CBSk anunciou os 47 skatistas promovidos para a categoria profissional em 2022.

Publicado por AdrenaNews 0

A Confederação Brasileira de Skate (CBSk) anunciou os 47 skatistas que passaram a ser reconhecidos como competidores da categoria profissional a partir deste ano de 2022.

Pedro Quintas em ação. Foto: Julio Detefon

São representantes de diversos estados sendo: 24 de São Paulo, 10 do Paraná, 04 de Santa Catarina, 02 do Distrito Federal, 02 de Espírito Santo, 01 de Ceará, 01 de Minas Gerais, 01 do Rio de Janeiro, 01 do Rio Grande do Sul e 01 do Sergipe. As modalidades que terão novos profissionais são: 04 no Downhill Slide, 06 no Downhill Speed, 06 no Longboard Downhill, 06 no Freestyle, 06 no Park, 02 no Sled, 11 no Street e 06 no Street Luge.

Profissionalização:

Em 2021, a solicitação para ingresso na categoria Profissional pôde ser realizada por dois caminhos: Critérios Objetivos (resultados em competições) e Critérios Subjetivos (carreira construída até o momento pelo skatista). Ficou a cargo do skatista amador definir qual via escolher. Os pedidos foram recebidos pela entidade entre 1º e 31 de dezembro. No total, 831 skatistas são reconhecidos como competidores profissionais pela CBSk.

Jéssica Amorim em ação. Foto: Cássia Ferreira

Avaliação dos pedidos:

Tanto no caso dos pedidos com base nos critérios objetivos quanto nos embasados pelos critérios subjetivos, o comitê de cada modalidade (Downhill Slide, Downhill Speed, Freestyle, Park, Slalom, Street e Vertical), juntamente com a diretoria da CBSk, avalia quais candidatos cumprem os requisitos para serem reconhecidos como skatistas aptos a disputar competições na categoria Profissional.

Os comitês são formados por skatistas profissionais eleitos pelos seus próprios pares para mandatos de 2 anos. Os comitês atuam, juntamente com a diretoria da Confederação, nas diretrizes esportivas do skate.
As Loterias CAIXA e o Governo Federal são os patrocinadores oficiais da Confederação Brasileira de Skate (CBSk).

Confira abaixo a relação completa:

Downhill Slide:

Anderson Ogui (SP)
Jéssica Amorim (SP)
Júnior Yuppie (SC)
Victor Mazala (SP)

Downhill Speed:

Alexandre Rausini (SC)
Felipe Rosa (RS)
Gabriel Kopplin (PR)
Jhonata Jhon Heijhow (ES)
Leo Discacciati (DF)
Matheus Snow (PR)

Longboard Downhill:

Amarildo Rodrigues (SP)
Daniel Ramos (DF)
Fernanda Tabith (SP)
Nayara Nishimuta (SP)
Raissa Souza (SP)
Thiz Bertoni (SP)

Freestyle:

André do Ipiranga (SP)
Charles Ribeiro (SP)
Daniel Yoshio (SP)
Gustavo Kennedy (RJ)
Monica Polistchuk (SP)
Vinícius Dantas (SP)

Park:

André Vinícius (SP)
Emily Antunes (SC)
JP Monteiro (SP)
Pedro Quintas (SP)
Peter Volpi (SP)
Wesley Moskito (SP)

Sled:

Cezar Lugnani (PR)
Everton Bagestan (PR)

Street:

Aline Dantas (ES)
André Godoy Delolo (SP)
Bruno Placca (SP)
Charles Starret (SE)
Diego Costa (PR)
Felipe Nunes (PR)
Gabriel Fortunato (SP)
Garcia Rodrigues (SP)
Mário Lucena (CE)
Tiago Picomano (MG)
Vitor Santana Feijas (SP)

Street Luge:

Alexandre Cerri (PR)
Leo Borton (PR)
Matheus Martins (SC)
Rafael Manfrinato (SP)
Walter Baresi (PR)
Willan César de Souza (PR)

Sobre a Confederação Brasileira de Skate:

Nascida em 6 março de 1999, a Confederação Brasileira de Skate (CBSk) é a responsável pela regulamentação e desenvolvimento do skate no Brasil. A gestão da entidade está por trás do crescimento e do fortalecimento de uma modalidade que movimenta mais de R$ 1 bilhão anualmente no Brasil e que conta com mais de 8,5 milhões de praticantes no país. No alto rendimento, o skate tem se mostrado um dos mais vitoriosos esportes do Brasil, com três medalhas conquistas nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Reportagem: Rafael Miramoto – Confederação Brasileira de Skate (CBSk)

Edição Textos e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas