma coleta seletiva e gestão de resíduos, ou seja, todos os resíduos serão separados e enviados para cooperativas locais de reciclagem. E, em parceria com instituições de Garopaba, está programado o plantio de mudas da vegetação nativa local.

Todas as etapas serão transmitidas ao vivo no WorldSurfLeague.com e também pelo Aplicativo e canal no YouTube da World Surf League. O Circuito Banco do Brasil de Surfe conta com patrocínio do Banco do Brasil e BB Asset Management. A primeira etapa será realizada com o apoio da Prefeitura Municipal de Garopaba e da Rede Atlântida.

Calendário do Circuito Banco do Brasil de Surfe:

Etapa 1: 21 a 24/abril – Praia da Ferrugem, Garopaba (SC)
Etapa 2: 12 a 15/maio – Praia de Stella Maris, Salvador (BA)
Etapa 3: 25 a 28/agosto – Praia de Itamambuca, Ubatuba (SP)

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE: Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surf do mundo. Uma empresa global de esportes, mídia e entretenimento, a WSL supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, empresa que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo.

Com sede em Santa Monica, Califórnia, a WSL possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surf profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave.

Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de televisão sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo da WSL, são distribuídos na televisão linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídia digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System. A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo.

Mais informações sobre o surfe mundial no www.worldsurfleague.com e notícias em português no www.wsllatinamerica.com 

Reportagem: João Carvalho – World Surf League

Edição Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas