Alma dos Amigos – Diário de bordo 01 – Kitesurf com Messias Silva

Publicado por AdrenaNews 275 views0

Enfim chegou o dia do reencontro dos Amigos fissurados pelo surf para a sétima edição do Encontro Alma dos Amigos 2020, que em virtude do covid-19 por pouco não aconteceria, mas a persistência e as saudades falaram mais alto. Marcio Amaral, Edson Andrade, Ricardo Big, Helio Gugui, Marcelo Nardeli, Luciano Vaca e Christiano Kill foram os Almaniacos que chegarão nesta quinta-feira.

Marcio Amaral, Edson Andrade, Ricardo Big, Helio Gugui, Marcelo Nardelli, Luciano Vaca e Christiano Kill. Foto: Luciano Mendonça

Meeting dos Almaniacos:

Neste primeiro dia ao chegarmos na Praia do Foguete mais precisamente na Pousada Laguna colocamos as bagagens no quarto e como um vento maral insistia em prejudicar as formações das ondas decidimos fazer um check-in nas praias de Arraial do Cabo, porém fomos impedidos de entrar na cidade por causa do maldito covid-19.

Na volta demos uma passada na Praia do Xarel mas as condições também não estava favoráveis. Com um vento forte fomos conferir a aula de kite-surf na Lagoa Vermelha que fica também no Xarel. Batemos um papo com o Instrutor Messias Silva que contou um pouco de sua historia. Nascido e criado nas ondas de Recife, a cerca de oito anos chegou em Cabo Frio e ficou apaixonado pela cidade.

Marcio Amaral e Edson Andrade batendo um papo com Messias Silva e seus alunos Bernardo Almeida e Francisco Santiago. Foto: Luciano Mendonça

Um belo dia de poucas ondas e fortes ventos viu um cara inflando uma pipa e depois o surfista foi pra água e pegou altas ondas esse surfista era Victor Ribas. Então se apaixonou pela modalidade e Victor veio a ser seu instrutor. Já se passaram sete anos e hoje o discípulo virou mestre ensinando o esporte para outros apaixonados por ondas e ventos.

Messias Silva em ação. Foto: Luciano Mendonça

Entre seus alunos estão, Bernardo Almeida estudante do segundo período de jornalismo de 23 anos morador de Cabo Frio, surfista e que agora iniciando na modalidade com duas aulas já está navegando. Outro também fisgado pela modalidade está Francisco Santiago de 67 anos que mostra que o esporte não tem idade. Messias explicou os passos que se iniciam somente com a pipa na areia, a seguir o aluno passa para uma lagoa depois para o mar sem ondas e finalmente para um mar com ondulações.

Messias Silva em ação. Foto: Luciano Mendonça

Para quem se interessar em aprender e só procurar a Messias Kite Point na praia do Foguete ou ligar para 2199339499. O curso fornece todo o equipamento para um pacote 10 aulas que com a evolução do aluno pode chegar ao aumento de horas, mas se você quiser adquirir o custo para adquirir os equipamentos ficam em torno de R$ 6.000,00.

Vocabulário do Kitesurf:

On shore: Vento que nos leva à praia. É um vento cortante, desde que não tenha obstáculos.
Off shore: Vento sopra da costa para o mar. Vento perigoso para o Kite-surfing. Temos que evitar pois deixa os praticantes muito longe da praia.
Thermal wind: Vento criado pela mistura de duas correntes de ar, uma quente e outra fria.
Side shore: Vento soprando paralelo à praia. Geralmente são rajadas fortes de vento.
Depower: Capacidade de redução de energia.
Freestyle: A tradução literal desse termo em inglês é “próprio estilo”, então se refere a tentar novos movimentos e saltos dentro desse esporte.
Speed: Termo usado para se referir à velocidade de alcance com sua pipa.
Delta kite: Pipa em forma de triângulo.
Foil: Um tipo de kite que não é inflável nem rígido, mas está preso a células que fazem o kite se segurar ao vento.
Leash: Corda que não permite que a prancha se mova quando o kiter cai dela.
Botavara: Barra de alumínio ou carbono com a qual a pipa é dirigido.
Cenit: Posição neutra logo acima da cabeça do kiter onde o kite permanece estacionário devido à posição e ao vento.
Hang time: Tempo durante o qual a pipa é fixada durante o salto.
Choppy: Mar agitado, com ondas que dificultam a navegação.
Kicker: Rampa natural o por fabricação própria para facilitar qualquer tipo de salto.
Spot: Pontos-chave que possuem as características necessárias para a realização deste esporte.
Sable: Haste que é colocada na prancha para ter mais solidez e estabilidade.
Deriva: A tendência da pipa de sempre ir na direção do vento.

Nesta quinta-feira chegaram: Marcio Amaral, Edson Andrade, Ricardo Big, Helio Gugui, Marcelo Nardeli, Alessandro Vaca, Christiano Kill e Luciano Mendonça a noite aquela passada no Restaurante do Zé para saborear aquela picanha no canal de Cabo de Frio. Amanhã aguardamos a chegada de mais Almaniacos !!!

Reportagem:Edson “Adrena” Andrade

Edição: Edson “Adrena” Andrade

Tenha lindas artes exclusivas
mag72