Boost Mobile Margaret River Pro apresentando por Corona – Definidas as ultimas vagas em Margaret River.

Publicado por AdrenaNews 153 views0

Os melhores surfistas do mundo já estão na Austrália Ocidental, para as duas etapas finais da perna australiana do WSL Championship Tour 2021. Definidas as ultimas vagas em Margaret River.

Line Up de Main Break em ação. Foto: Matt Dunbar – WSL

A próxima será o Boost Mobile Margaret River Pro apresentando por Corona que terá a janela de competição de 2 a 12 de maio. Valida como a quarta parada na WSL CT e a seguir será a vez do Rip Curl Rottnest Island Search apresentando por Corona. Margaret River será um local familiar para competidores e fãs de surf. Os competidores serão testados em diversas condições, já que Main Break e The Box são opções possíveis para a realização durante a janela do evento.

Line Up de The Box em ação. Foto: Kelly Cestari – WSL

A Surfing Western Australia realizou o Margaret River Main Break, evento válido para as triagens com os locais. Os wildcards do evento deste ano foram alocados através dos WA Trials, o que significa que os vencedores masculinos e femininos, juntamente com o vice-campeão masculino, competirão junto com a elite mundial.

A Vencedora do evento feminino foi a local prodígio Willow Hardy, de apenas 14 anos, que agora adicionará ao seu currículo esta aparição em uma etapa do mundial. Ela já impressiona com os títulos de campeã estadual sub-18 em WA e de campeã nacional do Rip Curl Grom Search. Foi uma mudança de guarda nas seletivas femininas, já que a nova leva de jovens de WA, assumiram o comando com Hardy, vencendo suas adversárias antes de enfrentar, Carissa Moore (HAW) e Nikki Van Dijk (AUS), na terceira bateria do primeiro round.

Willow Hardy em ação. Foto: Drift Wood Photography

No masculino Jacob Willcox, na final derrotou o também local Cyrus Cox. A dupla de goofy-footers lutou pelo primeiro lugar, mas tanto o primeiro quanto o segundo conquistaram as suas vagas no evento masculino. Será a primeira aparição de Cox no CT e a primeira vez no nível de elite que haverá cinco representantes da Austrália Ocidental em um evento do WSL Championship Tour.

Jacob Willcox em ação. Foto: Tony Heff – WSL

Os locais, terão pedreiras pela frente, com Cyrus enfrentando os campeões mundiais brasileiros, Gabriel Medina (BRA) e Adriano de Souza (BRA), enquanto Willcox tentará superar o compatriota local de Margaret River, Jack Robinson (AUS) e o atual campeão mundial Ítalo Ferreira (BRA).

Boost Mobile Margaret River Pro Women’s Seeding Round 1:

Heat 1: Tatiana Weston-Webb (BRA), Keely Andrew (AUS), Macy Callaghan (AUS)
Heat 2: Caroline Marks (USA), Malia Manuel (HAW), Amuro Tsuzuki (JPN)
Heat 3: Carissa Moore (HAW), Nikki Van Dijk (AUS), Willow Hardy (AUS)
Heat 4: Stephanie Gilmore (AUS), Isabella Nichols (AUS), Brisa Hennessy (CRI)
Heat 5: Sally Fitzgibbons (AUS), Tyler Wright (AUS), Sage Erickson (USA)
Heat 6: Courtney Conlogue (USA), Johanne Defay (FRA), Bronte Macaulay (AUS)

Boost Mobile Margaret River Pro Men’s Seeding Round 1:

Heat 1: Kanoa Igarashi (JPN), Seth Moniz (HAW), Alex Ribeiro (BRA)
Heat 2: Filipe Toledo (BRA), Peterson Crisanto (BRA), Connor O’Leary (AUS)
Heat 3: John John Florence (HAW), Michel Bourez (FRA), Mikey Wright (AUS)
Heat 4: Jordy Smith (ZAF), Jadson André (BRA), Reef Heazlewood (AUS)
Heat 5: Ítalo Ferreira (BRA), Jack Robinson (AUS), Jacob Willcox (AUS)
Heat 6: Gabriel Medina (BRA), Adriano de Souza (BRA), Cyrus Cox (AUS)
Heat 7: Conner Coffin (USA), Wade Carmichael (AUS), Matthew McGillivray (ZAF)
Heat 8: Griffin Colapinto (USA), Jack Freestone (AUS), Leonardo Fioravanti (ITA)
Heat 9: Ryan Callinan (AUS), Morgan Cibilic (AUS), Adrian Buchan (AUS)
Heat 10: Frederico Morais (PRT), Julian Wilson (AUS), Miguel Pupo (BRA)
Heat 11: Jeremy Flores (FRA), Owen Wright (AUS), Deivid Silva (BRA)
Heat 12: Yago Dora (BRA), Caio Ibelli (BRA), Ethan Ewing (AUS)

O Boost Mobile Margaret River Pro apresentando por Corona é orgulhosamente apoiado por nossos parceiros Boost Mobile, Tourism Western Australia, Corona, Red Bull, Oakley, Hydro Flask, Rip Curl, Harvey Norman, Bonsoy, Dometic Outdoor, Bond University, Oakberry, Healthway e Shire of Augusta Margaret River.

PERNA AUSTRALIANA – As próximas etapas serão na região de West Austrália, o Boost Mobile Margaret River Pro de 02 a 12 de maio em Margaret River e o Rip Curl Rottnest Search de 16 a 26 de maio em Rottnest Island.

• Boost Mobile Margaret River Pro apresentado pela Corona: 02-12 de maio
• Rip Curl Rottnest Search apresentado pela Corona: 16-26 de maio

*Todas as etapas e datas estão sujeitas a alterações devido às restrições aplicáveis relacionadas ao COVID-19, incluindo restrições globais de viagens.

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surf do mundo. Uma empresa global de esportes, mídia e entretenimento, a WSL supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, empresa que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo.

Com sede em Santa Monica, Califórnia, a WSL possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surf profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave.

Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de televisão sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo da WSL, são distribuídos na televisão linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídia digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System.

A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com

Reportagem: Edson “Adrena” Andrade (Fonte: World Surf League (WSL))

Edição Texto e Imagens: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72